Fernando Machado

Blog

Viva, Clóvis Bornay!

Uma pena que o Recife ignore seus ícones carnavalescos, como o falecido Múcio Catão, para citar apenas este. Todavia os cariocas sabem como ninguém homenageá-los. Começa hoje e segue até o dia 17 de abril, no Centro Municipal de Referência da Música Carioca, no Rio de Janeiro, a mostra “Abram Alas Para Clóvis Bornay”. Foi ele quem criou o Baile Municipal do Rio de Janeiro em 1937.

clovis-bornay
Clóvis Bornay o campeão dos campeões (Foto: Reprodução)

Clovis estreou nos concursos de fantasias com 21 anos usando um “Príncipe Hindu”. Com o passar dos anos Clóvis Bornay se tornou Hors Concours e somente abandonou as passarelas quando faleceu em 9 de outubro de 2005. Ele também fez muito sucesso no Recife quando desfilava no Bal Masqué.

1

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.