Fernando Machado

Blog

Tag texto

Anotações do Cotidiano

Fred Ramon, 20 anos, estudou no Aria Social, de Cecilia Brennand, entidade que educa e profissionaliza crianças e adolescentes por meio da arte. O sonho do jovem foi concretizado com a aprovação em nove universidades dos Estados Unidos. Agora, ele luta para conseguir o dinheiro que falta para as despesas não cobertas pela bolsa de estudos. O resultado dos estudos e do esforço do jovem ao longo da vida foi uma bolsa de 70% na universidade de Los Angeles, nas Universidades de Inovação ASU. Informações no site www.aria.art.br.

Fred Ramon lutando por ajuda (Foto: Divulgação)

A comédia musical O Som e a Sílaba sobe ao palco do Teatro Santander, no Complexo JK Iguatemi, nos dias 6, 7, 8, 13, 14 e 15 de agosto. O espetáculo conta com texto e direção de Miguel Falabella e foi concebido para Alessandra Maestrini e Mirna Rubim. Os ingressos tem disponibilidade reduzida a 60% da capacidade total da casa, estão à venda no www.sympla.com.br/ e pela bilheteria oficial. A peça é apresentada pelo Ministério do Turismo e Santander, com realização da Maestrini Produções.

Nos Bastidores da Política

Esse texto pesquei no Face e parece que é de Lúcia B. J. Henrique: “O Supremo se sentiu insultado pelas declarações de Eduardo Bolsonaro e reagiu fortemente”. Então questiona: “E quantas vezes o Supremo insultou a sociedade brasileira? Gilmar Mendes não se sente impedido em revogar a prisão de um bandido mesmo tendo sido padrinho de casamento de sua filha. Alegou que ser padrinho não é ser parente”.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro e seu pai, Jair Bolsonaro (Foto: Face)

“Dias Toffoli liberta de ofício José Dirceu condenado em segunda instância a 30 anos de prisão. Levandovisck, articulado com o presidente do Senado Renan Calheiros, julga Dilma e mantêm seus direitos políticos”. Lembra que Eduardo Bolsonaro foi o deputado federal mais votado na história do Brasil, é a forma do povo brasileiro reagir contra o Supremo. O povo cansou, Eduardo Bolsonaro nos representa”.

Fatos Diversos

A peça O Massacre de Angico – A Morte de Lampião, com texto de Anildomá Willans de Souza e direção de José Pimentel será encenada de hoje até domingo, 20h, na Estação do Forró, em Serra Talhada. O evento é promovido pela Fundação Cabras de Lampião para recordar os 80 anos da morte do cangaceiro mais famoso.

Karl Marx vive Lampião na peça (Foto: Divulgação)

O historiador Ígor Cardoso lançou sábado, em Garanhuns, a revista da Memória Ruber, periódico oficial do Instituto Histórico, Geográfico e Cultural de Garanhuns. A renda será revertida para o Casarão Souto Filho, do Instituto. A publicação é em homenagem ao cientista Ruber van der Linden (1898/1947).

O Diário de Um Louco

O Diário de Um Louco (1835), do autor ucraniano Nikolai Gogol, será encenado, no Teatro Apolo, entre os dias 8 e 10 de junho, sempre Às 19h. O texto e adaptação são do carioca/pernambucano Rubem Rocha Filho. A peça aborda questões sociais e políticas por intermédio dos devaneios do funcionário público Antonino Barnabé.

O ator Normando Roberto Santos (Foto: Divulgação)

A partir de situações inusitadas vividas pelo protagonista, Gogol denuncia assédio no ambiente de trabalho, amor impossível, tratamento mental inadequado e hierarquia social. O papel é interpretado pelo ator Normando Roberto Santos. O espetáculo é uma montagem da companhia Haja Teatro.

  • 1 2 5