Fernando Machado

Blog

Tag NASA

Nos Bastidores da Política

A participação brasileira no Programa Lunar Nasa Artemis, da Nasa, foi oficializada terça-feira, com a assinatura de um acordo de cooperação, em cerimônia no Palácio do Planalto. O Brasil é o único país da América Latina e o 12º no mundo a entrar para a lista de parceiros. O programa tem entre os objetivos o retorno de voos tripulados à Lua e inclui também missões não tripuladas. O Artemis pretende levar a primeira mulher e o primeiro homem negro à superfície lunar em 2024 enquanto desenvolve as tecnologias para organizar posteriormente uma missão humana a Marte. O objetivo é a exploração civil pacífica do espaço.

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro Marcos Pontes (Foto:Marcos Correa)

O Presidente Jair Bolsonaro, sancionou, terça-feira, lei que reduz a carga tributária sobre os serviços relativos à Telecomunicações, Radiodifusão e à Indústria Cinematográfica. A medida reduz os valores de várias taxas incidentes sobre o serviço de banda larga via satélite provido por meio de antena de pequeno porte, conhecida como VSAT. O objetivo é expandir o acesso à internet em banda larga em todo o país, atingindo a população que vive em áreas rurais e regiões isoladas de difícil acesso. O texto foi proposto pelo Executivo e aprovado pelo Congresso Nacional.

Vamos curtir a NASA?

Durante as férias em família na Flórida, é muito importante traçar um roteiro que inclua atrações que agradam a todos. A poucos quilômetros de Orlando está o NASA Kennedy Space Center Visitor Complex, o local perfeito para todas as idades – desde aspirantes a astronautas, até os veteranos que assistiram os primeiros avanços da NASA se divertem com as atividades disponíveis, como treinamento de astronauta, escalar planetas e superfícies, conhecer os veículos responsáveis pela exploração e muito mais.

Os jovens adoram o perigo (Foto: NASA)

Disponível com agendamento prévio, o ATX Center® simula uma expedição a Marte, em que a equipe é dividida para realizar cada etapa da missão. Começa com o lançamento de um foguete e a necessidade de atenção e técnica para aterrissagem com segurança. Toda a vivência utiliza tecnologia de ponta, dispõe de uma cadeira que simula microgravidade, reproduz ambientes severos e incentiva o trabalho em equipe para resolver problemas reais de uma missão espacial. A segunda etapa consiste na colonização do Planeta Vermelho, de estruturas para a sobrevivência e ações de gerenciamento do solo, como a limpeza dos painéis solares.

A guia orientando a exploradora (Foto: NASA)

A atividade é voltada para pessoas com mais de 10 anos. Para os pequeninos, a atração mais recente no é o Planet Play, uma área repleta de elementos que oferecem experiências imersivas capazes de trazer o espaço à Terra, onde as crianças podem desvendar curiosidades enquanto brincam de mapear uma constelação, deslizar por “buracos de minhocas”, andar pelos anéis de Saturno e deslizar num campo de asteroides. Os pais podem desfrutar de um café ou um drink em um lounge confortável, enquanto observam a brincadeira de seus pequenos exploradores.

Anotações do Cotidiano

Depois de um fechamento temporário em função da pandemia da COVID-19, o NASA Kennedy Space Center Visitor Complex está levando os visitantes “de volta à Lua” com a reabertura do Apollo/Saturn V Center que aconteceu no dia 15 de março. De acordo com as novas diretrizes de saúde e segurança os assentos dos Bus Tour, ônibus responsáveis por levar os turistas ao Centro, serão limitados e sujeitos à disponibilidade. Será necessário reservar horário e lugar no quiosque próximo aos veículos e, no momento da saída, os participantes serão recebidos em uma área restrita com marcas de distanciamento social. Os passageiros se sentarão afastados uns dos outros no durante o curto trajeto até o Apollo/Saturn V Center e poderão voltar ao Complexo de Visitantes quando desejarem.

Monumento aos astronautas (Foto: Divulgação)

Uma parceria em favor da vida. Assim é considerado o convênio entre a Celpe e o Hospital de Câncer de Pernambuco, lançado este ano. O hospital faz parte do Conta do Bem, projeto idealizado com a finalidade de congregar todas as ações solidárias promovidas pela Celpe por meio da conta de energia, a fim de contribuir com o trabalho desenvolvido por organizações sociais. Na Conta do Bem, os consumidores podem efetuar as doações por meio das faturas de energia. Para participar basta acessar o www.hcp.org.br/contadobem e preencher o formulário de adesão disponibilizado pela instituição. Os valores são escolhidos pelo doador (entre R$ 1,00 e R$ 10,00) e adicionados, automaticamente, às contas de energia dos meses seguintes.

Lucicreide vai pra Marte

O primeiro longa-metragem brasileiro a ter cenas filmadas no NASA Kennedy Space Center Visitor Complex, localizado nos arredores de Orlando, na Flórida, Lucicreide vai pra Marte já começou a ser lançado nas principais capitais do país. A produção traz cenas gravadas em pontos importantes do Complexo, todas acompanhadas pelo astronauta Marcos Pontes. O filme está sendo apresentado nos cinemas do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza, Brasília, Recife, Natal, Aracaju, São Luís e em algumas salas da Bahia e Espírito Santo.

O astronauta Marcos Pontes e  a atriz Fabiana Carla dirigidos por Rodrigo César (Foto: Divulgação)

A filmagem conta a história de uma empregada doméstica que se envolve no grupo de astronautas em treinamento para explorarem Marte e conta com imagens no Jardim de Foguetes e nos prédios em que se encontram o ônibus espacial Atlantis e o foguete Apollo-Saturn V. O destaque está com o ATX® Center, atração que oferece uma experiência fiel à realidade dos treinamentos de astronautas com laboratório onde são cultivadas plantas, além de simuladores de voos, pousos e gestão do solo marciano.

Fabiana Karla vive o papel de Lucicreide no filme (Foto: Divulgação)

O período de lançamento do filme ocorre durante um importante marco na história da NASA, quando o Rover Perseverance, veículo de exploração mais moderno já lançado ao Planeta Vermelho acaba de aterrissar no destino para investigar se já houve vida no local. Não é a primeira vez que as locações em Cabo Canaveral são cenário para filme. Muito aclamado pela crítica, Armageddon, lançado em 1998, possui cenas gravadas no Launch Complex 34, histórica plataforma de lançamento de missões do Programa Apollo.

  • 1 2