Fernando Machado

Blog

Tag Rio de Janeiro

Reveillons 2010

A Prefeitura de Jaboatão de Guararapes está preparando na Praia de Candeias uma grande festa para o dia 31 de dezembro. Sobem ao palco, que será montado no trecho dos bares do Gaiamum Sertanejo e Du Maranhão, as bandas Capim Cubano e Cascabulho, o cantor Zé Ramalho e o Maestro Forró. Não esquecer a grande queima fogos de artifício. Quem nos informa é o diretor de turismo Flávio Domingues.

O Réveillon na Praia de Copacabana motivado pelo início das grandes competições esportivas que o Rio sediará a partir de 2011, como os Jogos Mundiais Militares, a Copa das Confederações de 2013, a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, a edição deste ano vai explorar a temática da “Década de Ouro”. Além disso, a celebração, organizada pela empresa SRCom, contará com a tradicional queima de fogos um show de laser.

O Mágico de Oz

Está sendo encenado com muito sucesso no Teatro Antônio Fagundes, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, o musical O Mágico de Oz. De acordo com a diretora do espetáculo Cristiane Sanctos (Doroty), esta é a primeira montagem do grupo em que a ousadia foi o ponto-chave da área técnica. Com grandes coreografias e um cenário que surge no palco, a peça surpreende o público com um castelo de esmeraldas assinado pelo cenógrafo Cachallote Matos.

t-alankardec-omagicodeoz
O jogador Allan Kardec com Doroty (Fotos: Divulgação)

Com o Grupo Teatral Brincando de Fazer Arte, a direção de movimento e coreografias ficam a cargo dos coreógrafos Fabrício Ligiero e Márcio Vasconcelos. A adaptação e direção é de Cristiane Sanctos. A peça conta a saga da menina Doroty que foi levada a Terra de Oz por um tornado. Para voltar para casa, a menina, com auxílio do espantalho, homem de lata e o leão, precisa encontrar o poderoso Mágico de Oz.

t-felipe-adler
Felipe Adler, Doroty e Andre Luiz Miranda

Todas as músicas foram tiradas do clássico da Broadway, mas são apresentadas com novos arranjos e gravações com uma cara mais brasileira. Paulo Kandura, vencedor de diversos festivais do Rio, assina os figurinos baseados no filme original da década de 50. Neste final de semana estavam na platéia o jogador Alan Kardec, do Vasco da Gama e os atores Jéssika Alves, Henrique Taipas, Felipe Adler e André Luiz Miranda.

t-jessikaalves_omagicodeoz
Jessica Alves e os personagens

Vivi Nabuco recebe

A senhora Vivi Nabuco, neta de Joaquim Nabuco, abriu os salões de sua mansão, no Rio de Janeiro, dia 10 de junho, para um jantar em torno do presidente da Academia Brasileira de Letras, Cícero Sandroni e esposa, Laura. Ajudando a receber estava a filha Katy Nabuco. A nova geração dos Nabuco prestigiou a noitada.

h-humberto-franca-e-cicero-sandroni-presidente-da-abl
Cícero Sandroni e Humberto Vasconcelos (Foto: Divulgação)

Participaram do encontro Maria do Carmo Nabuco Lins, a condessa d’Antice, Maria da Glória Mello Franco Chagas, Bernardo, João Maurício, José Thomaz e Afranio Nabuco, o acadêmico Afonso Arinos, o ex-ministro Francisco Weffort e sua esposa Helena Severo, a diretora da Universidade de Wisconsin, Ksenjia Bilbija e a editora Lélia Coelho Frota, além do professor pernambucano Humberto França, que viajou especialmente para o evento.

Alceu no Circo Voador

Alceu Valença leva seu universo de sons pop e pernambucanos ao Circo Voador, na Lapa, Rio de Janeiro, no próximo sábado, às 22h. O repertório inclui sucessos como “Tropicana”, “La Belle du Jour”, “Pelas ruas que andei”, “Como dois animais”, “Estação da luz”, “Táxi lunar”, “Embolada do Tempo”, “Cavalo-de-pau”. Tudo plugado e com as turbinas em fúria.

alceu-valenca-marcelo-correa1
O cantor Alceu Valença (Foto: Marcelo Correia)

As músicas do novo álbum, “Ciranda Mourisca” (Biscoito Fino) – que prioriza as sonoridades acústicas, com leve toque oriental – também estão no espetáculo. O cantor se apresenta ao lado da banda formada por Paulo Rafael (guitarra), Hisachi Honda (violão), Mauricio Oliveira (baixo), Tovinho (teclados), Cássio Cunha (bateria), Jean Dumas e Edwin (percussão). Quem nos informa é o jornalista Júlio Moura.