Fernando Machado

Blog

Misses, Hoteis & Miami

Entre 1960 e 1971, os concursos de Miss Universo foram realizados em Miami Beach, antes era em Long Beach (Hotel Lafayette), na Califórnia. As candidatas eram distribuídas em vários hotéis. Porém dois viram ícones: o Fontainebleau e Shelborne, ambos na famosa Collins Ave.

m-martha-vasconcelos-cimento
Martha Vasconcelos imortalizada no Shellborne (Foto: Roberto Macedo)

No dia 17 de setembro procurei conhece-los. No Shelborne, está em obras, somente serão concluídas no final do ano. Porém a parede que estão gravadas no cimento, os pés, as mãos, e as assinaturas de várias misses Universos, bem ao estilo dos astros de Hollywood, no Teatro Chinês, de Los Angeles, vai permanecer. Os norte-americanos sabem conservar a história.

m-shelborne-hotel-main
O Shellborne Hotel em Miami (Foto: Divulgação)

Lá estão imortalizadas Linda Bement (1960), Kiriaki Tsopei (1964), Martha Vasconcellos (1968), entre outras. O missólogo Roberto Macedo numa matéria sobre o assunto sugeriu: “Não seria melhor para o Miss Universo transferir aquela parede para a sua sede em Nova York? Ou para um museu, onde teriam a garantia da eternização daquelas preciosidades? Que tal o concurso fazer um museu, onde estariam expostas relíquias e onde os fãs poderiam comprar históricos souvenires?”

m-fontainebleau2
O Hotel Fontainebleau (Foto: Divulgação)

O imponente Fontainebleau apesar das recentes reformas permanece com a mesma entrada de antigamente. Em 1960 aconteceu o primeiro concurso em Miami Beach. A vencedora foi Linda Bement (USA), a Miss Brasil foi Gina MacPherson (GB); em 1961 a vencedora foi Marlene Schmidt (Alemanha) e a brasileira foi Stäel Abelha (MG); em 1962, ganhou Norma Nolan (Argentina) e a representante brasileira foi Maria Olivia Rebouças (Bahia) que faturou o quinto lugar.

m-ieda-mariavargas
Miss Universo de 1963, Ieda Maria Vargas (Foto: Divulgação)

No ano de 1963, o Brasil ganha pela segunda vez o titulo de Miss Universo com a gaucha Ieda Maria Vargas; em 1964, a vitoriosa foi Kiriaki Tsopei da Grécia. A Miss Brasil foi Angela Vasconcelos (PR); em 1965 coloca a coroa na cabeça Apasra Hongssakula (Tailandia) e o Brasil era Maria Raquel de Andrade (GB). Em 1966, a Miss Universo foi Margarita Avidsson (Suécia) tendo como Miss Brasil Ana Cristina Ridzi (GB); em 1967 novamente uma norte-americana é coroada Miss Universo, estamos nos referindo a Silvia Hitchcock, e o Brasil estava lá com Carmen Silvia Ramasco (SP).

m-martha-vasconcelos
Miss Universo de 1968, Martha Vasconcelos (Foto: divulgação)

Em 1968, Martha Vasconcelos do Brasil é bicampeã. A baiana arrasou. em 1969, foi a vez de Glória Diaz (Filipinas) e o Brasil era Vera Fisher; em 1970, Marisol Contreras, de Porto Rico era a mulher mais bonita do mundo e o Brasil foi representado por Eliane Fialho Thompson e finalmente o último concurso do Sunshine State, aconteceu em 1971. Venceu a libanesa Georgina Rizk e Eliane Parreira Guimarães, ficou no quinto lugar. Quanta saudade de uma época muito glamour.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.