Fernando Machado

Blog

Tag playboy

De Volta para o Passado

Há 115 anos, nascia em Pernambuco, dom João Moura, primeiro bispo de Garanhuns, que morreu no dia 13 de julho de 1928.

Há 105 anos, nascia na Itália, o playboy Francesco Baby Pignatari, que morreu no dia 27 de outubro de 1977.

Há 85 anos, nascia nos Estados Unidos, o ator Burt Reynolds, que morreu no dia 6 de setembro de 2018.

Há 60 anos, Denise Zelaquette ganha o concurso de fantasias do Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, com Isabel, Rainha de Portugal by Marcilio Campos. (Foto: Mundo Ilustrado)

Há 25 anos, morria no, o jogador Quarentinha (Waldir Cardoso Lebrêgo), que nasceu no dia 15 de setembro de 1933.

Há 25 anos, morria na Bahia, o fotografo Pierre Verger, que nasceu no dia 4 de novembro de 1902.

Há 10 anos, morria nos Estados Unidos, a cantora Whitney Houston, que nasceu no dia 9 de agosto de 1963.

De volta para o passado

Há 190 anos, nascia no Ceará, o líder religioso Antônio Conselheiro (Antônio Vicente Mendes Maciel), que morreu no dia 22 de setembro de 1897.

Há 75 anos, morria no Rio de Janeiro, o compositor Custódio Mesquita, que nasceu no dia 25 de abril de 1910.

Há 70 anos, o prefeito do Recife Rui Alves criava o Conselho Municipal de Turismo. O primeiro presidente foi José Césio Regueira da Costa.

Há 60 anos, o playboy Ronaldo de Castro que matou no Rio de Janeiro, Aida Curi, era absolvido por 6 x 1.

Há 50 anos, devido a um defeito técnico da BUA fez pouso de emergência no Guararapes, trazendo a bordo Pier Paolo Pasolini e Maria Callas. Tomaram um avião da Cruzeiro do Sul e seguiram para Punta Del Este.

Há 10 anos, morria em Pernambuco, o cantor Gilberto Fernandes, que nasceu no dia 12 de março de 1927.

Há um ano, morria em Pernambuco, a procuradora da Fazenda, Julieta Farias Cabral, que nasceu no dia 16 de julho de 1924.

Pausa Poética

“As três grandes invenções da civilização foram o fogo, a roda e a Playboy. Ninguém fazia sexo antes da Playboy. Nós o inventamos”. Hugh Hefner (1926/2017)

 

Pausa Poética

“Aos 18 anos, a gente adora. Aos 20, a gente ama. Aos 36, deseja e aos 40, reflete”. Baby Pignatari (1916/1977)

  • 1 2