Fernando Machado

Blog

Tag publico

Acontecencias

A Kenner marca calçadista tradicional do Rio de Janeiro, lança o terceiro capítulo de sua colaboração com o jogador de futebol Gabigol. Conhecido por não ter medo de redefinir seu estilo, o atleta mostra que ser e fazer diferente são evidência de uma personalidade autêntica na mais nova campanha da Kenner. A coleção imprime a quebra do status quo em seis modelos de sandálias, nas quais pulsa o estilo único desse jogador acompanhado de uma influência dentro e fora do campo. Criadas para oferecer estilo e conforto em todas as ocasiões, as sandálias surgem em cores neutras e sofisticadas, como branco, preto e caqui. Entre os modelos da nova coleção, estão as sandálias Style Impact; a nova Style Slide; a Style Long; e a Style TR.

Gabigol e sua Kenner (Foto: Divulgação)

A partir de amanhã, o público infantil terá a oportunidade de conferir o espetáculo Catastrôfe, que será apresentado exclusivamente no Facebook. Idealizado pela Companhia das Rosas, Catastrôfe é um espetáculo de teatro de bonecos e circo, em formato audiovisual. Em cena, a história de Rosa, uma menina que, em período de isolamento social, sente-se sozinha e chateada. Dentro do seu quarto, cria um circo com seus bonecos e consegue se comunicar com seus vizinhos através a da sua janela. O show é inspirado no livro O Circo Catástrofe de Benjamin Chaud, em que a protagonista adora o circo e cria peripécias arriscadas dentro de casa. A direção é de Carla Candiotto e no elenco estão Erica Stoppel e Luara Bolandini.

Fatos Diversos

Para ajudar no combate à pobreza menstrual, que tem impedido mulheres de irem ao trabalho e alunas de irem às escolas, a Cruz Vermelha São Paulo está distribuindo absorventes em comunidades carentes e calcinhas para incontinência urinária em lares de idosos. A ação foi decorrente de uma doação da P&G, que forneceu 15 mil caixas, com 245 mil absorventes, para serem entregues à população.

O compositor e trombonista Joabe Reis (Foto: Thiago Bruno)

O trombonista Joabe Reis continua a inovar e impressionar o público com seus lançamentos. Desta vez, ele apresenta seu mais novo clipe no formato de curta-metragem I Just Wanna Breathe – que une as duas faixas de seu recém-lançado EP. Dirigido por Carlos Franco, o clipe-curta tem 10 minutos de duração. A estreia acontece no canal oficial do trombonista no YouTube.

Noticias da Paraíba

As inscrições para o concurso público da Prefeitura de Bayeux foram prorrogadas até o dia 11 de agosto. São 568 vagas de contratação imediata e 2.845 de cadastro reserva. Os 34 cargos ofertados exigem formações acadêmicas de níveis fundamental, médio e superior, como auxiliar de serviços gerais, recepcionista, eletricista, nutricionista, psicólogo e professor, entre outros.

Os interessados devem acessar o site do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro https://www.idib.org.br até o dia 11 de agosto de 2021. As taxas – de R$ 60, R$ 80 e R$ 120, dependendo do cargo pleiteado – deverão ser pagas até 24 horas após a emissão do boleto no ato da inscrição. As provas objetivas serão realizadas em 3 de outubro, em Bayeux e em João Pessoa. O certame tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois.

Stäel Abelha vence o Miss Brasil de 1961

Vera Brauner de Menezes, Staël da Rocha Abelha e Alda Coutinho de Moraes (Foto: O Cruzeiro)

As oito finalistas diante da comissão julgadora (Foto: O Cruzeiro)

Há 60 anos, o Maracanãzinho, com um público de 25 mil pessoas aplaudiram a vitória da mineira Staël da Rocha Abelha vencer o Miss Brasil de 1961, sendo coroada pela Miss Brasil de 1960 Gina MacPhersonStaël tinha 19 anos, 1m70 de altura; busto e quadris 98 centímetros. Não queria viajar até Miami, por ciúme do namorado, tanto que renunciou logo que voltou ao Brasil. Os apresentadores foram Paulo Porto e Lourdes Mayer.

Misses Alagoas, Sergipe, Espírito Santo, Estado do Rio e Goiás (Foto: O Cruzeiro)

No 2º lugar ficou Vera Brauner de Menezes (1941/2012), do Rio Grande do Sul, que representou o Brasil no Miss Internacional em Long Beach (que dois meses depois virou Miss Brasil) e no 3º lugar ficou Alda Coutinho de Moraes (1938/2005), da Guanabara, que representou o Brasil no Miss Mundo, em Londres. No júri estavam Tereza de Souza Campos, Edite Pinheiro Guimarães, Edda Lutis, Gisela Machado, Di Cavalcanti, Zacarias do Rego Monteiro, José Amadio, Oscar Santamaria, Vitor Bouças, Juan Fischer, Fernando de Alencar Pinto, Herbert Moses e Harry Stone.

Misses Brasília, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso (Foto: O Cruzeiro)

Os apresentadores depois dos desfiles maiô e de noite, apresentaram o Top 8: Elza Maria Laureano dos Santos (CE), Stella Maria Rocha Lima (BA), Alda Maria Coutinho de Moraes (GB), Stael Maria da Rocha Abelha (MG), Filomena Maria Jorge Chaves (PA), Maria Lúcia Santa Cruz (PE), Carmen Aurélia Rodrigues de Lima (RN) e Vera Brauner Menezes (RS). Em 8º lugar ficou RN, no 7º PE, no 6º PA, no 5º BA e no 4º CE. As misses mais aplaudidas foram MG, GB, RN, PA, PE, RS e BA. Maria Augusta confessou as que melhores na passarela foram Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte Pará.

Misses Ceará, Bahia, Pará e Pernambuco (Foto: O Cruzeiro)

Participaram do Miss Brasil de 1961 22 candidatas Carmen Tereza Moutinho Mascarenhas Leite (AL), Neyla Loureiro Nery (AM), Stella Maria Rocha (BA), Elza Maria Laureano (CE), Marília Carvalho Brício (DF), Alcione Vieira Abreu (ES), Mires de Abreu Cruz (GO), Alda Maria Coutinho de Morais (GB), Sônia Maria de Souza Duailibe (MA), Eliney de Figueiredo (MT).

Misses Rio Grande do Norte, Amazonas, Maranhão, Piaui e Paraíba (Foto: O Cruzeiro)

Ainda Staël Maria da Rocha (MG), Filomena Maria Jorge (PA), Inês Gomes Pessoa (PB), Maria José Nascimento (PR), Maria Lúcia Santa Cruz (PE), Daisy Maria Couto Boavista (PI), Maria Madalena Aguiar (RJ), Carmen Aurélia Rodrigues (RN), Vera Maria Brauner Menezes (RS), Neusa Carmen Formighieri (SC), Ana Maria Filatro (SP) e Elenita Teixeira Lobo (SE).

Alagoas, Sergipe, Espírito Santo, Estado do Rio e Goiás (Foto: O Cruzeiro)

Brasilia, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso (Foto: O Cruzeiro)

Informações importantes: A Miss Simpatia foi Marilia de Carvalho Bricio (DF). Elenita Teixeira Lobo de Sergipe concorreu ao Miss Guanabara em a 1960. Sônia Duailibe (MA) virou empresária e jornalista de turismo. Neila Loureiro Nery (AM), é irmã de Rita Loureiro Nery que concorreu ao Miss GB em 1961. Carmen Rodrigues (RN) disputou o Miss Pernambuco de 1961, ficando em segundo lugar. O vestido mais caro, foi o da Miss Maranhão, Sonia Maria Duailibe.

Ceará, Bahia, Pará e Pernambuco (Foto: O Cruzeiro)

Rio Grande do Norte, Amazonas, Maranhão, Piauí e Paraíba (Foto: O Cruzeiro)