Fernando Machado

Blog

O sim de Rachel e Paulo

Aconteceu no final da tarde de sexta-feira, o casamento de Rachel e Paulo, filhos dos casais Judith e Alexandre José Beltrão Moura e Maria Beatriz e Luiz Fernando Bandeira de Mello, na Coudelaria Souza Leão, localizada na Várzea. Foi criada uma capela cenográfica sob a centenária Buchenavia. No tablado se ergueu um altar, onde repousava uma imagem de Nossa Senhora do Rosário, do acervo do pai do noivo, datada do século XIX.

Rachel e Alexandre Beltrão Moura seguindo para o altar (Foto: Fernando Machado)

Paulo com os pais Luiz Fernando e Maria Beatriz (Foto: Fernando Machado)

Além do genuflexório, tinhas quatro cadeiras à Luiz XV, onde ficaram Judith e Alexandre José, Maria Beatriz e Luiz Fernando. A cerimônia foi conduzida pelo Monsenhor Luciano. Às 16h30 a Orquestra Bravo de Alexandre Lemos formada por 10 instrumentos e quatro vozes, sob a regência do maestro Dierson Torres, executou a Valsa da Bela Adormecida de Tchaikovsky, para a entrada dos padrinhos.

Isis e José Joaquim de Almeida Neto (Foto: Fernando Machado)

Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho, Gabriela, Marcia e Luiz Antonio Gatti (Foto: Fernando Machado)

Na sequencia entraram os pais do noivo, Luiz Fernando by Ricardo Almeida e Maria Beatriz by Lucia Spessatto, ao som Your Song de Elton John. Depois ingressou pela nave central o noivo, Lucas by Ricardo Almeida e a mãe Judith, tendo como fundo musical Nothing Else Matters de Metallica. De repente pode-se se ouvir a Marcha Nupcial de Wagner, e todos se levantaram para ver a entrada de Rachel.

Rachel e Alexandre José Beltrão Moura (Foto: Fernando Machado)

Alexandre e Letícia Lemos (Foto: Fernando Machado)

Um detalhe Rachel não usou mantilha. O modelo foi criado pela figurinista Lucia Spessatto. Quando Rachel entrou pela nave central, ao lado do pai, Alexandre José, a orquestra tocou All of Me de John Legend. O publico pode ouvir musica de Elvis Presley, the Beatles, para citar apenas estas perolas musicais. Rachel e Paulo deixaram o local ao som de Crazy Little Thing Called Love de Fred Mercury. O ministério musical com a Bravo lembrava um concerto. Lindo demais.

Bruno Barros e Sadi Machado (Foto: Fernando Machado)

Jean Malta e Mariana Lameu (Foto: Fernando Machado)

O cerimonial foi de Ana Helena. Amanhã escreverei sobre a recepção. A Coudelaria fica encravada num verdadeiro santuário da mata atlântica, ou seja, num jardim celestial e de quebra uma vista colossal do Recife. A decoração linda, foi grifada pela Verde Decoração, leia-se Maria Odete Souto, Fabiano Reis e Silvio Medeiros. A nave virou uma jardineira de ásteres roxos, e lisianthus brancos saindo de cestos. Dando uma notável visão do ambiente.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.