Fernando Machado

Blog

Tag saudade

Maria Sanchez-Carlo uma marca de saudade

c-maria-sanchez-carlo-kennedy-barreto
Maria Sanchez-Carlo e Kennedy Barreto (Fotos: Fernando Machado)

Hoje o almoço do Caxangá Ágape, no Boi Preto, deu over book. É que a homenageada do encontro foi a eterna cônsul norte-americana Maria Sanchez-Carlo, atualmente aposentada do mundo diplomático mas sempre que pode volta para a terra do frevo e do maracatu. Maria incorporou a música do compositor Luiz Bandeira “Foi a saudade que me trouxe pelo braço”.

c-tania-elaine-holder-blust-ludmila-menezes
Tania Spinelli, Elaine Holder Blust e Ludmila Menezes

O encontro foi presidido por Kennedy Barreto e teve como cerimonialista Alexandre Sá. Sentaram-se à mesa principal Kennedy Barreto, Roberto Zaidan, Maria Sanchez-Carlo, Jorge Pinho, Braga Sá, Manoel Satiro Neto, Eliana Victorio, Armando Monteiro Filho e o vereador olindense Jorge Prestamista.

c-eliane-victorio-tania-bulhoes
Eliane Victorio e Tânia Bulhões

Falaram na ocasião Kennedy, Braga Sá, Eliana Victorio que recebeu o pergaminho de Personalidade Agapeana de Luiz Carlos de Souza, o secretário de governo de Olinda, Manoel Sátiro Timoteo Neto que também recebeu o pergaminho de Personalidade Agapeana entregue por José Ramos de Andrade e o embaixador Isnard Penha Brasil.

c-isnard-penha-brasil-maria
Isnard Penha Brasil e Maria Sanchez-Carlo

Finalmente tivemos a saudação do médico Jorge Pinho que foi muito bonita e lembrou que na casa de Maria, em Alexandria, em Washington, temos três bandeiras a dos Estados Unidos, a do Brasil e a de Pernambuco. Também disse que no seu carro está gravado a frase “Tenho Orgulho de Ser Nordestino”.

c-victor-debora-jorge-pinho
Victor, Debora e Jorge Pinho

O speech de Maria Sanchez-Carlo foi curto mais longo em saudades, carinho e amizade pelo Recife. Realmente Maria é uma diplomata que a história guardou para nós. E concluiu que tinha sido a saudade “que me trouxe pelo braço.” E sabe quem entregou a placa para Maria? Este cronista que escreve. Pense na emoção dessa missão. Maria é uma amiga minha muito querida. Tânia Bulhões entregou um ramalhete de flores para Maria. E depois todos correram para abraçá-la e ser fotografada ao seu lado. O Festival Maria Sanchez-Carlo apenas começou.

c-fatima-dias-roberto-zaidan
A médica Fátima Dias e Roberto Zaidan

Momento de saudade

Recebi do Frei Jociel Gomes um email lindo, sobre nossa Gravatá, onde entre outras coisas escreveu: “Amo Gravatá, morei lá durante cinco anos; também tenho família por lá, acho que vc conhece, é o pessoal do Rei das Coxinhas. Crescemos juntos. Estudei no tradicional colégio estadual Devaldo Borges. Ah Gravatá de outros tempos como você bem relembrou: do antigo colégio JP (José Primo), do Colégio das Salesianas, da Praça 10, da Praça da Matriz (realmente, hoje sem o brilho d’antes). Gravatá do excelente professor Alberto Frederico Lins, do monsenhor Paulo Cremildo, dos Vallois, da Rua 15 de novembro, da antiga língua preta, da Cleto Campelo……. tantas coisas boas a relembrar. Que saudades que me dá! Tenho boas amizades por lá.”

frei-jociel-gomes
Frei Jociel Gomes (Foto: Fernando Machado)