Fernando Machado

Blog

Tag patrono

Anotações do Cotidiano

No próximo dia 22, às 17h, no Memorial de Medicna de Pernambuco, no Derby, vamos ter reunião ordinária da AALP. Nesta primeira reunião do ano, a palestra de Marcílio Reinaux que, dentro do projeto Saudosa Memória, do seu Patrono Dom Frei Vital Maria Gonçalves Oliveira, Arcebispo de Olinda e Recife. Informa o presidente Moisés da Paixão.

Estão abertas as inscrições para a I Expoagro Gravatá, que acontecerá de 21 a 25 de fevereiro reunindo criadores de ovinos, caprinos e de cavalos da raça mangalarga marchador. No evento, haverá julgamentos e comercialização de animais de alta linhagem genética, além de cursos e treinamentos em áreas ligadas à pecuária. Paralelamente teremos a I Expo Jipe Gravatá.

Anotações do Cotidiano

O Comandante do Segundo Comando Aéreo Regional, Major-Brigadeiro do Ar Luiz Fernando de Aguiar, convidando para a solenidade alusiva ao 144º Aniversário de Alberto Santos Dumont – Patrono da Aeronáutica Brasileira – a realizar-se no próximo dia 20, às 16h, na Ala 15 (ex Base Aérea do Recife). Deverá a última cerimonia ao Pai da Aviação, como II COMAR.

O oncologista clínico e presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Nordeste, Eriberto de Queiroz Júnior, coordena amanhã, às 8h, o I Simpósio Internacional Câncer de Pulmão. O encontro, que será realizado, no JCPM Trade Center, e tem como objetivo integrar e atualizar, de forma contínua, os profissionais de oncologia com o tratamento do câncer de pulmão.

Richard Reiter: Cidadão do Recife

A Câmara Municipal do Recife está diretamente vinculada ao nascimento da própria Vila do Recife. No momento da criação de uma nova vila, a lei determinava que se tomassem as seguintes providências: inaugurar o Pelourinho e convocar os cidadãos locais  para eleger os primeiros vereadores. Segundo registros históricos, em 15 de fevereiro de 1710, por ordem do rei de Portugal, foi instalada a Vila do Recife e inaugurada a sua Câmara Municipal.

b-richard-valeria-phoebe-victoria-roderick-andre-regis

Richard e Valéria Reiter com os filhos Phoebe, Victoria e Roderick, além de André Régis (Foto: Fernando Machado)

Foram então realizadas as primeiras eleições, tendo sido eleito presidente o Juiz José Ignácio de Arouche. Foi bastante curto o funcionamento da primeira legislatura. Em 17 de novembro de 1710, os nobres, como eram chamados os moradores de Olinda, invadiram a Vila do Recife, derrubaram o Pelourinho e seguiram para a Câmara Municipal, onde espancaram os vereadores, rasgaram suas roupas, tomaram os seus distintivos, prenderam-nos e declararam fechada a sede do Legislativo.

b-paloma-gonzalez-matt-reener

Paloma Gonzalez e Matt Keener (Foto: Fernando Machado)

Essa situação perdurou até 18 de junho de 1711, quando os recifenses rebelaram-se e enfrentaram os agressores num combate armado que se prolongou por quatro meses. Até que em 8 de outubro de 1711 chegou ao Recife o novo governador de Pernambuco, Felix José Machado. Foi quando se restabeleceu a ordem, com a prisão dos chefes do movimento. Só então, em 18 de novembro de 1711, o Pelourinho foi reconstituído, sendo instalado no pátio em frente à Igreja do Corpo Santo, que foi derrubada. Enfim, era reaberta a Câmara Municipal.

b-bruno-bisson-hitomi-sekiguchi-richard-reiter

Os cônsules Bruno Bisso da França, Hitomi Sekiguchi do Japão e Richard Reiter (Foto: Fernando Machado)

A partir de então, o Legislativo funcionou normalmente até a Proclamação da República em 1889, quando foi temporariamente suspenso, durante o governo do Marechal Deodoro da Fonseca. Com a promulgação da Constituição de 1891, foi transformado em Conselho de Intendência Municipal. Neste período, foi eleito presidente do Conselho José Mariano Carneiro da Cunha. Considerado um dos maiores políticos do seu tempo, o Conselheiro José Mariano foi o primeiro prefeito eleito do Recife.

b-joanna-ferreira-patricia-menge-eliane-luna

Joanna Ferreira, Patricia Menge e Eliane Luna (Foto: Fernando Machado)

Em sua homenagem, na década de 40, que os vereadores do Recife o elegeram Patrono da Câmara Municipal. Daí o Legislativo Municipal também ser conhecido como a Casa de José Mariano. Em 1962, começaram as obras para a transferência da Câmara para o novo prédio, onde até então funcionava a Escola Normal do Recife, situada na Rua Princesa Isabel, ao lado do Parque Treze de Maio, na Boa Vista. É lá onde a Câmara funciona até hoje.

b-richard-david-reiter

Richard e o irmão David Reiter (Foto: Fernando Machado)

Ontem, quando o consulado dos Estados Unidos comemorava seus 200 anos, com a chegada do diplomada Samuel S. Voorhees, nomeado pelo presidente James Madison, dia 1 de abril de 1815, e montou o consulado no mesmo local onde surgiu a nossa Câmara, ou seja no bairro do Recife, tivemos a entrega do titulo de Cidadão do Recife para o cônsul geral norte-americano Richard Reiter, que estava muito elegante by BAR, de autoria do vereador André Régis. Coube ao vereador, ou seria um pastor?, Eduardo Marques presidir a cerimônia.

b-patricia-menge-thiago-hanken-erick-olson-fabiola-rios-otavio-carneiro-leao-neto

Patricia Menge, Thiago Hanken, Eric Olson, Fabiola Rios e Otávio Carneiro Leão Neto (Foto: Fernando Machado)

Richard foi conduzido pelo vereador André Regis até o plenário. Sentaram na mesa principal, o vice-governador Raul Henry, outra presença elegante by Ricardo Almeida, o novo cidadão do Recife, o autor da proposta e o vice-presidenta da Casa José Mariano, que lembrou ou não quis lembrar que o Estado é laico. Na sequencia foi executado os hinos dos Estados Unidos e do Brasil, pelo duo Mario (violino) Vitor e Gueber (clarinete) Santos. Tivemos duas falas. A do vereador André Régis e a do cônsul geral norte-americano.

b-richard-reiter-eliane-luna

Richard Reiter e Eliane Luna (Foto: Fernando Machado)

O speech de Reiter foi muito bonito. Lembrou da chegada do cônsul Samuel S. Voorhees há 200 anos, nosso consulado é o segundo mais antigo das Américas, perdendo apenas para o de Buenos Aires. Richard Reiter não esqueceu de mencionar a Revolução de 1817, dos heróis Antonio Cruz Cabugá, Marco Antonio Araujo e Joaquim Nabuco. Brincou ao dizer que já era Cidadão de Pernambuco, pois sua esposa Valéria é pernambucana e lhe deu o titulo.

b-andre-regis-richard-reiter-raul-henry

André Régis, Richard Reiter e Raul Henry (Foto: Fernando Machado)

Não esqueceu de frisar a secretária Eliane Luna, que atuou por muito anos no Consulado dos Estados Unidos, falou dos filhos Roderick, Phoebe e Victoria. Não esquecer que seu irmão, David Reiter, é diplomata e serve no Cairo, e veio especialmente prestigiar a entrega do titulo. Encerrando o Mario e Gueber executaram o Hino do Recife. Um encontro marcado de solidariedade e saudade.

Notícias da Caserna

No dia 18 de outubro teremos o lançamento do projeto Pequeno Cisne – Navegando pelos livros promovido pelas Voluntárias Cisne Branco do Recife. O evento acontecerá durante o passeio de catamarã que irá sair às 17h30 do Catamaran Tours. A entrada individual será R$ 15 mais a doação de um livro de história infantil ou juvenil. Quem nos informar é asenhora Renata Grilli, coordenadora da Cisne Branco.

Ontem no Campo dos Afonsos, no Rio de Janeiro, tivemos uma solenidade militar em torno dos 117 anos de nascimentos do patrono da Força Aérea Brasileira, marechal do ar Eduardo Gomes. Aliás, ele foi o primeiro comandante do II Comando Aéreo Regional, sediado no Recife.