Fernando Machado

Blog

Tag Orquestra

De Volta para o Passado

Há 175 anos, nascia em Pernambuco, o empresário Henry Gibson, que morreu em 15 de dezembro de 1914.

Há 110 anos, nascia em Pernambuco, o advogado João Tavares Buril, que morreu no dia 9 de maio de 1980.

Há 105 anos, nascia em Pernambuco, o executivo Joel Queiroz, que morreu no dia 4 de novembro de 2009.

Há 70 anos, Xavier Cugat e sua Orquestra se apresentavam na Rádio Jornal do Commercio e no Clube Internacional. A crooner era Norma Calderon.

Rejane de traje tipico, Rejane entre Angela Favi e Jane Macambira (Fotos: Manchete)

Há 47 anos, Rejane Vieira Costa do Rio Grande do Sul, era eleita, no Maracanazinho,  Miss Brasil de 1972. No 3º lugar ficou Jane Macambira da Guanabara e no 2º Ângela Favi de São Paulo.

Há 35 anos, se batizava minha sobrinha Marcela. Os padrinhos foram José Nazário da Oliveira e Maria Margarida Freitas de Oliveira. A cerimônia foi conduzida pelo padre Zenival Coelho Gondim.

Há 20 anos, morria no Rio de Janeiro, o jornalista Albino Pinheiro, que nasceu no dia 23 de setembro de 1934.

Há 10 anos, morria em Pernambuco, a socialite Esther Souto, que nasceu no dia 7 de março de 1917.

Jerusa Farias: Miss Pernambuco de 1969

Hoje faz 50 anos, que acontecia nos salões do Náutico a escolha da Miss Pernambuco de 1969. A eleita foi Maria Jerusa Farias, que tinha 1m69 de altura, 57,9 cm de busto, 66 cm de cintura e 98,5 de quadris. Ela que foi coroada pela Miss Pernambuco de 1968, Maria Eunice Mergulhão, usou um modelo de Marcilio Campos. No 2º lugar ficou Luzinete Sobral e em 3º lugar Verônica Wanderley.

As candidatas ao Miss Pernambuco de 1969 (Foto: Diário de Pernambuco)

A animação ficou por conta da cantora Nadja Maria e da Orquestra de José Menezes. Participaram do concurso 14 candidas: Rosilda Duarte (Palmares), Elma Moraes (Goiana), Verônica Wanderley (Garanhuns), Aldaci Freire (Jaboatão), Iedja Maria da Silva (America), Helena Flório Queiroz (Moreno).

Maria Eunice Mergulhão Miss Pernambuco de 1968 depois de ter passado a faixa para Jerusa (Foto: Arquivo)

Ainda Márcia Marafante (Clube das Águias), Sonia Maria Vasconcelos (Náutico), Maria das Neves Santos (Gravatá), Luzinete Sobral (Caruaru), Maria Jerusa Farias (Belo Jardim), Rosane Oliveira (Português), Vera Lucia Queiroz Barros (Vitória de Santo Antão) e Maria do Carmo Velez (Catende).

Jerusa de longo by Marcilio Campos e no trono (Fotos: Arquivo)

Socorro Costa, Miss Paraíba de 1969, prestigiou o concurso. A Miss Simpatia foi Elma Moraes (Goiana). No júri estavam Hilton Mota, Dorival Carvalho, Arnaldo Baldini, Heleno Castelar, João Antero de Carvalho, Maria Helena Pessoa de Queiroz, Lais Esponsel, Tinane Almeida e Lea Pabst Craveiro.

Noticias do Ceará

De volta ao Theatro José de Alencar, a Orquestra Foco Musical (Portugal) apresenta espetáculo O Sítio da Amizade, hoje às 8h30, 14h e 15h30. A atividade é uma fábula sinfônica onde as personagens são animais representados por instrumentos da orquestra. O projeto Foco Musical tem direção de Miguel Pernes, fundador e diretor artístico e pedagógico, e promove espetáculos coloridos, divertidos e importantes no trabalho de formação de plateia. São 21 anos de trabalho dedicados em exclusivo ao domínio da pedagogia musical.

A Mostra Perfil de Cinema, do Cineteatro São Luiz, tem como destaque, neste mês, o cineasta Martin Scorsese. Ao todo serão exibidas 10 obras que perpassam as últimas cinco décadas de produção do cineasta, todas em sessões únicas e gratuitas. Para hoje temos às 15h na tela Gangues de Nova York e às 19h Cabo do Medo. Amanhã às 16h30 será exibido A Última Tentação de Cristo. E no próximo sábado às 10h, Touro Indomável e às 13h30 Táxi Driver.

Notícias de Sergipe

Com o tema Cidade Mãe de Sergipe: Construindo saúde e cidadania, acontece na próxima terça e quarta-feira, no Centro de Vivência da Universidade Federal de Sergipe a IV Conferência Municipal de Saúde. O evento é realizado em parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde de São Cristóvão e o Conselho Municipal de Saúde. O objetivo do evento é discutir junto à comunidade políticas públicas para o município, estado e em âmbito nacional.

O maesro Guilherme Mannis regendo a Orquestra Sinfônica de Sergipe (Foto: Tamara Xavier)

Quarta-feira a Orquestra Sinfônica de Sergipe foi aplaudida de pé quando encerrou seu concerto da Temporada 2019 – Série Mangabeiras I: Muzikflix, no Teatro Atheneu, em Aracaju. A obra foi inteiramente dedicada às trilhas sonoras de séries de televisão mais aclamadas. Na noite seguinte novo sucesso na apresentação. Segundo o maestro, Guilherme Mannis, a Sinfônica atrai cada vez mais o público sergipano.