Fernando Machado

Blog

Categoria Miss

Em tempo de passarela

No próximo dia 26, no Jesse M. Robredo Coliseum, em Naga, nas Filipinas, teremos a escolha da Miss Terra de 2019. Participam do concurso 86 candidatas. A vitoriosa receberá a coroa da Miss Terra de 2018, a vietnamita Phương Khanh Nguyễn. O Brasil será representado por Maria Gabriel Batistela.

Miss Terra de 2018, Phương Khanh Nguyễn (Foto: Concurso)

O missólogo Italo Brasil, postou no seu face que “Acabo de saber da organização Miss Egito Universo que o Miss Universo 2019 será em 19 de Dezembro (quinta-feira) na Coréia do Sul! Vamos aguardar agora a Confirmação da Organização Oficial Miss Universo”. Espero que não seja fake.

É tempo de passarela

Todas as representantes mundiais (Foto: Concurso)

Com a participação de 31 candidatas, tivemos no Centro de Convenções Simon Bolivar, em Guaiatil, no Equador, a escolha da Miss Continentes Unidos de 2019. A vencedora foi Anairis Cadavid Ardila, de 1m70 de altura e 24 anos de idade, da Colômbia que foi coroada pela mexicana Andrea Saenz, Miss Continentes Unidos de 2018.

Eliza, Kênia, Charlotte, Anairis, Nerone e Maneerat (Foto: Concurso)

Os apresentadores foram Roberto Rodriguez e Claudia Schiess, Miss Equador 2011. O melhor traje tipico foi para Eliza Quiñónez do Equador. A Miss Simpatia foi Fabiana Andrea Ayaviri da Bolivia e o melhor corpo foi para a Maria José Bracho Barrios da Venezuela. A Miss Brasil Thylara Brenner não ficou no Top 10.

O melhor Traje Típico coube à Eliza Quiñónez  (Foto: Concurso)

No Top 10 ficaram Nerone Schutte (Africa do Sul), Anairis Cadavid Ardila (Colombia), Eliza Quiñónez Godoy (Equador), Charlotte Miralles (França), Kenia Ponce Beltrán (Mexico), Carmen Isabel Jaramillo Velarde (Panamá), Marjory Milagros Patiño López (Peru), Yekaterina Pavlovna Agapova (Rússia), Maneerat Daengprasert (Tailandia) e Maria Jose Bracho Barrios (Venezuela).

Miss Continentes Unidos de 2018, Andréa Sáenz (Foto: Concurso)

No 6º lugar ficou Nerone Schutte da África do Sul, no 5º lugar ficou Charlotte Miralles da França, no 4º lugar ficou Maneerat Daengprasert da Tailandia, em 3º lugar ficou Kenia Ponce do México, no 2º lugar ficou Eliza Quiñónez do Equador e a vencedora foi Anairis Cadavid Ardila da Colômbia.

Miss Brasil, Thylara Brenner, desfilando de traje de banho (Foto: Concurso)

Miss Brasil Beleza Internacional de 2019

Quinta-feira, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, aconteceu o Miss Brasil Beleza Internacional de 2019. Participaram do concurso 15 candidatas. A carioca representando Pernambuco, Isabella Oliveira faturou o 2º lugar.

As misses Pâmela Calderolli, Dulce Torres, Livia Heinkel, Isabella Oliveira e Carolina Stanskevicius no Municipal (Foto: Instagram)

No 5º lugar ficou Pâmela Calderolli de Santa Catarina, em 4º Dulce Torres de Minas Gerais, em 3º Livia Heinkel do Rio Grande do Sul e a vencedora foi Carolina Stanskevicius do Rio de Janeiro.

Gemma Cruz é a Miss Internacional de 1964

Há 55 anos, acontecia em Long Beach, na California o Miss Beleza Internacional de 1964. A vencedora foi Gemma Guerrero Cruz das Filipinas. O Miss International Beauty Pageant foi fundado em 1960 pelo empresário norte-americano Vincent Trotta. Em 1972 o concurso foi vendido para a Associação Cultural do Japão. Em 1968 o concurso se transferiu para Tóquio e a vencedora foi Maria da Gloria Carvalho do Brasil.

Gemma Guerrero Cruz sendo coroada pelo ator Hugh O’Obrien (Foto: Internedt)

Top 15: Monika Brugger (Alemanha), Viviana Rosa Dellavedova (Argentina), Kathleen Foenander (Ceilão), Vera Lucia Couto dos Santos (Brasil), Linda Taylor (Estados Unidos), Gemma Guerrero Cruz (Filipinas), Maila Östring (Finlandia), Tracy Ingram (Inglaterra), Elisabeth Ottosdóttir (Islandia), Daphna Chrisholm Noy (Israel), Naoko Matsui (Japão), Lee Hye-jin (Coreia), Helen Iggo (Nova Zelândia), Birgitta Alverljung (Suécia) e Lisla Negrón (Venezuela).

O Top 15 (Foto: Manchete)

Resultado final: 5º lugar Maila Östring (Finlandia), em 4º lugar Tracy Ingram (Inglaterra), em 3º lugar Vera Lucia Couto dos Santos (Brasil), em 2º lugar Linda Taylor (Estados Unidos) e a vencedora foi Gemma Cruz das Filipinas, que foi coroada pela Miss International Beauty Pageant de 1963, Mariem Velazco, da Venezuela. A Miss Fotogenia foi Vera Lucia Couto dos Santos do Brasil.

Gemma Cruz e Vera Couto dos Santos se abraçando de trajes de banho (Fotos: Manchete)

Participaram do concurso: Viviana Dellavedova (Argentina), Janice Taylor (Australia), Erika Augustin (Áustria), Eliane Stockmans (Bélgica), Vera Lucia Couto dos Santos (Brasil), Jane Mita (Canadá), Kathleen Foenander (Ceilão), Leonor Duplat Sanjuán (Colômbia), Alice Bjorn Andersen (Dinamarca), Mildred Almonte Rouas (Republica Dominicana), Maria Mendoza Velez (Equador), Tracy Ingram (Inglaterra), Maila Östring (Finlândia), Brigitte Pradel (França).

Pamela Borgfeldt do Alabama, Vera Couto do Brasil, Brigitte Pradel da França e Barbara Mcglothlin do Arkansas (Foto: Manchete)

Ainda Monika Brugger (Alemanha), Maria Schinaraki (Grécia), Dóris Sablan (Guam), Henny Van Der Berg (Holanda), Elisabeth Ottosdóttir (Islândia), Joan Power (Irlanda), Daphna Chrisholm Noy (Israel), Naoko Matsui (Japão), Lee Hye-jin (Coreia), Norma Dorothy Davis (Libéria), Jeanny Hubert (Luxemburgo), Helen Iggo (Nova Zelandia), Ileana del Carmen Rojas Arana (Nicarágua), Inger Sande (Noruega), Gloria Navarrete (Panamá).

Vera Lúcia Couto dos Santos com sua baiana estilizada (Foto: O Cruzeiro)

E finalmente Gladys González (Peru), Gemma Cruz (Filipinas), Zoe Foy Santiago (Porto Rico), Dorothy Smallman (Escócia), Lorraine Mason (África do Sul), Lucia Pilar Herrera (Espanha), Birgitta Alverljung (Suécia), Philippina Chao Ling-yu (Taiwan), Lea Avaemai (Taiti), Ayten Ornek (Turquia), Linda Taylor (Estados Unidos), Lisla Negrón (Venezuela), e Pamela Martin (Escócia). Informação importante: As candidatas ao Miss Estados Unidos participavam do Miss Beleza Internacional, tanto que Miss Washingtom, Melinda Rae Johnson foi eleita Miss Simpatia.