Fernando Machado

Blog

Tag Pesquisa

Nos Bastidores da Política

O ano de 2022 vem marcando também a forte retomada da hotelaria no país. Dados da Pesquisa do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil apontaram um crescimento na taxa de ocupação hoteleira de 67,7% no acumulado do ano (jan a set), chegando a quase 60% dos leitos ocupados. O destaque vai para as regiões Sul e Sudeste do país que apresentaram alta superior ao índice nacional, chegando a uma movimentação 70,6% e 77,4%, respectivamente, maior do que o mesmo período do ano passado.

O levantamento também analisou a ocupação hoteleira de algumas cidades do país entre os meses de janeiro e setembro. Entre os principais municípios visitados foram observadas altas entre 27,5% em Vitória e 169,8% em Campinas. Foram destaques também as cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba e Florianópolis, que apresentam percentuais acima de 70%. Quando observado somente o mês de setembro, o segmento teve uma alta de 26,1% no Brasil, ultrapassando a marca de 62% das unidades habitacionais (UH) ocupadas.

Um sucesso o Congresso da ABAV

Romilda Monteiro da TV Tribuna e Milu Megale durante o almoço (Foto: Fernando Machado)

A secretaria de Turismo de Pernambuco, Milu Megale, está contentíssima com a ABAV Expo 49, pois em três dias de realização visitaram o pavilhão do Centro de Convenções de Pernambuco, 25.857 pessoas. Ontem, Milu reuniu um grupo de jornalistas para almoço no Vila Bistrô, do Shopping Tacaruna, para agradecer a força que eles deram ao evento. O congresso é uma promoção da Associação Brasileira de Agencias de Viagens, cuja presidente é Magda Nassar.

As jornalistas Rachel Motta, Bete Espinola e Janaina Lima (Foto: Fernando Machado)

Milu Megale informou que durante o evento foi realizada uma pesquisa para identificar o perfil do visitante e os indicadores dos meios de hospedagem. Entre outros pontos tivemos que rede hoteleira do Grande Recife registrou uma ocupação média de 90%; Os principais destinos emissores foram: São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba e Alagoas. E do exterior, Itália, Holanda e Estados Unidos. Destaque-se a forte presença do público feminino: 59%.

Leo Vasconcelos, Paula Lozada, Rhaldney Santos e Rafael Dantas (Foto: Fernando Machado)

Nos Bastidores da Política

Em 2021, o número de domicílios com acesso à internet no Brasil chegou a 90,0%, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. Em termos absolutos, são 65,6 milhões de domicílios conectados, 5,8 milhões a mais do que em 2019. A Pesquisa tem como objetivo principal o levantamento de informações conjunturais sobre as tendências e flutuações da força de trabalho brasileira.

O prazo para a apresentação de projetos da Lei de Incentivo ao Esporte em 2022 foi encerrado quinta-feira. Mais uma vez, o número de propostas atingiu um patamar recorde. Foram apresentados 3.042 projetos entre 1º de fevereiro e 15 de setembro, 535 a mais que no ano passado. Quando comparado com 2020, são 1.621 iniciativas a mais.

Anotações do Cotidiano

A partir de sexta-feira estarão abertas as inscrições para o II Concurso Nacional de Dramaturgia Flávio Migliaccio. Com a proposta de valorização do autor teatral, o concurso foi criado pelo jornalista e dramaturgo Francis Ivanovich em dezembro de 2020. Agora em janeiro de 2022, o público terá a oportunidade de conhecer os premiados da primeira edição e o edital da segunda que estará disponível no site da Frankfurt Produções. As inscrições são gratuitas e ficarão abertas até o dia 4 de março. A premiação será no dia 7 de janeiro, às 18h no Teatro Solar de Botafogo.

Em pesquisa realizada pela TIM com usuários do Estado, 45% esperam que a sua situação financeira melhore — em consonância com a estagnação econômica do mundo e o aumento do custo de vida, com inflação na casa dos 10% nos últimos 12 meses.  Segundo o levantamento da plataforma TIM Ads, 29% desejam mais saúde e outros 26% querem uma melhora da vida profissional, com a conquista de um emprego ou promoção. Perguntados sobre como foi 2021, 47% responderam que o ano foi bom ou ótimo, enquanto 35% o consideraram apenas razoável e 19%, ruim ou péssimo. Os pontos positivos foram a aplicação da vacina contra a covid-19 (25%) e o simples fato de ter sobrevivido à pandemia (23%).