Fernando Machado

Blog

Tag olimpico

Anotações do Cotidiano

Domingo, o Casbah, em Olinda, sedia a Ressaca Junina com a proposta de valorizar a cultura nordestina por meio do Forró. A festa começa às 15h, com aulão de forró ministrado pelos professores, João Lira, Darilson Cassiano e Dryelle Melo. Em seguida, às 17h, começa o baile com shows dos grupos de forró pé de serra, CaSoando e Forró de Cabeça com a participação do cantor Silvério Pessoa. Nos intervalos estará o DJ Jhow Smeril. O evento é promovido pelo Recife Summer Dance com apoio do Forrobodó. No local haverá ponto de arrecadação de roupas, alimentos e brinquedos para as vítimas das chuvas da cidade. Ingressos no site Sympla.com.

Jéssica e Arthur Zanetti (Foto: Divulgação)

Duas vezes medalhista olímpico nas argolas, incluindo um ouro, em Londres (2012), o ginasta Arthur Zanetti e a esposa, Jéssica Zanetti, enfrentaram um grande desafio pessoal desconhecido por muitos: o de lidar com o diagnóstico de um tipo de câncer do sangue – o mieloma múltiplo, que acometeu Jéssica, há dois anos, época em que estava grávida do pequeno Liam. Para alertar em prol da causa, o casal está engajado na Consulta Pública da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias, que pode incluir novas terapias no SUS. Disponível por 20 dias, o processo é aberto ao público. Para participar, basta acessar o link e opinar.

Nos Bastidores da Política

A Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania e o Exército Brasileiro realizaram, quinta-feira, mais uma reunião de trabalho para trocar experiências e aperfeiçoar as soluções técnicas e administrativas para tratar do legado olímpico no Complexo Esportivo de Deodoro, no Rio de Janeiro. Os presentes compartilharam boas práticas de gestão tanto das instalações esportivas do Parque Olímpico da Barra, que são geridas pela União, quanto dos equipamentos localizados na região de Deodoro, geridos pelo Centro de Capacitação Física do Exército.

Estiveram na reunião o ministro da Cidadania, o chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, o chefe do Centro de Capacitação Física do Exército e o secretário especial adjunto do Esporte do Ministério da Cidadania, dentre outros. Entre as ações, foram debatidas as possibilidades de parcerias com as principais entidades esportivas nacionais, como confederações das diferentes modalidades e os comitês Olímpicos do Brasil e Paralímpico Brasileiro, para ampliar o uso dos equipamentos em Deodoro, seguindo o modelo implantado no Parque Olímpico da Barra.

Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

O Comitê Olímpico do Brasil anunciou segunda-feira os 11 representantes do Brasil nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, que serão disputados entre 4 e 20 de fevereiro. O país terá 11 atletas na disputa de cinco modalidades. No último dia 13, o Comitê Paralímpico Brasileiro já havia anunciado os seis atletas do País, em duas modalidades, para os Jogos Paralímpicos de Inverno, que serão entre 4 e 13 de março. No grupo dos olímpicos, a maior parte representa o bobsled. A equipe tem Edson Bindillati, Edson Martins, Erick Vianna e Rafael Souza. Jefferson Sabino será o reserva. No esqui cross country foram convocados Manex Silva, no masculino, e Jaqueline Mourão e Bruna Moura, entre as mulheres.

A vaga no esqui alpino ficou com Michel Macedo. O time se completa com Sabrina Cass, no esqui estilo livre moguls, e Nicole Silveira, no skeleton. Já nos Jogos Paralímpicos, Aline Rocha, Cristian Ribera, Guilherme Cruz Rocha, Robelson Moreira Lula e Wesley dos Santos vão disputar a modalidade esqui cross-country. André Barbieri vai competir no snowboard. É a maior delegação nacional em uma edição de Jogos Paralímpicos de Inverno. Dos 11 olímpicos, nove (81%) integram atualmente o Bolsa Atleta, programa de patrocínio direto da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania.

Jogos Escolares Brasileiros de 2021

Os Jogos Escolares Brasileiros – JEB’s 2021, que têm início na próxima sexta-feira no Rio de Janeiro e se encerram em 5 de novembro, poderão ser disputados com a presença de público. A competição, aberta a estudantes de 12 a 14 anos, e que retorna este ano ao calendário escolar após 17 anos sem ser realizada, terá mais de cinco mil estudantes das 27 unidades da Federação. A decisão de que as competições das 17 modalidades poderão ser acompanhadas de perto pelo público está amparada por decreto publicado pela Prefeitura da Cidade do Rio de janeiro no último dia 17 de outubro.

Assim, para ter acesso às arenas do Parque Olímpico da Barra, onde será disputada a maior parte das modalidades, será necessário a apresentação da carteira de vacinação de acordo com protocolo sanitário estipulado pela Prefeitura do Rio de Janeiro. No próximo ano, os JEB’s serão classificatórios para os Jogos Sul-Americanos Escolares, que serão disputados em 2022 no Brasil. Em 2023, os Jogos Mundiais Escolares Sub-15 também serão disputados no Rio de Janeiro. Os JEB’s terão disputas oficiais em 17 modalidades: atletismo, basquete, futsal, handebol, judô, vôlei, vôlei de praia, natação, tênis de mesa, xadrez, caratê, wrestling, ginástica artística, ginástica rítmica, badminton, ciclismo e taekwondo.