Fernando Machado

Blog

Varo Vargas vence o Mister Supranational de 2021

Os candidatos de calções no palco (Foto: Concurso)

Aconteceu, ontem, no anfiteatro do Strzelecki Park, em Nowy Sach, na Polônia, a escolha do Mister Supranacional de 2021. Como sempre os melhores candidatos são prejudicados como os misteres da Spyros Nikolaidis da Grécia, Waild Chakir de Marrocos, Luis José Baloyes do Panamá, Mario Iglesias do Equador e Marek Jastráb da Eslováquia. Os apresentadores foram Ivan Podrez e Anna Matlewska.

Mário Iglesias do Equador (Fotos: Concurso e Miss Pawee)

Marek Jastráb da Eslováquia  (Fotos: Concurso e Miss Pawee)

Participaram do evento 34 rapazes, que depois do desfile calções, por sinal demodée, foi selecionado o top 20: Derrel Lampe (Aruba), Manuel Molano (Colômbia), David Kremen da Republica Tcheca, Ivan Oleaga da Republica Dominicana, Fabien Mounoussamy da França, Spyros Nikolaidis da Grécia, Theodore Bien-Aime (Haiti), Rahul Rajasekharan da Índia, Raffael Fiedler de Malta.

Spyros Nikolaidis da Grécia era lindo demais (Fotos: Concurso e Miss Pawee)

Walid Chakir do Marrocos (Fotos: Concurso e Miss Pawee)

Ainda Gustavo Adolfo Rosas González do México, Santosh Upadhyaya do Nepal, Varo Vargas do Peru, John Adajar das Filipinas, Daniel Borzewski da Polônia, Francisco Vergara de Porto Rico,  Marek Jastráb da Eslováquia, Lucas Muñoz-Alonso da Espanha, Abdel Kacem Tefridj  de Togo, Okky Alparessi da Indonésia e William Badell da Venezuela. Outro momento emocionante foi quando os candidatos aclamaram como Mister Simpatia Young Dong Cho da Coreia do Sul. Os bofes saíram da posição para cumprimentá-lo. Um rebu.

Young Dong Cho era somente emoção (Foto: Concurso)

Luis Baloyes era bonito e malavilhoso (Fotos: Concurso)

Depois do desfile de traje de noite foi anunciado o Top 10: México, Malta, Indonésia, Índia Republica Domicana, Espanha Nepal, Venezuela, Togo e Peru. Depois da entrevista foi anunciado que no 5º lugar ficou Lucas Muñoz-Alonso da Espanha, no 4º lugar ficou Santosh Upadhyaya do Nepal, no 3º lugar William Badell da Venezuela, no 2º lugar ficou Abdel Kacem Tefridj  do Togo, que sem dúvida alguma melhor do que o vencedor Varo Vargas do Peru, que recebeu a faixa do antecessor Nate Crnkovich.

Nate Crnkovich passando a faixa para o emocionado Varo Vargas (Foto: Concurso)

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.