Fernando Machado

Blog

Tag votos

Connie é a Miss Pernambuco de 1929

Há 92 anos, acontecia o primeiro concurso de Miss Pernambuco e foi promovido pelo Jornal do Commercio. Um detalhe interessante as representantes eram escolhidas por cupons que saiam inseridos no matutino. Participaram do concurso de Miss Pernambuco de 1929, 88 candidatas. As candidatas poderiam ter entre 16 e 25 anos de idade.

Connie Braz da Cunha (Revista Prá Você)

Na primeira apuração tivemos esse resultado: 1º lugar Beatrizinha Lacerda, em 2º lugar Lúcia Rodrigues de Souza, em 3º lugarNininha Vareda de Siqueira, em 4º lugar Connie Braz da Cunha e em 5º lugar Fernandina Padilha. O concurso mexeu com a sociedade pernambucana.

A 2ª colocada  Nininha Vareda e a 3ª colocada Beatrizinha Lacerda (Diário da Manhã)

Na última apuração do concurso de Miss Pernambuco de 1929, aconteceu no dia 20 de março de 1929, e as vencedoras foram: 1º lugar Connie Braz da Cunha com 31.017 votos, em 2º lugar  Nininha Vareda com 26.848 votos, em 3º lugar Beatrizinha Lacerda com 20.251 votos, em 4º lugar Lucia Rodrigues de Souza com 3.827 e em 5º lugar Fernandina Padilha com 3.611.

A diretoria da APA no embarque de Connie até o Rio de Janeiro (Revista da Cidade)

No dia 26 de março Connie viajou ao Rio de Janeiro, a bordo do vapor Arlanza, e ficou hospedada, por recomendação de Dr. F. Pessoa de Queiroz, no Copacabana Palace. A comissão que contou os votos foi formada por F. Pessoa de Queiroz (Presidente), Arsênio Lemos, Othon Lynch Bezerra de Mello, desembargadores Bellarmino Gondim, Silva Rego, Sá Pereira e Correia da Silva.

Lucia Rodrigues de Souza e Fernandina Padilha (Fotos: Diário da Manhã)

A Miss Pernambuco de 1929, Constance Braz da Cunha, mas chamada carinhosamente de Connie, representou a Associação Pernambucana de Atletismo, tinha 1m56 de altura, olhos azuis, 17 anos, nasceu em 14 de julho de 1911, e faleceu no dia 11 de agosto de 1997, era filha do executivo Armando Braz da Cunha da inglesa Gertie, e morava em Casa Forte.

Connie Braz da Cunha: Miss Pernambuco de 1929

Há 89 anos, acontecia o primeiro concurso de Miss Pernambuco e foi promovido pelo Jornal do Commercio. Um detalhe interessante as representantes eram escolhidas por cupons que saiam inseridos no matutino. Participaram do concurso de Miss Pernambuco de 1929, 88 candidatas. As candidatas poderiam ter entre 16 e 25 anos de idade. Na primeira apurarão tivemos o seguinte resultado: 1º Beatrizinha Lacerda, em 2º Lúcia Rodrigues de Souza, em 3º Nininha Vareda de Siqueira, em 4º Connie Braz da Cunha e em 5º Fernandina Padilha.

Connie Braz da Cunha (Revista Prá Você)

A comissão que contou os votos foi formada por F. Pessoa de Queiroz (Presidente), Arsênio Lemos, Othon Lynch Bezerra de Mello, desembargadores Bellarmino Gondim, Silva Rego, Sá Pereira e Correia da Silva., fizeram a última apuração em dia 20 de março e as vencedoras foram: em primeiro lugar Connie Braz da Cunha (31.017 votos), em segundo Nininha Vareda (26.848), em terceiro Beatrizinha Lacerda (20.251), em quarto Lucia Rodrigues de Souza (3.827) e em quinto Fernandina Padilha (3.611).

A diretoria da APA no embarque até o Rio de Janeiro de Connie Braz da Cunha (Revista da Cidade)

A Miss Pernambuco de 1929, Constance Braz da Cunha (1911/1997), mas chamada carinhosamente de Connie, representou a Associação Pernambucana de Atletismo, tinha 1m56 de altura, olhos azuis, 17 anos, nasceu em 14 de julho de1911, era filha do executivo Armando Braz da Cunha da inglesa Gertie, e morava em Casa Forte. No dia 26 de março Connie viajou ao Rio de Janeiro, a bordo do vapor Arlanza, e ficou hospedada, por recomendação de Dr. F. Pessoa de Queiroz, no Copacabana Palace.

A 2ª colocada  Nininha Vareda e a 3ª colocada Beatrizinha Lacerda (Diário da Manhã)

Yolanda Santos: Miss Pernambuco de 1930

Há 87 anos, na tarde domingo, acontecia no Clube Internacional do Recife, na Rua da Aurora, a escolha da Miss Pernambuco de 1930. Na frente, do clube, um grupo de guardas-civis em traje de gala, entre as Ruas da Aurora e Riachuelo, fazia o isolamento para entrada das candidatas e convidados. Havia muita gente nos arredores, o famoso sereno, para não perder nada do que iria acontecer no Internacional. O segundo concurso de Miss Pernambuco, foi promovido pelo Diário da Manhã, leia-se Carlos de Lima Cavalcanti.

As vencedoras ao lado do juri e convidados no Internacional (Foto: Diário da Manhã)

Inscreveram-se no Miss Pernambuco de 1930, 86 candidatas, todavia apenas 10 ficaram para a final. Foram elas Glauce Pinto (Miss Boa Vista), Neñita Argo Alarcon (Miss Santo Amaro), Nininha Menezes (Miss Madalena), Yolanda Gama (Miss Soledade), Eleonora Pessoa (Miss Areias), Helena Castro (Miss Jaboatão), Maria José Nunes de Souza (Miss Recife), Maria Eulina Regueira (Miss Beberibe), Yolanda Santos (Miss Olinda) e Lulu Faneca (Miss Apipucos).

Connie Braz da Cunha Miss Pernambuco de 1929 (Foto: Diário da Manhã)

A comissão julgadora foi presidida pelo jornalista Mário Mélo (Jornal Pequeno), e contou ainda com o comerciante Luiz Cedro, os artistas plásticos Mário Tullio, Mário Nunes, Murilo Lagreca e Bibiano Silva, o secretario Heitor Maia Filho, Miss Pernambuco de 1929 Connie Braz da Cunha, os jornalistas Jarbas Peixoto (Diário da Manhã), José Campelo (Diário da Tarde), Willy Lewin (Prá Você), Caio Pereira (Jornal do Commercio), Salvador Nigro (Diário de Pernambuco), Jayme Santos (A Provincia), Alfredo Porto Silveira (A Pilhéria) e Carlos Rios (A Notícia).

Yolanda Santos Miss Pernambuco de 1930 (Foto: Diário da Manhã)

A plateia muito bem vestida estava impaciente, pois já era 15h30 e a comissão julgadora não tinha divulgado o resultado, o júri e as misses estavam reunidos na sala da presidência. Finalmente desceram os jurados e as misses. Coube ao presidente da comissão julgadora Mário Melo informar que o primeiro lugar foi para Yolanda Santos (12 votos), Glauce Pinto (3 votos) e Neñita Argo de Alarcon (1 voto). Portando a nova Miss Pernambuco era Yolanda Santos de Olinda. Em tempo as candidatas não desfilavam de maiô.

Nenita, Yolanda e Glauce Pinto e na outra foto Yolanda e Connie (Fotos: Diário da Manhã)

Para o segundo lugar Glauce Pinto (11 votos), Neñita de Alarcon (4 votos) e Yolanda Gama (1 voto). E finalmente para o terceiro lugar Neñita Argo de Alarcon (10 votos), Yolanda Gama (3 votos), Maria Eulina Regueira (2 votos) e Nininha Menezes (1 voto). Informação importante: A candidata Helena Castro, de Jaboatão, já tinha participado do concurso em 1929. Portanto é coisa antiga as jovens voltarem ao concurso no ano seguinte.

As candidatas antes de se reunirem com a comissão julgadora (Foto: Revista Prá Você)

A Miss Pernambuco de 1930, Yolanda Santos tinha 17 anos, usou um modelo de crepe georgette em estilo grego e na cor rosa pálido. Yolanda Santos apesar de ter representado Olinda, nasceu em Casa Forte. Sua viagem para participar do Miss Brasil de 1930, no Rio de Janeiro, aconteceu no dia 26 de junho pelo paquete Pará. A imprensa não informou se o publico contestou o resultado, pelo visto gostaram.

 

  • 1 2 8