Fernando Machado

Blog

Acontecencias

Há faz 118 anos que nascia em Corumbá, a engenheira, urbanista e feminista brasileira Carmen Velasco Portinho, que morreu no Rio de Janeiro, em 25 de julho de 2001. Foi uma das que lutaram pelo direito do voto feminino. Enfrentou o machismo no trabalho e na profissão. Carmen foi uma das responsáveis pela introdução do conceito de habitação popular no Brasil. Foi ela quem propôs ao então prefeito do Rio de Janeiro a construção de conjuntos habitacionais populares que fossem equipados com serviços sociais, fugindo das construções isoladas em blocos ou de casas individuais.

A visionária Carmen Portinho (Foto: Divulgação)

A FGV Energia reunirá amanhã, às 18h, no Youtube da FGV,  representantes das áreas de planejamento, regulação, operação e investimento para discutir os caminhos da hibridização de fontes de energia no Brasil. O evento contará com a participação da Diretora da ANEEL, Elisa Bastos, do Superintendente Adjunto da EPE, Gustavo Pires da Ponte, da Diretora de Comercialização e Regulação da Voltalia, Kátia Monnerat, e do Diretor de Relacionamento com Agentes de Regulação do ONS, Marcelo Prais. O encontro, aberto ao público, será moderado por Paulo Cunha, da FGV Energia.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.