Fernando Machado

Blog

De volta para o passado

Há 110 anos, nascia em Pernambuco, o reitor Murilo de Barros Guimarães, que morreu no dia 8 de março de 2003.

Há 80 anos, no palacete de Associação dos Empregados do Comercio, na Rua da Imperatriz, acontecia o vernissage do pintor Nilo Porpino.

Há 55 anos, a seleção feminina de vôlei de Pernambuco, ao vencer a de Minas Gerais, por 3×2, era campeã do JUBS. PE jogou com Conceição Selva, Miriam, Vera Lopes, Ivanise, Nercy, Ester, Teresa, Cirene e Helena Amazonas.

Há 55 anos, a norte-americana Ruth Hills, que fundou há 26 anos, a ACF, veio de Corpus Christ, nos EUA, morar no Recife. (Tela de Fedora Fernandes)

Há 65 anos, Luiz Maranhão se despedia dos palcos, depois de 30 anos, encenando a peça Casa Grande e Senzala, no Teatro de Santa Isabel. A peça foi dirigida por José Carlos Cavalcanti, adaptada do livro de Gilberto Freyre.

Há 60 anos, se apresentava no Náutico, a Orquestra Cassino de Sevilha.

Há 52 anos, se casavam na Igreja da Soledade, Tânia e Fernando Campello. A cerimônia foi conduzida por Padre Guedes.

Há 50 anos, morria em São Paulo, o jogador Arthur Friedenreich, que nasceu no dia 18 de julho de 1892.

Há 45 anos, morria em Pernambuco, o poeta Luiz Delgado, que nasceu no dia 11 de abril de 1906. (Foto: Reprodução Dalva Oliveira)

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.