Fernando Machado

Blog

Tag pobre

Brasil perde a voz Agnaldo Timóteo

A MPB está mais pobre desde ontem, com a morte de Agnaldo Timóteo. O cantor nasceu em Caratinga, em Minas Gerais, na terra da Miss Brasil de 1961, Staël Abelha. Já deve ter se reunido com Ângela Maria e quem sabe não cantaram Mamãe, de Davi Nasser e Erivelto Martins. Agnaldo começou sua vida trabalhando num circo. Em Belo Horizonte teve a alegria conhecer sua musa Ângela Maria.

Agnaldo Timoteo sua voz nunca será esquecida (Foto: Divulgação)

Foi ela quem lhe deu o conselho para Agnaldo ir para o Rio de Janeiro, em busca de oportunidades. Na década de 60, já no Rio, pediu trabalho para Ângela Maria, que tinha um automóvel e não sabia dirigir. Em 1967 finalmente a felicidade bateu na sua porta com a canção Meu Grito de Roberto Carlos, seu conhecido quando recém-chegado ao Rio de Janeiro consolidou a sua carreira. Alem de cantor, foi compositor, escritor e político.

Flashes

Pincei esta nota do face de Demazinho Gomes: “Do Bal Masqué só ficou o nome. Se Julieta Pereira Borges, a fundadora acordasse, ia dormir de novo”.

E Demazinho Gomes acrescenta: E Claudinha Leite de espanador negro estava de matar. A propósito: Este ano o Bal Masqué teve menos público.

Será no dia 6 de março, na Praça de Eventos, a entrega do Prêmio Tacaruna Mulher 2017, marcando o Dia Internacional da Mulher.

O deputado Rodrigo Maia, acusado na Lava Jato, esteve sexta reunido com o governador Paulo Câmara e o prefeito Geraldo Julio. Ai tem coisa.

Creusa Bezerra Cavalcanti nos telefona para dizer que adorou o blog de ontem. A matéria do Baile da Saudade estava ótima.

Cuidado quando conversar com as pessoas. Nunca devemos dizer o que pensamos. Pobre não gosta de pobre. Sexta-feira passei por vexame de lascar.

Fatos Diversos

O Pobre Juan promove, na próxima quinta-feira, às 18h, um novo sunset na varanda do restaurante, só para convidados. Dessa vez, quem comanda o bate-papo é a competente jornalista Carmen Peixoto, onde vai dar dicas de como receber bem.

Tomaram posse, sexta-feira, na Academia Olindense de Letras, cuja presidente é Maria do Céu de Ataíde Vasconcelos, os escritores Dom Bruno Carneiro Lira e Lúcia da Costa Carvalho. O evento aconteceu nos Instituto Histórico de Olinda.

Flashes

Amanhã, o Ministro Og Fernandes toma posse como Corregedor da Justiça Federal, em Brasilia (DF). Muitos pernambucanos estarão lá.

O chef César Santos reune amigos hoje na seu Oficina de Sabor para comemorar seu anivesário.

O DJ George comandou as picapes da inauguração da loja A Maison, leia-se Mary Mansur.

O chef Olivier da Costa estará seguindo ao Recife, no final de outurbor, para o lançamento do novo cardápio do Sheraton do Paiva.

Depois da separação Chimbinha entra o babado de Stenio Garcia. A imprensa realmente está pobre de noticias.

Hoje, às 18h, na Alepe, teremos a reunião solene em homenagem ao Dia Nacional dos Motociclistas, graças ao deputado Ossesio Silva.

Nesta quarta-feira, às 20h, na Madre Deus, temos a apresentação do Madrigal Lindbergh Pires, por conta dos 72 anos da Unicap.

O advogado K.L. Diógenes, lança, hoje, às 19h, no Bufê Renata Motta, o seu romance Matryoshka. O prefácio é de Nelson Patriota.

  • 1 2