Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Eu quero amor feiinho. / Amor feiinho não olha um pro outro. / Uma vez encontrado é igual fé, / não teologa mais.” Adelia Prado

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.