Fernando Machado

Blog

Pausa poética

“Eu canto o calor com seu rosto de recém-nascido, o calor desesperado.” René Char

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.