Fernando Machado

Blog

Tag volei

Esquinas do Mundo

História de uma jovem atleta que, às vésperas de um campeonato de vôlei decisivo para sua carreira como esportista, descobre estar grávida, no longa-metragem Ainda Assim, aborda o direito de escolher quando for mãe. A obra é uma coprodução entre o Brasil, Uruguai e França, e está sendo filmada na cidade de São Paulo até o próximo domingo. Referência para a juventude paulistana, a atriz Domenica Dias vive a personagem principal, Sofia, que tem como certeza não poder virar mãe naquele momento da vida. Filha do rapper Mano Brown e da empresária e advogada Eliane Dias, Domenica estreia como protagonista em longa-metragem, após atuar na série As Seguidoras e nos filmes A Jaula e Dente por Dente.

A atriz Dominica Dias vive Sofia no Ainda Assim (Foto: Luciana Barreto)

Anna Joaquina Jansen Pereira poderia ser apenas o nome de mais uma mulher que viveu sobre a opressão de uma sociedade machista e elitizada do século XIX no Brasil. Mas Donana, como ficou popularmente conhecida, nasceu para dominar, para mostrar sua força e ser uma rainha. A Rainha do Maranhão. Em comemoração ao mês da mulher, a autora Rita Ribeiro relança este mês o romance histórico Anna Jansen. Uma mistura de ficção e realidade que reconta a história – e as lendas – de uma das mulheres mais icônicas da história do Nordeste do nosso país. Lançado originalmente na década de 1990, o romance conquistou os leitores e a crítica a retratar uma das figuras mais polêmicas da nossa história.

Flashes

O artista plástico José Ferreira e a designer Flora de Lima foram passar uns dias em Garapuá, na Bahia, hóspedes de Gracinha e François Martinet.

O show de Nando Reis e seu filho Sebastião Reis foi adiado mais uma vez. Passou de 21 de janeiro, para 18 de março, no mesmo local Teatro Guararapes.

Wilton Condé está muito contente porque sua sobrinha-neta Maria Luyza Condé Freire, que estuda Medicina, está em temporada de férias pela Europa.

O voleibolista, Maurico de Souza, medalha de ouro no Campeonato Mundial Juvenil em 2007 (Foto: Face)

Mauricio de Souza antes de ser campeão de vôlei, começou sua vida como operário de obras na sua terra natal. Ao descobrir o vôlei virou celebridade.

A deputada federal Bia Kicis passou este final de semana no Hotel Village de Porto de Galinhas, assim como Simone Duque de Miranda e Márcia Ribeiro Ramos.

Yoel Occema, 25 anos e 1m83 de altura que disputou o Mister Supranacional Republica Dominicana, agradeceu sua foto no blog. Gente fina é outra coisa.

Flashes

No vôlei, até agora não engoli o Brasil 20  e Rússia 12 e no final perdeu o jogo. Lembra a Copa do Mundo quando o Brasil 2 e a Alemanha 7.

O quiosque itinerante da Fundação Alice Figueira de Apoio ao IMIP chega ao Shopping Tacaruna. Ele segue no mall até o final de outubro.

O gerente geral do Banco do Nordeste, Enildo Vasconcelos, negociou 30 milhões de reais em financiamentos durante a Expo Franquias Nordeste.

O padre João Carlos da Vila do IPSEP foi transferido para a Matriz de São Paulo Apostolo, em Jardim São Paulo e de quebra foi promovido para monsenhor.

A Afya Educacional criou o programa Afya Labs, para desenvolver novos programadores. Esse programa melhora o cenário de gargalo dos profissionais.

O jornalismo encolheu, ontem, com o falecimento, aos 65 anos de idade de Henrique Barbosa. Atuou no Diário de Pernambuco e Folha de Pernambuco.

E viva Flávia da Veiga Pessoa!

Na década de 50 e de 60 ela reinava nas quadras, fora delas, e nas passarelas. Foi uma estrela gloriosa. Era reverenciada como atleta de voleibol, como professora e também como técnica. Estamos nos referindo a Flávia Maria Miranda da Veiga Pessoa, uma atleta de muitos quilates. Teve um filho Marcelo da Veiga Pessoa Bacallá. Não queria ser miss, “mas pelo Sport faço esse sacrifício”. No dia 4 de maio de 1957, foi lançada Miss Sport durante festa no então Palácio de Alumínio.

Flávia na quadra e como Rainha do Campeonato Brasileiro de Voleibol (Fotos: Acervo da Familia)

Flávia Maria Miranda da Veiga Pessoa nasceu, no Recife, em 24 de agosto de 1935 e faleceu em 11 de janeiro de 2012, todavia desde pequena gosta de esportes. Incursionando nos esportes amadores do Sport. Era Professora de Educação Física, formada pela Escola de Educação Física de Pernambuco. Logo terminou o curso universitário foi convidada para lecionar na UPE, como professora assistente na Cadeira de Metodologia. Paralelamente lecionava Educação Física do Colégio Estadual de Pernambuco.

Flávia da Veiga Pessoa descansando para o próximo jogo  (Foto: Acervo da Família)

Flávia era muito bonita e abalou os esportes amadores de Pernambuco. Praticava natação, esgrima, arco-e-flecha, basquete, atletismo e voleibol. Nos Jogos da Primavera, em 1954, que aconteceram no Recife, foi campeã no Arco-e-Flecha e considerada melhor atleta dessa modalidade. Nesta mesma competição foi vice-campeã no arremesso de peso. Em 1955 consagrou-se campeã de voleibol e de basquetebol pelo Sport. Chegou a ser tetra-campeã de vôlei pelo rubro-negro.

Flávia no Palácio do Aluminio e no Sport Club do Recife (Fotos: Acervo da Familia)

No dia 11 de maio, do alto dos seus 1m72 de altura e com 22 anos de idade, enfrentou outro desafio, disputar o Miss Pernambuco de 1957.  Embora não ter sido eleita, brilhou na passarela no Clube Português do Recife, disputando representando o Sport Clube do Recife. Antes, em fevereiro, Flávia da Veiga Pessoa, durante o VII Campeonato Brasileiro de Voleibol, foi eleita Rainha da competição. Em 1 de agosto de 1957, ela e Edna Bezerra Leite foram eleitas Miss Elegante Bangu do rubro-negro.