Fernando Machado

Blog

Tag saúde

Nos Bastidores da Política

O Ministério da Cidadania publicou quinta-feira dados referentes ao Auxílio Brasil. Cerca de  17,5 milhões de famílias já foram atendidas no mês de janeiro, alcançando, assim, o maior número de beneficiários da história dos programas de transferência de renda do Governo Federal. Cada família receberá um repasse mínimo de R$ 400. O calendário de pagamentos de 2022 tem amanhã. Para saber em que dia o benefício fica disponível para saque ou crédito em conta bancária, a família deve observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS), impresso no cartão de cada titular. Para cada final do NIS há uma data correspondente. As três milhões de novas famílias incluídas já começaram a receber notificações desde a última semana.

O ministro Marcelo Queiroga aplicando a vacina na sua conterrânea (FotoWalterson Rosa)

Para incentivar ainda mais a população a completar o ciclo vacinal contra a Covid-19, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, participou, sábado, de um ato de vacinação e testagem, em João Pessoa. Dados do Localiza SUS mostram que das 6,1 milhões de doses aplicadas pelo estado nordestino, 3,2 milhões são de primeira dose, 2,5 milhões são de segunda dose ou dose única e 346 mil são de doses adicionais ou de reforço. O ato também teve como foco a testagem e a vacinação de profissionais da saúde, especialmente para os que estão na linha de frente contra a pandemia. Nas últimas 24 horas, a Paraíba apresentou 504 novos casos de Covid-19 e um óbito.

Nos Bastidores da Política

As primeiras doses da vacina Covid-19 100% nacional começarão a ser aplicadas nos braços dos brasileiros na primeira semana de fevereiro. A informação foi dada pelo secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, na tarde de ontem. De acordo com ele, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) já possui Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) suficiente para produzir mais de 20 milhões de doses da vacina 100% brasileira. O registro do insumo foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na última sexta-feira. Até o momento, as mais de 120 milhões de doses da vacina Astrazeneca distribuídas e aplicadas durante a Campanha de Vacinação contra a Covid-19 foram produzidas na Fiocruz com IFA importado.

O programa Pro Trilhos, do Governo Federal, inicia 2022 com 21 contratos de autorização para construção e operação de ferrovias assinados. A formalização entre a União e empresas que pleitearam a criação de ferrovias próprias pelo novo modelo saiu no Diário Oficial da União. Somados, esses empreendimentos agregam 6.839,69 quilômetros de novos trilhos à malha ferroviária do país, especialmente às redes férreas dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina, Maranhão, Bahia, Pernambuco, Piauí, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás, além do Distrito Federal. A projeção de investimentos nos trechos autorizados é de R$ 102,3 bilhões.

Pausa Poética

“Em cada recanto de nossa cidade, em cada bairro, em cada esquina, conhecemos as necessidades, as angústias e a dor dos pacientes como pedaços de nós mesmos”. Médico Gustavo Trindade Henriques (1933/2022)

Nos Bastidores da Política

Quinta-feira, embarcações da Marinha transportaram funcionários e pacientes até o Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, que ficou inacessível por via terrestre em função das fortes chuvas que bloquearam a rodovia BR-415. Já a Força Aérea Brasileira auxiliou no traslado de equipe de resgate, alimentos e 118 galões de água mineral para o município de Ibicaraí. O Ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, reforçou a agilidade da operação de apoio ao estado. Para amenizar a situação de emergência em 24 municípios no sul da Bahia, as Forças Armadas, no dia 22 de dezembro, transportaram cerca de 60 toneladas de donativos para atender as vítimas das chuvas intensas que acometeram a região.

Para garantir o acesso à saúde pública de qualidade a pacientes que precisaram de intervenção médico-hospitalar, o Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, investiu mais de R$ 16 bilhões para reforçar a estrutura do Sistema Único de Saúde (SUS) e ajudar no enfretamento da pandemia de Covid-19 em 2021. Os recursos financeiros, bem como o auxílio técnico para o enfrentamento da doença vêm sendo disponibilizados pelo Ministério da Saúde desde o início da pandemia, em 2020. Em 2021, a Pasta também investiu R$ 6,9 bilhões para custeio de 1,1 milhão de procedimentos hospitalares, ou seja, que necessitaram de internação, em decorrência da Covid-19. A autorização de leitos de UTI Covid adultos e pediátricos chegou a 26,6 mil neste ano, ao custo de R$ 16,2 bilhões.