Fernando Machado

Pausa Poética

“Dizem que o amor / vem da sorte / E a sorte que dá é Deus / Ai se eu estivesse a sorte / De ter você, nos braços meus”. Sebastião Lopes (1905/1974)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou ?
Compartilhe !