Fernando Machado

Blog

Tag copa

Anotações do Cotidiano

No próximo dia 22, às 16h, na Base Naval de Natal, no Rio Grande do Norte, o almirante Joese Bandeira Leandro passa o comando do III Distrito Naval, para o contra almirante Alan Guimarães Azevedo. O almirante Leandro que passou para a reserva remunerada tem muitos amigos no Recife.

O hotel Novo Mundo, leia-se Diego Cosac, construído na Praia do Flamengo, para receber as delegações da Copa do Mundo de 1950, vai fechar depois de 69 anos de atividade. O Rio de Janeiro continua em decadência no setor de turismo. Foi nesse hotel que Pelé dormiu no dia que marcou seu milésimo.

Nossa Bandeira Jamais será Vermelha

Participei ontem à noite, na Avenida Boa Viagem, de uma comemoração emocionante. O que presenciei ontem me fez fazer uma viagem aos anos quarenta quando terminou a II Guerra Mundial. As famílias e os amigos se abraçando e muitas pessoas chorando, quando surgiu no telão o resultado da vitória de Jair Bolsonaro para Presidente do Brasil. Eu sai do II Jardim às 21h, pelo calçadão, ainda tinha gente chegando para comemorar.

Quando a Record anuncia o resultado final (Foto: Fernando Machado)

Uma carreata de veículos que não terminava. Jovens e crianças enrolados com a Bandeira do Brasil. Somente via isso nas Copas do Mundo. E coube ao Capitão unir os brasileiros. Conseguiu trazer de volta a brasilidade, que estava fora de moda. Uma lua esplendida testemunhou que todo poder emana do povo. E não esquecer que ontem era o Dia de São Judas Tadeu, o santo dos aflitos e das causas impossíveis. Não esquecer a queima de fogos de artifícios. Linda demais.

Ninguém segura a juventude do Brasil (Foto: Fernando Machado)

A partir de janeiro vamos ter um novo Brasil, sem mentiras, sem corrupções, com democracia e sem anarquia. O Brasil deverá ser passado alimpo. E lembrando a canção de Dom, da dupla Dom e Ravel, embalada para a Copa de 70: “Eu te amo, meu Brasil, eu te amo / Meu coração é verde, amarelo, branco, azul-anil / Eu te amo, meu Brasil, eu te amo / Ninguém segura a juventude do Brasil”. E como escreveu Nelson Ferreira “Quando o povo decide / Não há quem dê jeito”.

Flashes

A França está de parabéns por ter vencido a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. O deus de ébano Mbappé foi a revelação da Copa.

A Croácia também merece aplausos. Terminado o jogo contra a França foi cumprimentar a torcida. Luka Modric foi o melhor jogador da Copa.

Já o time do Brasil, ao perder para a Bélgica saiu de campo sem cumprimentar ninguém. Os atletas brasileiros só pensam em dinheiro. A torcida, por sinal em grande escola, ficou a ver navios. Eu acho é pouco.

O vice-cônsul de Portugal, Marco Ferreira de Melo segue na próxima quinta-feira para uma temporada de férias por Lisboa.

O medico Luciano Teixeira seguindo até Lisboa, onde vai comemorar seu aniversário. Volta no próximo dia 29.

A diva da dermatologia Sarita Martins esteve em São Paulo, onde participou do I Congresso internacional de Low-carb, no Sheraton.

No dia que Martha Vasconcellos comemorou 50 anos de Miss Universo, o jornal Globo do Rio, dedicou uma reportagem para ela.

O Cláudio Fonseca, do Hotel Highlander, em Gravatá, promove aos sábados, Festival Gastronômico, com as cozinhas francesa, italiana.

Fatos Diversos

Quero agradecer os leitores do blog pelos e-mails e telefonemas que nos mandaram por conta da reportagem de ontem sobre a primeira Copa do Mundo do Brasil. A jornalista Wanessa Campos escreveu: “Só você  mesmo para lembrar da COPA de 58,  que faz 60 anos! Nomes dos jogadores e tudo. Arrasou! Para os jornais locais, o fato passou batido”.

Até o dia 9 de julho acontece no Shopping Recife uma mostra reunindo artigos das Copas do Mundo de 1930 a 2014. As peças raras fazem parte do acervo dos colecionadores Marcelo Monteiro e Alex Braga. A exposição é um projeto de iniciativa do Grupo GPS, criado em Salvador, na Bahia, com atuação em todo o país.