Parabéns, Elza Show!

Elza Show teve seu valor reconhecido (Foto: Divulgação)

Personagem conhecido nos bares e redutos boêmios da capital pernambucana, a atriz e perfomer Elza Show, que atua desde os anos 60, será uma das homenageadas do Recifest, festival de cinema LGBTQI+, que inicia na próxima sexta-feira e segue até o dia 31. Elza tinha apenas 16 anos de idade quando saiu de casa por ser LGBT, e já nos anos 60  interpretou cantoras populares do imaginário brasileiro. Atualmente com mais de 70 anos de vida, é muito respeitada pelo seu trabalho artístico como intérprete das grandes divas da música popular, sobretudo Elza Soares.

Sharlene Esse também será homenageada (Foto: Divulgação)

Também serão agraciadas as artistas trans, Sharlene Esse e Raquel Simpson. Uma das novidades deste ano, é que as homenageadas, que estão impossibilitadas, por conta da pandemia, de qualquer apresentação em locais públicos, receberão um pagamento pelo direito de imagem. As produtoras são Carla Francine e Rosinha Assis. A coordenação é de Mauro Lira. A produção foi até a casa da Elza, e a encontrou numa situação vulnerável então resolveu criar uma campanha em prol da homenageada. O grupo está feliz porque conseguiu dinheiro para fazer pequenas reformas na casa, para alimentos e outros itens de necessidade básica.

Raquel Simpson outra homenageada (Foto: Divulgação)