Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“O azar é um produto de perversidade para uso da ignorância. Mas nem sempre são os ignorantes que creem nisso”. Joracy Camargo (1898/1973)

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.