Fernando Machado

Blog

Crise no Colégio da PMPE

Indignado com a designação do coronel Carlos Feitosa para presidir uma comissão destinada a analisar o sistema de ensino do Colégio da Polícia Militar, o coronel Elísio Viana entregou o comando do estabelecimento e foi removido para a Diretoria de Pessoal da Corporação.

Para o seu lugar foi designado o tenente coronel Marcos Campelo Lira. O caso gerou muito tititi entre os coronéis, pois Elísio, como comandante do colégio, não foi informado da portaria e não aceitou a chamada intervenção branca. Comenta-se que não inclusão de seu nome na comissão tem a ver como fato de ele ser presidente da recém-criada Associação dos Oficiais Força e Honra.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.