Fernando Machado

Blog

Tag sportiva

Federação Pernambucana de Futebol

Há 100 anos, na residência de Aristeu Accioly Lins, na Estrada de João de Barros, no Recife, acontecia, por sugestão do tenente Henrique da Silva Jacques, a primeira reunião para marcar a fundação da Liga Sportiva Pernambucana. No final do encontro o anfitrião foi eleito presidente. Em 1931 durante reunião o nome passou a ser Liga Pernambucana de Desportos Terrestres.

f-henrique-aristheu

O tenente Henrique da Silva Jacques e Aristheu Accioly Lins (Fotos: Divulgação)

Participaram da reunião que começou às 18h, de 16 de junho de 1915, Olinto Jácome, Severino Arruda, Bruno Berline, Aristheu Accioly Lins, Eduardo Lemos, Otavio de Oliveira, Antonio Miranda, Joaquim Chaves, Herotildes Xavier, Oswaldo Antunes, João Ranulfo e Alcindo Wanderley, representantes do Centro Sportivo Peres, João de Barros Foot-Bal Club, Sport Clube Flamengo, Agros Sport Club e Santa Cruz Foot-Ball Club.

f-evandro-carvalho2

Evandro Carvalho, o presidente dos 100 anos da FPF (Foto: Fernando Machado)

A sessão foi aberta por Eduardo Lemos que nomeou Aristheu Accioly Lins (Presidente), Eduardo Lemos (Vice), Olinto Jácome e Oswaldo Antunes (Secretários), Severino Arruda (Tesoureiro), Antonio Miranda e Alcindo Wanderley (Oradores). Na noite de 17 de setembro de 1915, assumiu a presidência o tenente Henrique da Silva Jacques, porque Alcebiades Braga renunciou por não querer prestar contas de um jogo amistoso. O atual presidente é Evandro Carvalho.

Sou Santa Cruz de Corpo e Alma

Estamos a 22 dias da comemoração dos 100 anos do Santa Cruz,lembramos como o Santinha virou tricolor. Quando foi fundada a Liga Sportiva Pernambucana pelo desportista e tenente da Marinha Henrique da Silva Jacques, em 1915, ela deparou-se com um problema que era a existência de dois clubes com as mesmas cores preto e branco.

sc-1915

O time do Santa Cruz com o padrão ainda branco e preto (Foto: Divulgação)

Um era o Santa Cruz e o outro o Flamengo.E um dos dois teria de mudar o padrão. Aconteceu um sorteio, ganho pelo Flamengo que obteve o direito de continuar como alvinegro. “Ainda estávamos em dúvida com respeito as cores, quando passou por aqui o Flamengo do Rio de Janeiro, que ia excursionar em Belém do Pará.

sc-ilo-just-1917

Ilo Just o primeiro goleiro do Santinha (Foto: Divulgação)

Sua camisa era vermelha preta e branca. Resolvemos nosso problema, acrescentando o vermelho às nossas cores, explicou o primeiro goleiro do Santa Cruz, Ilo Just, nolivro Historia do Futebol Pernambucano, de Livanildo Alves. O Santa Cruz então, incorporou mais uma cor a sua camisa, a vermelha, ficando assim, tricolor.