Fernando Machado

Blog

Tag univeso

Mister Universo Brasil 2014

Ontem, no Recife Palace, os 27 candidatos ao concurso de Mister Universo Brasil tiveram um dia agitado, pois tivemos dois desfiles. O primeiro, um preview show, quando um júri formado por Luiz Felipe Vieira, Marcos Salles, Tony Rocha, Viviane Soratto, Flávia Azevedo, Nena Pacheco e este cronista escolheu os 13 semifinalistas. Uma vaga será indicada pelo mais votado na internet e a outra será do vencedor do traje típico.

b-adiel-junior-sergipeb-agani-nascimento-de-sousa-paraiba

Adiel Matos Junior (SE) e Agani Uil Nascimento de Sousa (PB) (Fotos: Fernando Machado)

O resultado não foi repassado para nós, somente amanhã à noite, será divulgado. Na sequencia a mesma comissão julgadora escolheu o melhor traje típico. Também não foi repassado o traje mais bonito. O  grupo está muito forte. E os que não ficarem entre os 15 não devem ficar desapontados, pois infelizmente 12 teriam que ser prejudicados. No preview show os bofes se apresentaram de sunga.

b-bruno-mooneyhan-rio-grande-do-norte  b-francisco-carlos-filho-acre

Bruno Mooneyhan (RN) e Bruno Mendes Ferreira (AM) (Fotos: Fernando Machado)

Caso dependesse de mim os 15 seriam Francisco Carlos Filho (AC), Murillo Xavier Vilella (Amapá), Bruno Mendes Ferreira (AM), Bruno Rocha (DF), Felipe Vasconcelos (ES), Caique Vinicius Cavalcanti (GO), Victor Hugo Santos (MT), Agani de Souza (PB), Bruno Pascuetto (PR), Henrique Freitas (PE), Victor Bruno (PI), Bruno Mooneyhan (RN), Daniel Gross (RS), Carlos Dias (SC) e Adiel Junior (SE).

b-jhonnatas-victor

Jhonnotas Silva (MG) e Victor Bruno Alves (PI) (Fotos: Fernando Machado)

No item traje típico os bofes não exageram muito, apenas dois tiveram direito mise en scene, Agani Nascimento de Souza (PB) e Jhonnotas Silva (MG), usaram efeitos visuais. Gostei do traje de Francisco Carlos Filho (AC). O de Adiel Junior(SE) lembrava uma figura de Jean-Baptiste Debret. O de Bruno Mooneyhan (RN) inspirado do herói Felipe Camarão.

b-juliano-oliveira-roraima b-washington-lopes-bahia

Juliano Carlos Oliveira (RO) e Washington Lopes (BA (Fotos: Fernando Machado)

Martha Vasconcellos é Miss Universo

Há 45 anos, Miss Brasil Maria Martha Cordeiro Vasconcellos era eleita no Miami Beach Auditorium, na Flórida, Miss Universo de 1968. Quando o apresentador Bob Baker anunciou o resultado Martha tomou um susto pois não estava acreditando. Martha, que foi a segunda brasileira vencer o concurso, disputou o titulo com mais 64 candidatas. Cerca de 800 brasileiros que foram torcer pela baiana no concurso foram a loucura com o resultado.

m-68-quinze-manchete

As 15 semifinalistas (Foto: Manchete)

As favoritas eram Martha Vasconcellos do Brasil, Anne Marie Braafheid de Miss Curaçao, Anne Marie Hellqvist da Miss Suécia, Daliborka Stojsic da Miss Iugoslávia, e Elizabeth Tavares, do Congo. A Miss África do Sul, Monica Fairall, causou frisson no desfile de gala, ao usar um vestido com as costas nuas até as nádegas e um decote generoso. Dizem, as más línguas, que por esta razão, ficou fora das finalistas.

m-68-grito-ocruzeiro

Bob Baker, Martha Vasconcellos e Anne Marie Braafheid (Foto: O Cruzeiro)

As 15 semifinalistas foram Martha Vasconcellos (Brasil), Nancy Wilson (Canadá), Danae Monserrat (Chile), Anne Marie Braafheid (Curaçao), Dorothy Anstett (Estados Unidos), Leena Brusin (Finlandia), Elizabeth Cadren (França), Miranta Zafiropoulou (Grécia), Jennifer Summers (Inglaterra), Miriam Fridman (Israel), Daliborka Stojsic (Iugoslávia), Tone Knaran (Noruega), Anne Marie Hellqvist (Suécia), Apantree Prayutsenee  (Tailandia) e Peggy Arenas (Venezuela).

m-68-cinco-manchete

Venezuela, Curaçao, Brasil, Finlândia e Estados Unidos (Foto: Manchete)

As cinco finalistas Dorothy Anstett, dos Estados Unidos, em quinto lugar;  Peggy Arenas, da Venezuela, em quarto lugar, Leena Brusin, da Finlandia em terceiro lugar, Anne Marie Braafheid, de Curaçao em segundo e Martha Vasconcellos do Brasil, em primeiro lugar. Também tivemos Yasuyo Iino, do Japão, como Miss Simpatia; Daliborka Stojsic, da Iugoslávia, como Miss Fotogenia e Luz Elena Restrepo, da Colômbia, como o melhor traje típico.

m-68-martha

Martha Vasconcelos no desfile de maiô (Foto: O Cruzeiro)

Miss Curaçao, Anne Marie Braafheid,  quebrou um tabu e primeira vez uma negra chegava ao Top 5. A produção do concurso colocou a Bossa Nova como tema central e as candidatas no palco cantaram em português Mas que Nada, de Jorge Ben. Martha Vasconcellos foi coroada pela Miss Universo de 1967, a norte-americana Sylvia Hitchcock.

m-68-martha-baiana-manchete

A baiana de Martha Vasconcellos (Foto: Manchete)