Fernando Machado

Blog

Categoria Miss

Gemma Cruz é a Miss Internacional de 1964

Há 55 anos, acontecia em Long Beach, na California o Miss Beleza Internacional de 1964. A vencedora foi Gemma Guerrero Cruz das Filipinas. O Miss International Beauty Pageant foi fundado em 1960 pelo empresário norte-americano Vincent Trotta. Em 1972 o concurso foi vendido para a Associação Cultural do Japão. Em 1968 o concurso se transferiu para Tóquio e a vencedora foi Maria da Gloria Carvalho do Brasil.

Gemma Guerrero Cruz sendo coroada pelo ator Hugh O’Obrien (Foto: Internedt)

Top 15: Monika Brugger (Alemanha), Viviana Rosa Dellavedova (Argentina), Kathleen Foenander (Ceilão), Vera Lucia Couto dos Santos (Brasil), Linda Taylor (Estados Unidos), Gemma Guerrero Cruz (Filipinas), Maila Östring (Finlandia), Tracy Ingram (Inglaterra), Elisabeth Ottosdóttir (Islandia), Daphna Chrisholm Noy (Israel), Naoko Matsui (Japão), Lee Hye-jin (Coreia), Helen Iggo (Nova Zelândia), Birgitta Alverljung (Suécia) e Lisla Negrón (Venezuela).

O Top 15 (Foto: Manchete)

Resultado final: 5º lugar Maila Östring (Finlandia), em 4º lugar Tracy Ingram (Inglaterra), em 3º lugar Vera Lucia Couto dos Santos (Brasil), em 2º lugar Linda Taylor (Estados Unidos) e a vencedora foi Gemma Cruz das Filipinas, que foi coroada pela Miss International Beauty Pageant de 1963, Mariem Velazco, da Venezuela. A Miss Fotogenia foi Vera Lucia Couto dos Santos do Brasil.

Gemma Cruz e Vera Couto dos Santos se abraçando de trajes de banho (Fotos: Manchete)

Participaram do concurso: Viviana Dellavedova (Argentina), Janice Taylor (Australia), Erika Augustin (Áustria), Eliane Stockmans (Bélgica), Vera Lucia Couto dos Santos (Brasil), Jane Mita (Canadá), Kathleen Foenander (Ceilão), Leonor Duplat Sanjuán (Colômbia), Alice Bjorn Andersen (Dinamarca), Mildred Almonte Rouas (Republica Dominicana), Maria Mendoza Velez (Equador), Tracy Ingram (Inglaterra), Maila Östring (Finlândia), Brigitte Pradel (França).

Pamela Borgfeldt do Alabama, Vera Couto do Brasil, Brigitte Pradel da França e Barbara Mcglothlin do Arkansas (Foto: Manchete)

Ainda Monika Brugger (Alemanha), Maria Schinaraki (Grécia), Dóris Sablan (Guam), Henny Van Der Berg (Holanda), Elisabeth Ottosdóttir (Islândia), Joan Power (Irlanda), Daphna Chrisholm Noy (Israel), Naoko Matsui (Japão), Lee Hye-jin (Coreia), Norma Dorothy Davis (Libéria), Jeanny Hubert (Luxemburgo), Helen Iggo (Nova Zelandia), Ileana del Carmen Rojas Arana (Nicarágua), Inger Sande (Noruega), Gloria Navarrete (Panamá).

Vera Lúcia Couto dos Santos com sua baiana estilizada (Foto: O Cruzeiro)

E finalmente Gladys González (Peru), Gemma Cruz (Filipinas), Zoe Foy Santiago (Porto Rico), Dorothy Smallman (Escócia), Lorraine Mason (África do Sul), Lucia Pilar Herrera (Espanha), Birgitta Alverljung (Suécia), Philippina Chao Ling-yu (Taiwan), Lea Avaemai (Taiti), Ayten Ornek (Turquia), Linda Taylor (Estados Unidos), Lisla Negrón (Venezuela), e Pamela Martin (Escócia). Informação importante: As candidatas ao Miss Estados Unidos participavam do Miss Beleza Internacional, tanto que Miss Washingtom, Melinda Rae Johnson foi eleita Miss Simpatia.

Akiko Kojima: Miss Universo de 1959

Akiko Kojima sendo coroada por Luz Marina Zuluaga (Foto: Divulgação)

Fez 60 anos ontem que no Long Beach Municipal Auditorium, na Califórnia, a japonesa Akiko Kojima era eleita Miss Universo 1959, tinha 22 anos, e 1m68 de altura, 94cm de busto, 58,5cm de cintura e 96,5 de quadris, que foi coroada pela Miss Universo de 1958, Luz Marina Zuluaga, da Colômbia. Participaram do concurso 34 candidatas e foi o último realizado em Long Beach. A nova sede passou ser Miami, na Florida. O apresentador foi Byron Palma.

Foto oficial das candidatas (Foto: O Cruzeiro)

A comissão julgadora foi composta por Maxwell Amow, Claude Berr, Ghislaine R. De Amador, Chritisne Fox, Palmi Ingvarsson, James H. Noguer, Vion Papamichalis, Joseph Ruttemberg, Vincent Trotta e Paul Wellmann. A Miss Simpatia foi Sodsai Venitwatana (Tailândia), a Miss Fotogenia foi Pamela Anne Searle (Inglaterra) e Garota Popular Oh Hyun Joo (Coréia do Sul).

Foto oficial das demais candidatas (Foto: O Cruzeiro)

O Top 15 foi formado por Carmela Künzel (Alemanha), Hélène Savigny (Bélgica), Olga Pumajero Korkor (Colômbia), Oh Hyun Joo (Coréia do Sul), Françoise St-Laurent (França), Zoidsa “Zoe” Kouroukli (Grécia), Sigridur Thorvaldsdóttir (Islândia), Rina Isaacov (Israel), Zuzanna Cembrowska (Polónia) e Marie-Louise Ekström (Suécia).

O Top 15 (Foto: Getty Images)

E resultado final ficou assim: em 5º lugar Vera Regina Ribeiro do Brasil, em 4º lugar Pamela Anne Searle da Inglaterra, em 3º lugar ficou Terri Lynn Huntingdon dos Estados Unidos em 2º lugar ficou Jorunn Kristjansen da Noruega e a Miss Universo de 1959 foi Akiko Kojima do Japão.

Akiko Kojima de maiô e de vestido de baile (Foto: O Cruzeiro)

Participaram do concurso Carmela Künzel (Alemanha), Liana Cortijo (Argentina), Christine Spatzier (Áustria), Hélène Savigny, (Bélgica), Than Than Aye (Birmânia), Corina Taborga (Bolívia), Vera Regina Ribeiro (Brasil), Eileen Butter (Canadá), Olga Pumajero Korkor, (Colômbia), Oh Hyun Joo (Coréia do Sul), Ziane Monturiel (Costa Rica), Irma Buesa Mas (Cuba).

Vera Ribeiro de maiô e vestido,  e Pamela Anne Searle de maiô (Foto: O Cruzeiro)

Ainda Lisa Stolberg (Dinamarca), Carlota Elena Ayala, (Equador), Terri Lynn Huntingdon (Estados Unidos), Françoise St-Laurent (França), Zoidsa “Zoe” Kouroukli (Grécia), Rogelia Cruz Martínez (Guatemala), Patricia Visser (Havai), Peggy Erwich, (Holanda), Pamela Anne Searle (Inglaterra), Sigridur Thorvaldsdóttir. (Islândia).

Pamela Anne Searle de vestido, Terri Lynn Huntingdon de maiô e vestido (Foto: O Cruzeiro)

E finalmente Rina Isaacov (Israel), Maria Grazia Buccella (Itália), Akiko Kojima (Japão), Josée Pundel (Luxemburgo), Mirna García Dávila (México), Jorunn Kristjansen (Noruega), Guadalupe Mariátegui Hawkis (Peru), Zuzanna Cembrowska (Polónia),  Marie-Louise Ekström (Suécia), Sodsai Venitwatana (Tailândia), Ezel Olcay (Turquia) e Claudia Bernat (Uruguai).

Maria Grazia Buccella da Itália de vestido; Jorunn Kristjansen de maiô e vestido (Foto: O Cruzeiro)

Miriam Stevenson X Martha Rocha  

Foto oficial das candidatas (Foto: Manchete)

Hoje faz 65 anos, que acontecia no Long Beach Municipal Auditorium, na Califórnia, o concurso de Miss Universo de 1954, com a participação de 33 candidatas. Tivemos um desfile, na Pacific Ocean Drive, das candidatas de maiô, num carrinho puxado por marinheiros. Era a primeira vez que o Brasil participava do concurso. A vencedora foi Miriam Stevenson (Miss Estados Unidos) e em segundo lugar Martha Rocha (Miss Brasil). A brasileira era considerada o mais bonito rosto do concurso, favorita absoluta entre os 200 jornalistas e fotógrafos que cobriam o evento.

Doze candidatas das 16 (Foto: O Cruzeiro)

O Top 16 (Foto: O Cruzeiro)

Elas empataram no primeiro lugar e o júri formado por nove membros decidiu que o corpo de Miriam (36-23-36) era mais perfeito. Martha (36-23-38) tinha duas polegadas a mais nos quadris. Na época o Miss Estados Unidos acontecia paralelamente ao Miss Universo. A comissão foi formada pelas atrizes Julie Adams, Piper Laurie e Susan Ball, pelos artistas plásticos Alberto Varga, Milo Anderson e Vincent Trota, pelo escultor Yucca Salamunich, pelo maquiador Bud Westmore e pelo fotografo Tom Kelly.

As misses no palco em traje de noite. Martha Rocha é a segunda da esquerda para direita (Foto: Getty)

Apresentador Bob Russell apresentou as 16 semifinalistas. Regina Ernst (Alemanha), Ivana Kislinger (Argentina), Martha Rocha (Brasil), Gloria Mesina (Chile), Marian McKeown (Costa Rica), Miriam Stevenson (Estados Unidos), Blesilda Ocampo (Filipinas), Jacqueline Beer (França), Rika Diallina (Grécia), Virgínia Chün (Hong Kong), Maria Teresa Paliani (Itália), Mona Stornes (Noruega), Liliana Torre (Panamá), Isabella Velarde (Peru), Ragnhild Olausson (Suécia) e Ana Moreno (Uruguai).

Todas as candidatas em traje de noite no palco (Foto: Divulgação)

Efi Andoroulakakis (Grecia) foi eleita Miss Simpatia e Martha Rocha a Garota mais Popular do concurso. Efi ficou em segundo lugar no Miss Grécia e foi enviada ao Miss Universo, porque a vencedora Rika Diallina, teve problemas na imigração, que depois foi resolvido. E finalmente saiu o resultado em quinto lugar ficou Ragnhild Olausson (Suécia), em quarto lugar Regina Ernst (Alemanha), em terceiro lugar Virgínia Chün (Hong Kong), em segundo lugar Martha Rocha (Brasil) e em primeiro lugar Miriam Stevenson (Estados Unidos).

Virginia June Lee, Martha Rocha, Miriam Stevenson, Regina Ernst e Ragnhild Olausson (Foto: Divulgação)

Participaram do concurso Charlein Lander (Alasca), Regina Ernst (Alemanha), Ivana Kinslinger (Argentina), Shirley Bliss (Austrália), Christiane Neckaerts (Bélgica), Martha Rocha (Brasil), Joyce Landry (Canadá), Gloria Legisos (Chile), Marjorie Lee (Cingapura), Kae Sun-Hae (Coréia d Sul), Marian McKeown (Costa Ricar), Isis Garcia (Cuba), Myrna Ros Orozco (El Salvador), Miriam Stevenson (Estados Unidos), Blesilda Ocampo (Filipinas), Lenita Airisto (Finlândia), Jacqueline Beer (França).

Miriam Stevenson depois de coroada pela Miss U 53, Cristiane Martel (Foto: Cruzeiro)

Ainda Rika Dialina (Grécia), Liliam Padilha (Honduras), Virginia June Lee (Hong Kong), Evelyn Andrade (Indias Ocidentais), Aviva Peer (Israel), Maria Teresa Paliani (Itália), Mieko Kondo (Japão), Elvira Olvera (México), Mona Stornes (Noruega), Moananui Manley (Nova Zelândia), Liliana Torre (Panamá), Isabella Dancuart (Perú), Lucy Santiago (Porto Rico), Ragnhild Olausson (Suécia), Am-mara At-savanon, (Tailândia) e Ana Moreno (Uruguai).

Os atores Jeff Chandler e Tony Curtis aproveitaram para beijar Martha Rocha (Foto: O Cruzeiro)

Informação importante: Miriam Stevenson tinha 36 polegadas de busto e de quadris e sua cintura 24 polegadas. Já Marta Rocha tinha 36 polegadas de busto, 38 polegadas de quadris e 23 polegadas de cintura. Foi o jornalista João Martins, da revista O Cruzeiro, quem criou a lenda das duas polegadas a mais. Então Pedro Caetano, Alcyr Pires Vermelho e Carlos Renato compuseram a marchinha carnavalesca, Duas Polegadas, gravada pela própria Martha Rocha. Veja a parte final do concurso:

https://www.youtube.com/watch?v=OwvCiQFBkLI

Martha Rocha na Pacific Ocean Drive sendo puxado por marinheiros (Fotos: O Cruzeiro)

Martha Rocha em outro angulo na Pacific Ocean (Foto: O Cruzeiro)

O Chá das Misses

Eduardo, Alexsandro, Bianca Figueiroa, Arthur, Gabriel, Herbert e Bruno (Foto: Acervo de Fernando Machado)

Há 24 anos acontecia no Mar Hotel uma tarde beneficente intitulada No Tempo das Passarelas. Um encontro que reuniu Misses Pernambuco de vários anos. Sem dúvida o creme de la crema da nossa sociedade prestigiou o evento de grande alcance social. A renda foi destinada para os aidéticos do Hospital Oswaldo Cruz teve o patrocínio da Associação Amigos da Esperança, leia-se a presidente Nizete Abdenor Mendonça.

Zilene de Sá Torres, Maria Euthymia Pimentel, Ana Lúcia Caldas e Simone Valença Duque (Foto: Acervo de Fernando Machado)

Além das 15 pernambucanas, da Miss Bahia de 1959, Maria Euthymia Manso Pimentel, que usou o mesmo modelo da Casa Canadá no concurso de Miss Brasil de 1959, mostraram seus looks Leni Rodrigues, Beautiful People de Flora Lima, Cris e Luci Moda Praia de Cristina Bondan e Lúcia de Souza. Os sapatos foram da Datelli de Zenia Brito e da Diagonal de Ana Cabral. Sem dúvida uma tarde de sucesso.

Simone Augusto, Zilene de Sá Torres, Vera Maria Silva e Raiolanda Castelo Branco (Foto: Acervo de Fernando Machado)

Participaram do encontro as misses Nelbe Souza Chateaubriand (1956), Sonia Maria Campos (1958), Raiolanda Castelo Branco Perman (1966), Vera Maria Silva (1967), Maria Jerusa Farias (1969) que usou o mesmo modelo by Marcilio Campos no Miss Brasil, Ana Almeny Dias Cardoso (1970), Matilde Souza Terto (1976), Zilene de Sá Torres (1977), Ângela Agra Galvão (1978), Ana Lúcia Caldas (1980), Rita de Cássia Spencer (1981), Simone Valença Duque (1982), Monica Cardoso Lima (1983), Simone Augusto da Silva (1985) e Bianca Figueiroa Alves (1984).

Rita de Cássia Spencer, Ângela Agra e Sonia Maria Campos (Foto: Acervo de Fernando Machado)

Apresentaram as coleções os modelos Alexsandro, Arthur, Eduardo, Estevão, Gabriel, Gilberto, Herbert, Pierre, Plinio, Alexsandra, Ana Leticia, Bianca, Érica, Fernanda e Sueny. O fundo musical foi de Leonel e Evaldo Matos. A trilha sonora de Geraldo Melo Jr, cenário da arquiteta Cremilda Martins, a maquiagens e penteados do papa Almir da Paixão, e a filmagem Silas da Costa e Silva. A hostess foi a jornalista Regina Beltrão.

Ana Almeny Dias Cardoso, Bianca Figueiroa, Matilde de Souza Terto e Nelbe Chateubriand (Foto: Acervo de Fernando Machado)

E como patronesses estavam Aliete Duque de Miranda, Anete Cunha, Berenice Andrade Lima, Celeida Nevaris, Cleide Rios, Eliane Lundgren, Fátima Sá, Geralda Farias, Iracema Toscano, Ivone Ximenes, Lenir Barros, Lígia Arruda, Livia Menelau, Moiselita Santos, Marlene Domingues, Maria Euthymia Pimentel, Milene Sterenberg, Neli Ribeiro, Ruth Nascimento, Terezinha Guidotti, Thila Rocha, Sarita Martins, Sueli Rossiter e Vera Arminstrong.

Mônica Cardoso Lima (Foto: Acervo de Fernando Machado)