Fernando Machado

Blog

Tag multidão

Os enterros que marcaram época

O Recife assistiu enterros de gente famosa que marcaram época. O de domingo, leia-se do ex-governador Eduardo Campos foi apoteótico. Um ponto que arrastou essa multidão ao velório foi a queda com explosão do Cesnna que transportava EC e alguns assessores, do Rio de Janeiro até Santos. A emoção tomou conta de todos. Um outro enterro que parou a cidade foi o do radilaista Alcides Teixeira, no dia 27 de março de 1973. Conhecido como o queridinho das vovozinhas pois seu programa na Rádio Clube distribuia presentes para elas. AT foi eleito e reeleito deputado estadual por Pernambuco com seus votos.

eduardo-alcides

Eduardo Campos e Alcides Teixeira (Fotos: Lulu Pinheiro e Arquivo)

O enterro de Eduardo levou 160.000 pessoas para o Campo das Princesas e o Cemeterio de Santo Amaro. Levando-se em conta a população do Recife, 4.046.845 habitantes cerca de 3,95% foi reverenciá-lo. No de Alcides Teixeira um jornal publicou mais de 100.ooo, o outro mais de 50.000 que foram até Santo Amaro. Fazendo os cálculos de 50 mil, e  como a população na época era de 1.084.459, choraram por Alcides Teixeira, 4,61% dos recifenses. Em termos relativos Alcides Teixeira é o maior e em termos absolutos o campeão é Eduardo Campos.

Notícias do Ceará

Nos próximos meses, praias, centros de compras, bares, restaurantes e diversos outros estabelecimentos comerciais do Ceará vão ser “invadidos” por uma multidão de turistas. Tudo isto porque esta deve ser a primeira alta estação com mais de um milhão de turistas: 1,02 milhão de visitantes devem vir ao Ceará entre dezembro de 2013 e o carnaval de 2014, no início de março, tendo Fortaleza como portão de entrada.

Uma pesquisa divulgada pelo Ministério do Turismo feita no maior mercado emissor de turistas do Brasil, São Paulo, sondou quais os destinos mais procurados nas agências do Estado. E, com sol e praia abundantes, muitas opções de lazer, gastronomia e cultura, não podia dar outra: Fortaleza foi a cidade mais procurada. Com 23,6% da demanda de vendas, a capital cearense ficou à frente do Rio de Janeiro (16,6%), Natal (11,5%), Maceió (10,9%) e Salvador (9,9%).

Confetes e Serpentinas

De longe fiquei observando muitas coisas engraçadas enquanto passavam os trios elétricos. Os foliões chegando. Os descuidistas também. Os soldados da PMPE se posicionando para nos dar segurança. By the way: A Polícia Militar de Pernambuco montou um verdadeiro set cinematográfico na Avenida Guararapes, por sinal uma grande vitrine. O ator principal foi o comandante geral José Lopes.

Claro que os jornais, as rádios e as televisões anunciaram que este ano teve mais folião do que no ano passado. Vou discordar. Quando deixei os camarotes da Globo, da Prefeitura do Recife e do Governo do Estado, fiz o mesmo caminho do ano passado, pela Rua Siqueira Campos, pude andar tranquilamente e sem multidão. Bem pode ser que o povo tenha mudado de roteiro.

O governador de São Paulo, José Serra, deixou uma péssima impressão na imprensa pernambucana durante sua estada no Galo da Madrugada. Ele recusou se deslocar uns 50 metros para atender uma equipe de televisão.

O cantor João do Morro desfilou num dos trios elétricos, no Galo da Madrugada, usando uma fralda. O que tinha de gente tentando descobrir seu talento não estava no gibi.