Fernando Machado

Blog

Tag ministro

Nos bastidores da Política

O ministro da Educação, Mendonça Filho, assinou, a ordem de serviço para construção do bloco de informática do campus Belo Jardim do Instituto Federal de Pernambuco. O valor estimado apenas da obra é de R$ 5,8 milhões, e vai contemplar tanto os alunos do curso de informática para internet oferecido pelo campus quanto os do futuro curso de bacharelado em engenharia de software, que começa no segundo semestre de 2018. O total de investimentos chega à casa dos R$ 10 milhões.

Mendonça Filho sendo cumprimentado pelos estudantes (Foto: Divulgação)

Geraldo Julio e Cristina, ao lado dos filhos no Parque Santana (Foto: Andréa Rego Barros)

O prefeito Geraldo Julio de Mello Filho e a primeira dama Cristina prestigiaram, ontem, no Parque Santana, a apresentação, do espetáculo Natal para Sempre, que combina música, dança, personagens clássicos da literatura infantil e elementos da cultura pernambucana. A peça é aberta ao público e segue em cartaz até amanhã, às 19h. O espetáculo conta a história de Amélie, uma menina que descobre um livro mágico e se transporta para um mundo de fábulas.

Nos Bastidores da Política

Aconteceu o que esta coluna tinha previsto. O Governo do Estado estipulou em 600 mil reais a casa que morou o grande compositor Capiba, na Rua Barão de Itamaracá, por mais de 50 anos. A viúva Zezita Barbosa está desesperada, pois de ter sua casa confiscada está sentindo na pele o grande prejuízo. Agora teve de contratar um advogado para pagar a importância real, ou seja, dois milhões de reais.

Capiba e Zezita Barbosa no Baile da Saudade no Clube Português (Foto: Divulgação)

Nesta casa Capiba e Zezita moraram por mais de 5 décadas (Foto: Divulgação)

O ministro da Educação, Mendonça Filho, participou ontem, em Petrolina, do segundo seminário do Movimento Pernambuco pela Educação. O debate tem como objetivo propor alternativas para melhorar os indicadores de Pernambuco referentes à alfabetização.  Mendonça Filho ressaltou a importância da participação de todos para aprimorar a educação do país.

Parabéns, Mendonça e Tizuka!

O minsitro Mendonça Filho à côté Taciana (Foto: Fernando Machado)

O Cinema São Luiz, debruçado para o Rio Capibaribe, foi inaugurado no dia 6 de setembro de 1952. Numa noite inesquecível e com traje a rigor. Com sua rica concepção artística e arquitetônica do Recife é um dos últimos cinemas de rua do país. É lindo, pois antes de começarem as sessões os vitrais localizados nos dois lados da tela, dois grande jarros de flores laterais coloridos e belos, se acendem. É a única coisa de glamour que restou das velhas sessões do cinema. A autoria desta obra são dos artistas plásticos Aurora Lima e Henrich Moser.

Mendonça Filho cumprimentado o rei do Maracatu (Foto: André Nery)

As atrizes Clara Castanho e Luana Vitória (Foto: Fernando Machado)

Pois bem foi nesse cenário cheio de história que aconteceu, domingo, à noite, a Avant Première de 1817, A Revolução Esquecida, dirigida por Tizuka Yamazaki. O filme tem duração de 50 minutos e foi aprovado pelo banco de projetos da TV Escola, sendo produzido mediante termo de cooperação entre a produtora Rio de Cinema Produções Culturais, a TV Escola e o Ministério da Educação. O filme estreia no próximo dia 15, às 21h, na TV Escola. Hoje ele será exibido no Espaço Itau, no Rio de Janeiro.

Tizuka Yamazaki e Nádia Ferreira (Foto: Fernando Machado)

Roberto Mota e Margarida Cantarelli (Foto: Fernando Machado)

A noite de gala contou com a presença do Ministro da Educação, Mendonça Filho, que deu toda força para o projeto. Mais 900 pessoas prestigiaram a primeira exibição da pelicula. Sem dúvida um sucesso colossal, para tristeza dos petralhas. Este docudrama, avaliado em um milhão de reais, abre a série História da TV Escola e foi produzida em comemoração ao bicentenário da Revolução Pernambucana, tendo como base à obra literária A noiva da Revolução, de Paulo Santos de Oliveira.

Betânia Correa de Araújo e Paulo Santos de Oliveira (Foto: Fernando Machado)

Katia Peixoto e Eduardo Henrique Oliveira (Foto: Fernando Machado)

A maioria das cenas foi gravada no estado palco desse movimento emancipacionista. A Revolução Pernambucana, ou Revolução dos Padres, eclodiu em 6 de março de 1817 e foi o único movimento separatista do período colonial que se concretizou, tendo ultrapassado a fase conspiratória. Entre os motivos estão as enormes quantias que o governo de Pernambuco era obrigado a enviar para o Rio de Janeiro para custear os gastos da Corte portuguesa.

José Mário Austregésilo e José Luiz da Mota Menezes (Foto: Fernando Machado)

Wanessa Campos (Foto: Fernando Machado)

Para o ministro Mendonça Filho, o filme “é um elo entre cultura, história e educação”, algo que pode ser percebido ao fim da exibição, quando os integrantes do Maracatu Leão Coroado, que participa do filme, se apresentou envolvendo o público em um batuque típico de Pernambuco. O grupo é um dos maracatus mais antigos em atividade no Brasil. Ele é considerado patrimônio Vivo de Pernambuco desde 2005. Parabéns, Mendonça Filho!

Os atores Domingos Antônio, Fábio Yamazaki e Arthur Canavarro (Foto: Fernando Machado)

Parabéns

Hoje, 26, Dia de São Leonardo de Porto Mauricio, e do Ministério Público, aniversariam o ministro Og Marques Fernandes, os engenheiros Glauber Vasconcelos Jr e Carol Coelho Neves, os executivos Alex Brennenken, , Rodrigo Latache, Rodolfo Aguiar e Vanda Palmeira, jornalista Renata Reynaldo,

O executivo João Henrique Campos (Foto: Face)