Fernando Machado

Blog

Tag municipal

II Baile Municipal do Recífe

Há 60 anos, acontecia no Clube Português, o Baile Municipal do Recife de 1962. A decoração foi de Abelardo da Hora. A comissão julgadora foi formada por Zacharias do Rego Monteiro, Marcilio Campos, Alfredo Vieira, Almeida Castro, Wilma Lima Cavalcanti, Ladjane Bandeira. O ponto alto da prévia foi o desfile de fantasia.

Evandro Castro Lima venceu com Pedro II (Foto: Reprodução da Revista do Rádio)

No luxo feminino venceu Ana Maria Ramiro Costa Caldas com a Princesa das Mil e Uma Noites by Marcelo Ramiro Costa Caldas. E no 2º lugar ficou Judite Bueno com as Neves de Kilimanjaro. No luxo masculino venceu Evandro de Castro Lima com Pedro II e no 2º lugar ficou Mucio Catão com Morte em Férias.

Ana Maria Ramiro Costa Caldas e Judite Bueno (Fotos: Reprodução da Revista do Rádio)

Em originalidade venceu Aloisio Queiroz com Feiticeiro Inca e no 2º lugar ficou Paulo Melo com o Espantalho. Em grupo venceu as Mumias com Jorge Tavares, Martins Arruda, Armando Arruda Sampaio, Rodan Silveira e Antonio Lopes Mousinho.

Clea Krause comandou o Municipal de 1982

Sob o comando da senhora Clea Borges Krause aconteceu, no Clube  Português, há 40 anos, o Baile Municipal de 1982. A grande atração era o desfile de fantasias. Na categoria  luxo venceu Isidoro Santos com Evocação dos Maracatus do Velho Recife, no 2º lugar ficou 2 Jesus Henriques com Cantadores de Cordel. Na categoria Feminino venceu Consuelo com Zigfield Folia e no 2º lugar Isabela Dantas com Dona Santa, Rainha do Maracatu.

Diva Pacheco e Clea Krause que foi muito cumprimentada pelo sucesso da prévia (Foto: Divulgação)

Em Originalidade ganhou Augusto Cesar Ferreira com Xanadu, o Refugio dos Anjos. Em Motivos folclóricos venceu Jorge Danel com Caboclinho de Lança, em 2º lugar ficou Walter Queiroz com Festa no Interior. Na categoria Pernambucana venceu Xuruca Pacheco com Palhaço do Circo Mambembe, em 2º lugar ficou Nilberto Lourenço Aguiar com Mensageiro Nordestino e em 3º lugar ficou Paulo Dutra com Curumin, hoje é dia de índio.

Isabela Dantas com Dona Santa, Rainha do Maracatu (Foto: PCR)

No Premio Especial Alex o vencedor ficaram Ricardo Montenegro com A Babá de Rosemary e Ricardo Queiroz com Noite de uma fantástica fantasia. Hors concours Almir da Paixão com O Rajá de Caxambu, Mucio Catão com Michel de Nostradamus, Jaime Melo com Mago Príncipe do Oriente e Diva Pacheco com Três Fantasias Inesquecíveis do Folclore Pernambucano.

Consuelo e Múcio Catão (Foto: Divulgação)

Parabéns, Geralda Farias!

Almir da Paixão e suas Maravilhas da Natureza (Foto: Divulgação)

Há 45 anos, a Legião Assistencial do Recife, cuja presidente era Geralda Farias, promovia nos salões do Clube Português, o Baile Municipal do Recife. O evento era bonito e de muito glamour. O ponto alto da previa cuja renda era para as obras sociais da LAR, era o desfile de fantasias.

Fernando Villachan, Geralda Farias, Marta Henriques, Adilson de Barros e Fátima Bahia (Foto: Diário da Noite)

Na categoria Originalidade o vencedor foi Almir da Paixão usando Maravilhas da Natureza. O Hors Concours foi para Mucio Catão com Rui Barbosa. E no Luxo venceu Jesus Henriques, com a fantasia A Lenda do Arco Iris. Miss Brasil de 1957, Therezinha Morango Pittigiliani, foi um das presenças mais assediadas do baile.

Silvia Fraga, Terezinha Morango Pitigliani e Alik Kostakis no juri (Foto: Acervo do Blog)

Vieram do Rio de Janeiro e São Paulo Suely e Ricardo Stambosky, Silvia Fraga, Regina Marcondes Ferraz, Lauretta, Clodovil, a colunista social Alik Kostakis, Nini Tavares de Miranda, jornalistas Adirson de Barros, José Rodolfo Câmara, Fernando Zerlotini, Lucio Brasileiro, Jota Ipifanio, Candida Palmeira e Hildegard Angel.

Jesus Henriques e sua Lenda do Arco Iris (Foto: Divulgação)

Baile Municipal de 1972

Há 50 anos, acontecia no Clube Português, o Baile Municipal do Recife, que há dois anos não acontecia. Vieram a prévia o figurinista Dener, Pedrinho Aguinaga, Marisa Raja Gabaglia, Carlos Imperial, Taigura, Jece Valadão, e Zacharias do Rego Monteiro. No desfile de fantasias em luxo venceu Jesus Henriques com O Grande Guerreiro Contra o Dragão da Maldade e no 2º lugar ficou Demoir com Ciro, o Rei Persa.

Os desfilantes Carlos Queiroz e Múcio Catão (Foto: Manchete)

No Luxo feminino venceu Dina Mara Oliveira com a Princesa Encantada e no 2º lugar ficou Francis Marinho com Dama da Corte Real. Em Originalidade masculina venceu Paulo Varella com Festival de Lanterna e no 2º lugar ficou Paulo Melo com Esse Rio Moleque. O Premio Natan foi para Ivanete Paashaus com Liu Y, a Princesa Celeste Imperial de Dorgival Zelaquete. E foi o Hors Concours foi para Mucio Catão com Abraham Lincoln.