Fernando Machado

Blog

Tag familia

Álbum da Grande Familia

A família mais unida, mais ouriçada e também a mais querida da TV volta às telas da Globo a partir de amanhã, após o Jornal da Globo, no especial Álbum da Grande Família. A primeira semana será dedicada a Dona Nenê (Marieta Severo). O especial traz, semanalmente, a história de um desses personagens inesquecíveis, que terá sua trajetória resumida em cinco capítulos.

Marco Nanini e sua grande familia (Foto: TV Globo)

Marco Nanini, que deu vida ao Lineu Silva durante os 14 anos de exibição na TV, narra a trajetória desses personagens e celebra o trabalho. O Álbum é uma reunião de episódios de várias temporadas que mostra a evolução dos personagens ao longo dos 14 anos em que o seriado A Grande Família esteve no ar. Acesse o link https://www.youtube.com/watch?v=sWV9N7__yg8

Uma família pra lá de divertida (Foto: TV Globo)

Além dos personagens principais – Nenê (Marieta Severo), Bebel (Guta Stresser), Agostinho (Pedro Cardoso) e Tuco (Lúcio Mauro Filho) – o especial dará espaço aos convidados especiais Floriano (Rogério Cardoso), Marilda (Andrea Beltrão), Mendonça (Tonico Pereira), Beiçola (Marcos Oliveira) e Paulão (Evandro Mesquita). O encerramento será feito pelo próprio Lineu. Álbum da Grande Família tem roteiro de Patrícia Pedrosa e redação-final de Mauro Wilson.

Ai Menina na Folia

Caminhando para o sexto ano de folia no Recife, a cantora Lia Sophia fez questão de mostrar como se dança o frevo aos seus conterrâneos de Belém. Na madrugada de domingo, ela promoveu o baile Ai Menina na Folia e teve como convidada especial a pernambucana Cristina Amaral. Juntas, elas cantaram sucessos como Frevo Mulher, Energia e Onde Está o Dinheiro?, música mais que atual. “Fazia tempo que eu queria trazer o frevo para os paraenses. Todo ano, a TV Liberal transmite o Galo da Madrugada ao vivo, e os fãs sempre me viam cantando nos trios. Finalmente, realizei esse sonho”, festeja Lia.

Lia Sophia, Carlos Barra e Cristina Amaral em tempo de frevo (Foto: Cleodon Coelho)

Cristina cantou pela primeira vez em Belém. “O público da Lia é enorme e animadíssimo. Fui recebida com muito carinho. Espero que seja a primeira de muitas vezes”, comemora a cantora, que lançou um CD com participação de outra paraense famosa, Gaby Amarantos. Lia e Cristina voltarão a se encontrar na Queirogada, que a família Queiroga promove próximo dia 23, ao lado de Elba Ramalho, Maria Gadu, Michelle Mello e Ayrton Montarroyos.

Anotações do Cotidiano

O Tacaruna inaugurou seu novo Espaço Familia, maior do que o anterior, com mais equipamentos e todos os serviços gratuitos. São quatro ambientes, um deles para a amamentação, outro destinado aos “baixinhos” de 0 a 4 anos com uma pequena copa para quem vai alimentar o filho, o terceiro  com chuveiro elétrico e duchinhas para o banho e um último com  sala de recepção e local com forno de microondas para as mães esquentar os alimentos.

A Faculdade Estácio do Recife abriu edital para formação de cadastro de reserva de professores para os cursos de graduação e graduação tecnológica, inclusive pessoas com deficiência. Docentes das áreas de farmácia, fisioterapia, psicologia, engenharia (civil, mecânica e elétrica) e relações internacionais podem se candidatar. Inscrições até o dia 16 de janeiro de 2017.

A Rota de Arnaldo e a do Mar

Quinta-feira, à noite, no JCPM Trade Center, tivemos o lançamento do livro Rota do Mar e Arnaldo Xavier, do jornalista César Rocha, com pesquisa e assistência de redação de Wilfred Gadelha. O prefácio foi do empreendedor João Carlos Paes Mendonça. A publicação retrata como a costura mudou a vida da família de Arnaldo Xavier. O projeto gráfico e a edição são da Combogó Comunicação e Estratégia e a impressão da Qualygraf.

Arnaldo Xavier e João Carlos Paes Mendonça (Foto: Fernando Machado)

Lucia Pontes, Graça Fernandes e Auxiliadora Paes Mendonça (Foto: Fernando Machado)

Atualmente a Rota do Mar conta com cinco lojas, sendo duas em Santa Cruz do Capibaribe, duas em Caruru e uma em Toritama, além de sete unidades produtivas, quatro em Santa Cruz do Capibaribe, uma em Brejo da Madre de Deus e duas em Santa Maria do Cambucá. Com cerca de 800 colaboradores, a empresa é reconhecida como uma das melhores para se trabalhar e está consolidada entre as maiores indústrias de confecções do Norte/Nordeste.

Marta Ramos, Beatriz e Isabel Xavier (Foto: Fernando Machado)

Aguinaldo Felix, Carlos Sabocinski e Lucas Melo (Foto: Fernando Machado)

Seus produtos hoje chegam a todo o país, principalmente nas regiões Norte e Nordeste, por meio de uma rede de revendedores. A renda da venda dos livros serão destinadas para instituições filantrópicas: Pão é Vida, Lar do Idoso, Associação de Assistência ao Deficiente de Santa Cruz do Capibaribe (AADESC), e Desafio Jovem, todas de Santa Cruz do Capibaribe. A apresentadora foi Paula Lima. Falaram na ocasião o empresário Arnaldo Xavier, o jornalista César Rocha e o empresário João Carlos Paes Mendonça.

Alexandre Gondim e Kakká Campos (Foto: Fernando Machado)

Bruna Cruz, João Paulo Angelim e Kassia Alcantara (Foto: Fernando Machado)

A decoração, das mais bonitas, foi com peças da Ecohus Ambiente Ecologico. O fundo musical ficou por conta do DJ Rob Taussig, que apresentou um setlist dos mais elogiados. Muitos funcionários da Rota do Mar estavam lá prestigiando aquele momento especial. O bufê, excelente foi grifado pelo Solar do Douro e constou de rolinho primavera, tartalete de provolone, goujons de peixe, casquiho de carangueijo com filo, mini-hambuguer, dadinho de tapioca com geleia de pimentão e mini-brochete de camarão com parma.

Cesar Rocha e Wilfred Gadelha (Foto: Fernando Machado)

Larissa Correia, Emidia Felipe e Michele Cruz (Foto: Fernando Machado)

A saga de Arnaldo é um exemplo de vida. Uma criança cheia de sonhos perde o pai aos sete anos e precisa dividir precocemente o tempo da escola com o trabalho. Para ajudar a mãe a criar os quatro irmãos, vendia picolé, cocada e fazia frete na feira. Junto com o irmão um ano mais novo, pedia restos de alimento nas casas para dar aos porcos, cuja venda complementaria a renda da família naqueles tempos difíceis da década de 1970 em Santa Cruz do Capibaribe.

Marta Ramos, Arnaldo Xavier recebendo do coronel Jonas Felix Barbosa a Medalha Pernambucana do Merito Musical Capitão Zuzinha (Foto: Fernando Machado)

Lucas Galindo, Paula Lima e Kakká Campos (Foto: Fernando Machado)

A publicação retrata como a costura mudou a vida da família de Arnaldo Xavier, como ele começou a cortar e a produzir confecções e o caminho cheio de percalços percorrido para que ele fundasse e consolidasse a Rota do Mar, que completa 20 anos na próxima segunda-feira. Líder nato, com o olhar além do seu tempo, Arnaldo conseguiu reunir torno de si e transformar simples trabalhadores em executivos talentosos e operários de primeira linha.