Fernando Machado

Blog

Vale a pena ler de novo

Na coluna de sábado, de O Globo, Nhenhenhém, de Jorge Moreno, pinçamos essa noticia. “Por ser mulher, mais compreensiva e aberta, epecula-se, também, que a presidente possa convidar para o seu ministério um gay assumido. Na verdade, eles sempre estiveram presentes, inclusive nos governos militares. Só que nunca sairam do armário. Uma pena!”

E prossegue: “Sarney, por exemplo, só depois de deixar o cargo é que soube que teve dois gays no seu governo. Na sua contabilidade, Fernando Henrique diz ter tido “vários”. Até hoje, só César Maia, como prefeito, teve um secretário assumidamente gay, Marcelo Garcia. O movimento gay já deveria estar representado em qualquer governo.”

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.