Fernando Machado

Blog

Viva Burle Marx!

Em pleno auditório ao ar livre, nos jardins, cenário perfeito para discutir, e se homenagear os 100 anos de Burle Marx, o MAC-PE ofereceu, terça-feira, uma noite de gala aos amantes da cultura. Pois bem, foi neste cenário que aconteceu uma Mesa Redonda chamada “As Abrangências da Obra de Burle Marx”, coordenada pela chefe da instituição, Célia Labanca.

z-celia-labanca-marcus-prado-tereza-costa-rego-luis-vieira-acacio-ana-rita-carneiro
Célia Labanca, Marcus Prado, Tereza Costa Rego, Luis Vieira, Acacio Gil Borsoi e Ana Rita Carneiro (Fotos: Zilton Antunes)

Cerca de 80 pessoas aplaudiram o Quinteto de Cordas da Orquestra Experimental de Câmara, regido pelo maestro João Carlos Araújo cujo repertório era o preferido do paisagista. O público ficou atento para aos depoimentos dos convidados que compôs a mesa, presidência do arquiteto Acácio Gil Borsoi.

z-acacio-gil-borsoi-neide-ferreira-roberta-borsoi-luiz-vieira
Acácio Gil Borsoi, Neide Ferreira, Roberta Borsoi e Luis Vieira

E sentados à ela estavam o jornalista e fotógrafo Marcus Prado, a professora Ana Rita Sá Carneiro (que fez uma explanação da produção arquitetônica de Burle Marx), o arquiteto Luiz Vieira (que fez uma comparação entre o paisagismo europeu e o brasileiro do mestre) a artista plástica Tereza Costa Rêgo, e a arquiteta Neide Ferreira. Sem dúvida uma noite memorável.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.