Fernando Machado

Blog

Tag venezuelanos

Nos Bastidores da Política

Na data em que se comemora o Dia Mundial do Refugiado, 20 de junho, a Operação Acolhida do Governo Federal atingiu a marca de 76.398 cidadãos interiorizados até maio de 2022. Desde 2018, o programa recebe venezuelanos que atravessam a fronteira em busca de melhores condições de vida. A estratégia brasileira é realocar as pessoas que chegam a Roraima em direção a outros estados brasileiros. 

Os refugiados e imigrantes já foram interiorizados para 836 municípios. Manaus, com 5.287 venezuelanos; Curitiba, com 5.084; e São Paulo, com 4.196; foram as cidades que mais receberam cidadãos do país vizinho. Os três estados do Sul são os recordistas neste acolhimento. Para Santa Catarina foram interiorizadas 13.383 pessoas, seguida pelo Paraná (13.199) e Rio Grande do Sul (11.328) até o último mês.

A Operação Acolhida conta com o apoio do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados. Além do Alato Comissriado, o trabalho é feito em parceria com as Forças Armadas, a Polícia Federal; a Receita Federal; a Defensoria Pública da União; o Tribunal de Justiça de Roraima; a Organização Internacional para as Migrações; o Fundo das Nações Unidas para a Infância; o Fundo de População das Nações Unidas; e o Comitê Internacional da Cruz Vermelha.

Nos Bastidores da Política

Nos últimos cinco anos, o Brasil registrou a entrada de mais de 700 mil venezuelanos, segundo levantamento do informativo mensal do Subcomitê Federal para Recepção, Identificação e Triagem dos Imigrantes. Formado por diversos órgãos, o grupo monitora e consolida ações relacionadas à Operação Acolhida, política pública do Governo Federal para garantir a recepção humanitária daqueles que precisam sair do país vizinho. O documento tem o objetivo de garantir a transparência sobre a recepção dos imigrantes venezuelanos no País e manter a atualização e controle estatístico.

Mais uma semana de mutirões de limpeza em rios e mares no norte e nordeste do país. O Programa Rios +Limpos, do Ministério do Meio Ambiente, realizou ação sábado em Macapá-AP, às margens do Rio Amazonas. 124 voluntários foram divididos em 8 grupos, que atuaram tanto em terra, quanto na água, em uma faixa de 4 quilômetros de rio. Mais de uma tonelada de lixo foi coletada. Os resíduos recicláveis foram destinados a catadores do município e os rejeitos foram encaminhados ao aterro sanitário local.