Fernando Machado

Blog

Tag originalidade

Baile Municipal de 1976

Jesus Henrique com Sonhar com Rei da Leão e Marlene Paiva com Pompa e Circunstância (Fotos: Manchete)

Há 45 anos, acontecia no Português, o maravilhoso Baile Municipal de 1976, coordenado pela primeira dama Geralda Farias. Vieram os atores Paulo Gracindo, Carlos Alberto, Denis Carvalho, José Augusto Branco, Milton Gonçalves, Luiz Armando Queiroz, Sandra Barsotti, Aracy Balabanian, Vera Gimenez, Leila Crespi, Rose di Primo e Jece Valadão, a cronista Danusa Leão, o relações publicas Zacharias do Rego Monteiro, a promoter Loretta e a socialite carioca Maria Eudóxia Cunha Bueno.

Almir da Paixão com Velhos Carnavais (Fotos: Manchete)

Para as danças tocaram as Orquestras Nelson Ferreira e José Menezes. A apresentação foi de Aldemar Paiva. No concurso de Fantasia Categoria Pernambucana ganhou Almir da Paixão com Ressurreição do Carnaval, Prêmio Cidade do Recife foi para Jaime Melo com Dança Guerreira. Em Originalidade feminina venceu Ivete Garrido com Maria do Pátio de São Pedro e no 2º lugar ficou Pinah Maria de Fátima Ferreira com Filha de Netuno. Em originalidade Masculina venceu Darley Frazão com Trovador do Rei Balduino.

Isabela Dantas com Teia do Amor e Isidoro Santos com Homenagem a Zacarias (Fotos: Manchete)

Na categoria Luxo Feminino venceu Isabela Dantas com Teia do Amor e no luxo Masculino venceu Isidoro Santos Homenagem a Zacharias, em 2º lugar ficou Jesus Henrique com Sonhar com Rei dá Leão e no 3º lugar Danton Jardim com Ifar, o pássaro divino. Tivemos um Hors Concours para Mucio Catão com O Carrossel da Vida. Um Prêmio Especial para Marlene Paiva com Pompa e Circunstância e o vestido mais bonito foi o da senhora Anginha Hazin.

I Baile do Caboclinho

Há 45 anos, acontecia no Clube Português do Recife, promovido pelo Diário de Pernambuco, o primeiro e único Baile do Caboclinho. A comissão julgadora foi presidida pelo colunista social carioca Fernando Zerlottini. Tivemos desfile de fantasias nas categorias pernambucana, originalidade (masculino e feminino) e luxo (masculino e feminino).

Almir da Paixão e a sua Arunaçu da Tribo Carajá (Foto: Divulgação)

No desfile da categoria Pernambucana venceu Almir da Paixão com o Grande Chefe Arunaçu de Tribo Carajá e no 2º lugar ficou Jaime Melo com Omulu de Umbanda. Em originalidade feminino venceu Hailye Bergamasco com Por quem os Sinos Dobram e na masculino venceu Isidoro Santos com Feiticeiro do Lago dos Cisnes.

Jesus Henrique e a Ressurreição de Ataualpa (Foto: Divulgação)

Na categoria Luxo feminino venceu Judite Bueno com O Sol de Kilimanjaro e na de Luxo Masculino o vitorioso foi Jesus Henrique com Ressurreição de Ataualpa. Também tivemos um Hors Concours para Mucio Catão com Navio Fantasma.

Bal Masqué de 1971

Jesus Henriques e seu Templo Oriental (Foto: Manchete)

Há 50 anos, acontecia no Clube Internacional, o Bal Masqué. Vieram Sergio Cardoso, Geórgia Gomide e Nívia Maria. Na categoria Luxo venceu Jesus Henriques com Templo Oriental e no 2º lugar ficou Evandro de Castro Lima com Delírio Sideral, em 3º lugar Tereza Carmen Carvalho com French Can-Can de Marcilio Campos. Na categoria originalidade venceu Gerluce Amorim com o Gato de Botas de Múcio Catão, em 2º lugar Telma Guerrero com 140 anos do Diário de Pernambuco de Dorgival Zelaquete.

O ator Sergio Cardoso (Foto: Divulgação)

Na categoria Máscaras venceu Lucia Spessatto com Faisão Dourado de Ricardo de Castro e em 2º lugar Berenice Michelli com Vesúvio de Nápoles de Mucio Catão, em 3º lugar Claudia Santos com Deus do Amor e em 4º lugar Virginia Cardoso com Ave do Paraíso. Na categoria Originalidade venceu Mucio Catão com Fantasma da Opera em 2º lugar Wilza Carla com Mamãe Canguru e em 3º lugar Eraldo Oliveira com Dançarino Budista.

Geórgia Gomide e Nivia Maria (Fotos: Divulgação)

Baile dos Vassourinhas de 1975

Há 45 anos, acontecia no Clube Português, o III Baile dos VassourinhasAlmir da Paixão ganhava o primeiro lugar em originalidade com Viva o Recife. No luxo masculino venceu Jesus Henriques com Jupiter Superstar. Dona Helena Lundgren que raramente comparecia a uma prévia de carnaval prestigiou a noitada.

O campeoníssimo Almir da Paixão mostra o que é fantasia (Foto: Museu da Cidade do Recife)

Na comissão julgadora foi formada por Sinhá Alencar, Gloria Melo, Lais Cabral da Costa, Rosa Guerra, Helena Pessoa de Queiroz Gomes, Dayse Holanda Cavalcanti, Zacharias do Rego Monteiro, Marcilio Campos e Ricardo de Castro.

  • 1 2