Fernando Machado

Blog

Tag eleita

Akiko Kojima: Miss Universo de 1959

Akiko Kojima sendo coroada por Luz Marina Zuluaga (Foto: Divulgação)

Fez 60 anos ontem que no Long Beach Municipal Auditorium, na Califórnia, a japonesa Akiko Kojima era eleita Miss Universo 1959, tinha 22 anos, e 1m68 de altura, 94cm de busto, 58,5cm de cintura e 96,5 de quadris, que foi coroada pela Miss Universo de 1958, Luz Marina Zuluaga, da Colômbia. Participaram do concurso 34 candidatas e foi o último realizado em Long Beach. A nova sede passou ser Miami, na Florida. O apresentador foi Byron Palma.

Foto oficial das candidatas (Foto: O Cruzeiro)

A comissão julgadora foi composta por Maxwell Amow, Claude Berr, Ghislaine R. De Amador, Chritisne Fox, Palmi Ingvarsson, James H. Noguer, Vion Papamichalis, Joseph Ruttemberg, Vincent Trotta e Paul Wellmann. A Miss Simpatia foi Sodsai Venitwatana (Tailândia), a Miss Fotogenia foi Pamela Anne Searle (Inglaterra) e Garota Popular Oh Hyun Joo (Coréia do Sul).

Foto oficial das demais candidatas (Foto: O Cruzeiro)

O Top 15 foi formado por Carmela Künzel (Alemanha), Hélène Savigny (Bélgica), Olga Pumajero Korkor (Colômbia), Oh Hyun Joo (Coréia do Sul), Françoise St-Laurent (França), Zoidsa “Zoe” Kouroukli (Grécia), Sigridur Thorvaldsdóttir (Islândia), Rina Isaacov (Israel), Zuzanna Cembrowska (Polónia) e Marie-Louise Ekström (Suécia).

O Top 15 (Foto: Getty Images)

E resultado final ficou assim: em 5º lugar Vera Regina Ribeiro do Brasil, em 4º lugar Pamela Anne Searle da Inglaterra, em 3º lugar ficou Terri Lynn Huntingdon dos Estados Unidos em 2º lugar ficou Jorunn Kristjansen da Noruega e a Miss Universo de 1959 foi Akiko Kojima do Japão.

Akiko Kojima de maiô e de vestido de baile (Foto: O Cruzeiro)

Participaram do concurso Carmela Künzel (Alemanha), Liana Cortijo (Argentina), Christine Spatzier (Áustria), Hélène Savigny, (Bélgica), Than Than Aye (Birmânia), Corina Taborga (Bolívia), Vera Regina Ribeiro (Brasil), Eileen Butter (Canadá), Olga Pumajero Korkor, (Colômbia), Oh Hyun Joo (Coréia do Sul), Ziane Monturiel (Costa Rica), Irma Buesa Mas (Cuba).

Vera Ribeiro de maiô e vestido,  e Pamela Anne Searle de maiô (Foto: O Cruzeiro)

Ainda Lisa Stolberg (Dinamarca), Carlota Elena Ayala, (Equador), Terri Lynn Huntingdon (Estados Unidos), Françoise St-Laurent (França), Zoidsa “Zoe” Kouroukli (Grécia), Rogelia Cruz Martínez (Guatemala), Patricia Visser (Havai), Peggy Erwich, (Holanda), Pamela Anne Searle (Inglaterra), Sigridur Thorvaldsdóttir. (Islândia).

Pamela Anne Searle de vestido, Terri Lynn Huntingdon de maiô e vestido (Foto: O Cruzeiro)

E finalmente Rina Isaacov (Israel), Maria Grazia Buccella (Itália), Akiko Kojima (Japão), Josée Pundel (Luxemburgo), Mirna García Dávila (México), Jorunn Kristjansen (Noruega), Guadalupe Mariátegui Hawkis (Peru), Zuzanna Cembrowska (Polónia),  Marie-Louise Ekström (Suécia), Sodsai Venitwatana (Tailândia), Ezel Olcay (Turquia) e Claudia Bernat (Uruguai).

Maria Grazia Buccella da Itália de vestido; Jorunn Kristjansen de maiô e vestido (Foto: O Cruzeiro)

Flashes

Padre Cosmo que está estudando na Itália, aproveita as férias e vem para o Recife, no dia 3 de julho e voltará no inicio de setembro.

A Iguatemi Empresa de Shopping Centers foi eleita pelo 12º ano consecutivo uma das sessenta marcas mais valiosas do país.

O médico João Bosco Oliveira, CEO da Genomika Diagnósticos, laboratório de genética clínica do Exame Fórum Saúde, em São Paulo.

Ruy Porto Carreiro Filho, Rede Grau Técnico, contabiliza 150 mil alunos matriculados e a empregabilidade dos formandos chega a 75%.

Os arquitetos e youtubers do canal Bora Lar, Robe Alves e Babs Hostin conversaram sobre repaginação na loja Sr. Pallet, na Coletive-se.

Ângela Visser vence o Miss U 89

Há 30 anos, Angela Visser, da Holanda, era eleita Miss Universo de 1989, em Cancún, no México. Em 1988 Ângela participou do Miss Mundo e não ficou no Top 5. Sandra Foster da Jamaica ficou no top 15 e foi eleita Miss Mundo de 1992.

Ângela Visser foi eleita Miss Universo de 1989 (Fotos: Divulgação)

No 2º lugar ficou Louice Drerenstam da Suécia, em 3º lugar ficou Gretchen Pollemus dos Estados Unidos, em 4º lugar ficou Joana Gapinala da Polônia e em 5º lugar Adriana Abascal Cieneros do México.

 

Nos tempos das Passarelas

Há 63 anos, acontecia no Hotel Quitandinha em Petrópolis, no Rio de Janeiro, a segunda edição do concurso de Miss Brasil, sob o patrocínio dos Diários Associados. A vencedora foi Maria Emilia Correa Lima, do Ceará, que foi coroada pela Miss Brasil de 1954, a baiana Martha Rocha. Em segundo lugar ficaram empatadas  Annete Stone do Amazonas, Ingrid Schmidt do Estado Rio e Ethel Chiaroni de São Paulo e no terceiro lugar ficou Maria Gilda de Medeiros do Pará. Pernambuco foi representado por Alba Souza Leão Carneiro.

Maria Emilia, Annete Stone, Maria Emilia, Ethel Chiaroni, Ingrid Schmidt e Gilda Mederios (Foto: O Cruzeiro)

Ana Cristina sendo coroada pela Miss U-65, Aspa Hongsakula e pela Miss B-65 Maria Raquel (Foto: Manchete e O Cruzeiro)

Há 52 anos, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, Ana Cristina Ridizi (1947/2015), representante do Estado da Guanabara, foi eleita Miss Brasil de 1966 e foi coroada por Maria Raquel de Andrade, Miss Brasil de 1965. O Top 8 foi formado por Francy Carneiro Nogueira (Ceará), Ana Cristina Ridzi (Guanabara), Marluce Manvailler (Mato Groso), Virginia Barbosa (Minas Gerais), Clara Cunha (Rio Grande do Sul), Ana Maria Façanha Gaspar (Rondônia), Glaucia Zimermann (Santa Catarina) e Tania Maria Zattar (São Paulo). O resultado final: 4º lugar Virginia Barbosa de Souza, em 3º lugar Francy Carneiro Nogueira, em 2º lugar Marluce Manvailler Rocha. Miss Pernambuco foi Raiolanda Castelo Branco.

  • 1 2 4