Fernando Machado

Blog

Tag top

Corinne Rottschafer é Miss Mundo de 1959

Apesar de ser o mais antigo concurso de internacional de beleza feminina, o Miss Mundo, criado pelo inglês Eric Morley, era o segundo em popularidade, perdendo para o Miss Universo. Pois bem, há 60 anos, no dia 10 de novembro, no Lyceum Theatre em Londres, foi eleita a mais bela do mundo Corinne Rottschafer, da Holanda. Participaram do festival de beleza 27 candidatas. A representante brasileira foi a pernambucana de Caruaru Dione Oliveira.

Uma foto oficial de todas as candidatas (Foto: Pageantopolis) Dione Oliveira é a quinta desse grupo de misses (Foto: Divulgação)

O Top 5: Anne Thelwell, da Inglaterra, Maria Elena Zapata do Peru, Corinne Rottscäffer da Holanda, Ziva Shomrat do Israel e Kirsten Olsen da Dinamarca (Foto: Divulgação)

No Top 12 ficaram: Moya Meaker (África do Sul), Helga Meyer (Alemanha), Amalia Yolanda Scuffi (Argentina), Kirsten Olsen (Dinamarca), Yakiathi Karaviti (Grécia), Corinne Rottschäfer (Holanda), Anne Thelwell (Inglaterra), Ziva Shomrat  (Israel), Sheila Chong (Jamaica), Maria Elena Rosell Zapata (Peru) e Vivien Lentin (Zâmbia).

Um grupo de candidatas, Dione é quarta da direita para a esquerda (Foto: Alamy)

E finalmente foi divulgado Top 5: No quinto lugar ficou Kirsten Olsen (Dinamarca), no quarto lugar Anne Thelwell (Inglaterra), no terceiro lugar Ziva Shomrat (Israel), no segundo lugar ficou Maria Elena Rosell Zapata (Peru) e a vencedora foi Corinne Rottschafer, (Holanda), que foi coroada pela Miss Mundo de 1958, Penelope Anne Coelen da África do Sul. Pela primeira vez o concurso foi transmitido pela BBC.

Dione Oliveira by Marcilio Campos (Foto: Divulgação)

Participaram do Miss Mundo: Amalia Yolanda Scuffi (Argentina), Helga Knofel (Áustria), Diane Hidalgo (Bélgica), Dione Brito Oliveira (Brasil), Huguette Demers (Canadá), Kirsten Olsen (Dinamarca), Margit Jaatinen (Finlândia), Marie Hélène Trové (França), Helga Meyer (Alemanha), Star Nyaniba Annan (Gana), Viola Howells (Gilbratar), Yakiathi Karaviti (Grécia), Margaret Moani Keala Brumaghim (Havai), Corinne Rottschafer (Holanda), Rosemary Lefebre (Honduras), Michelle Mok Ping-Ching (Hong Kong), Sigurbjörg Sveinsdóttir (Islândia), Fleur Ezekiel (India).

Um grupo de oito candidatas de traje típicios. Dione Oliviera é segunda da direita para a esquerda (Foto: Alamy)

Ainda Ann Fitzpatrick (Irlanda), Ziva Shomrat (Israel), Paola Falchi (Itália), Sheila Chong (Jamaica), Chieko Ichinose (Japão), Ufemia Jabaji (Jordânia), Seo Jung-ae (Coreia), Josee Pundel (Luxemburgo), Berit Grundvig (Noruega), Elvira dos Santos Encina (Paraguai), María Elena Rossel Zapata (Peru), Maria Teresa Motoa Cardoso (Portugal), Lilie Diaz (Porto Rico), Vivien Lentin (Zâmbia), Moya Meaker (África do Sul), Carola Håkonsson (Suécia), Anne Thelwell (Inglaterra), Loretta Powell (Estados Unidos) e Yvonne Kelly (Uruguai).

Assistam alguns momentos do Miss Mundo de 1959:

https://www.youtube.com/watch?v=uJ1i5IdeUO4

 

https://www.youtube.com/watch?v=tv5tgNJE-TM

 

Nellys Pimentel é a Miss Terra 2019

Ontem, na Cove Manila, em Okada Manila, nas Filipinas, Nellys Pimentel de Porto Rico, foi eleita Miss Terra de 2019, que foi coroada pela Miss Terra de 2018 Nguyên Phuong Khánh. Participam do concurso 85 candidatas. A Miss Brasil Maria Gabriela Batistela não chegou ao TOP 20.

Nguyên Phuong Khánh coroando Nellys Pimentel (Foto: Concurso)

Aliás, não consegui uma foto de Miss Brasil, no concurso, mas a deusa de ébano Evelyn Abena Appiah de Gana, ficou no TOP 20. Miss Terra Ar foi para Emanii Davis dos Estados Unidos. A Miss Água foi para foi para Klára Vavrusková da Republica Checa e a Miss Fogo foi para Alisa Manenok de Bielo Rússia.

Alisa Manenok, Nellys Pimentel, Emanii Davis e Klára Vavrušková (Foto: Concurso)

No Top 10 ficaram Alisa Manenok (Bielo Rússia), Fernanda Méndez Tapia (Chile), Emanii Davis (Estados Unidos), Nikki Prein (Holanda), Modupe Susan Garland (Nigéria), Tashan Kapene (Nova Zelandia), Krystyna Sokołowska (Polônia), Nellys Pimentel (Porto Rico), Klára Vavrusková (Republica Checa) e Anna Baksheeva (Rússia).

O Top 10 (Foto: Instagram)

É tempo de passarela

Todas as representantes mundiais (Foto: Concurso)

Com a participação de 31 candidatas, tivemos no Centro de Convenções Simon Bolivar, em Guaiatil, no Equador, a escolha da Miss Continentes Unidos de 2019. A vencedora foi Anairis Cadavid Ardila, de 1m70 de altura e 24 anos de idade, da Colômbia que foi coroada pela mexicana Andrea Saenz, Miss Continentes Unidos de 2018.

Eliza, Kênia, Charlotte, Anairis, Nerone e Maneerat (Foto: Concurso)

Os apresentadores foram Roberto Rodriguez e Claudia Schiess, Miss Equador 2011. O melhor traje tipico foi para Eliza Quiñónez do Equador. A Miss Simpatia foi Fabiana Andrea Ayaviri da Bolivia e o melhor corpo foi para a Maria José Bracho Barrios da Venezuela. A Miss Brasil Thylara Brenner não ficou no Top 10.

O melhor Traje Típico coube à Eliza Quiñónez  (Foto: Concurso)

No Top 10 ficaram Nerone Schutte (Africa do Sul), Anairis Cadavid Ardila (Colombia), Eliza Quiñónez Godoy (Equador), Charlotte Miralles (França), Kenia Ponce Beltrán (Mexico), Carmen Isabel Jaramillo Velarde (Panamá), Marjory Milagros Patiño López (Peru), Yekaterina Pavlovna Agapova (Rússia), Maneerat Daengprasert (Tailandia) e Maria Jose Bracho Barrios (Venezuela).

Miss Continentes Unidos de 2018, Andréa Sáenz (Foto: Concurso)

No 6º lugar ficou Nerone Schutte da África do Sul, no 5º lugar ficou Charlotte Miralles da França, no 4º lugar ficou Maneerat Daengprasert da Tailandia, em 3º lugar ficou Kenia Ponce do México, no 2º lugar ficou Eliza Quiñónez do Equador e a vencedora foi Anairis Cadavid Ardila da Colômbia.

Miss Brasil, Thylara Brenner, desfilando de traje de banho (Foto: Concurso)

Hoje tem Mister Global

Misteres Coreia, Taiwan, Chile, Suiça, Peru e Espanha (Foto: Concurso)

Hoje, às 20h, no Lumpinee Boxing Stadium, de Bancoque, na  Tailandia, será escolhido o Mister Global de 2019. Participam do evento 38 candidatos. O vencedor receberá a faixa do Mister Global de 2018, Dário Duque, norte-americano que representou Cuba. O concurso de Mister Global foi fundado em 2014 pelo empresário tailandês Pradit Pradinut. Vamos ter desfile de traje típico, de banho e de noite. Depois será selecionado o Top 15, o Top 10 e Top 5.

Misteres Guam, Republica Dominicana, Tunisia, Egito e Cuba (Foto: Concurso)

Misteres México, Estados Unidos, Hong Kong, Nepal e Indonésia (Foto: Concurso)

Os candidatos são Marcus Karsten (África do Sul), Gil Raupp (Brasil), Nelson Cáceres (Chile), Ruihu Chen (China), Süçeyman Mullahasan (Chipre do Norte), Kim Jong-Woo (Coreia do Sul), Rubert Solozábal (Cuba), Adam Hussein (Egito), José Luis Navarro (Espanha), Branden Allen (Estados Unidos), Ricky Gumera (Filipinas), Jonathan Onedera (Guão), Tcholo Medastin (Haiti).

Misteres Chipre do Norte, Tailândia, Japão, Panamá e Malásia (Foto: Concurso)

Misteres Polônia, Nigéria, África do Sul, Suécia, Índia, Portugal e Brasil (Foto: Concurso)

Ainda Chace Cheng King-Lok (Hong Kong), Rishabh Kumar (Índia), Herman Cahyono (Indonésia), Kodai Hata (Japão), Kiengkai Xouansonuandao (Laos), Chris Chan (Malásia), Manuel López (Mexico), Thiha Kyaw (Mianmar), Aryan Sitaula (Nepal), Triumph Moses (Nigéria), Kenny Guerra (Panamá), Miguel Millasaky (Peru), Michal Grudzién (Polônia), Ângelo Amaro (Portugal).

Misteres Porto Rico, China, Togo, Laos e Mianmar (Foto: Concurso)

Misteres Sri Lanka, Haiti, Vietnã, Filipinas e Republica Tcheca (Foto: Concurso)

E finalmente Edgar Irizarry (Porto Rico), Than Tung Cao (Republica Checa), Braulio Encarnación (Republica Dominicana), Madruranga Dilshan (Sri Lanca), Sebastian Jonsson (Suécia), KenanMurseli (Suiça), Kevin Chang Zhe-Wei (Taiwan), Jeerawat Vetsakol (Tailandia), Kwassy Adjamah (Togo), Houssem Saïdi (Tunisia) e Nguyễn Hùng Cường (Vietnã).

Dário Duque diante dos candidatos (Foto: Concurso)