Fernando Machado

Blog

Categoria Notícias da Alemanha

Notícias da Alemanha

A entrada de capitais dos Emirados Árabes Unidos estabilizou a situação financeira do grupo Daimler, que encontrou um parceiro estratégico de longo prazo no fundo estatal árabe Aabar. Cerca de dois bilhões de euros deverão ser investidos na otimização dos motores de combustão e em carros elétricos. A parceria também minimizou o perigo de que um fundo Hegde, que não tem propostas futuras e que pode até mesmo prejudicar a fábrica, se tornasse o principal acionário da Daimler.

A Bosch, a maior fornecedora de peças para carros do mundo, criou uma empresa de energia solar. Em Arnstadt, no estado da Turíngia, a chanceler federal Angela Merkel participou do lançamento da pedra fundamental da Ersol. A nova empresa da Bosch deverá investir cerca de 530 milhões de euros até 2012 na construção de fábricas para a produção de células solares e centros de pesquisa e na criação de 1.100 novos postos de trabalho. Quem nos informa é Martin Mahn, do Consulado Geral da Alemanha.

Notícias da Alemanha

Hoje será realizado o encontro do G-20, grupo que reúne os países mais ricos e os principais emergentes para discutir medidas contra as crises financeira e econômica mundiais. O ministros alemães Frank-Walter Steinmeier (Relações Exteriores) e Sigmar Gabriel (Meio Ambiente) participarão do programa ecológico e de desenvolvimento sustentável do encontro.

Em seu discurso em Berlim, o presidente alemão Horst Köhler pediu união ao Governo federal, em face da atual conjuntura econômica. “A crise não é palco para brigas. Ela é uma prova para a democracia”, disse. Köhler também acrescentou que “as eleições para o parlamento federal não suspendem a responsabilidade do governo no atual cenário”. O discurso foi esperado com muita tensão, já que no dia 23 de maio, Horst Köhler será candidato à reeleição para mais cinco anos de mandato. Quem nos informa é Martin Mahn, do Consulado Geral da Alemanha.

Notícias da Alemanha

O Grupo Midiático DuMont, da cidade de Colônia, lançou no dia 16 de março um histórico de suas atividades durante o período do Terceiro Reich. O trabalho é um retrato da idade negra da liberdade de imprensa. O estudo, escrito pelo historiador Manfred Pohl, foca-se no fundador da companhia, Kurt Neven DuMont. O autor conclui que, embora DuMont tenha sido membro do partido nazista até 1937, o mesmo não apoiou Hitler e tentou ajudar alguns de seus funcionários ameaçados pelo regime.

A alemã Siemens e suas parceiras regionais fecharam novo negócio com a China. O país encomendou mais 100 novos trens de alta velocidade. A Siemens fornecerá componentes no valor de 750 milhões de euros, enquanto a montagem dos veículos será realizada pelas empresas parceiras na China. Quem nos informa é Martin Mahn, do Consulado Geral da Alemanha.