Fernando Machado

Blog

Tag materno

Nos Bastidores da Política

Um X vermelho na mão é um sinal de alerta contra agressões a mulher. E a medida faz parte de lei sancionada pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, quarta-feira. O projeto de Lei 741/2021 define o programa de cooperação Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica como uma das medidas de combate à violência contra a mulher. A nova legislação também altera a modalidade da pena da lesão corporal simples cometida contra a mulher por razões da condição do sexo feminino e cria o tipo penal de violência psicológica contra a mulher. A letra X escrita na mão da mulher, de preferência na cor vermelha, funciona como um sinal de denúncia de forma silenciosa e discreta de situação de violência. A ideia é de quem perceber esse sinal na mão de uma mulher que procure a polícia para identificar o agressor. A medida já conta com o apoio de mais de 10 mil farmácias pelo país e recentemente recebeu a adesão formal do Banco do Brasil.

O leite materno é a melhor fonte de nutrição para bebês e a forma de proteção mais econômica e eficiente para diminuir as taxas de mortalidade infantil, sendo capaz de reduzir em até 13% os índices de mortes de crianças menores de cinco anos. Para informar a população sobre a importância do aleitamento materno e incentivar mulheres a amamentar, o Ministério da Saúde leia-se Marcelo Queiroga, o ministro lançou quinta-feira a campanha Todos pela amamentação. É proteção para a vida inteira. O objetivo da iniciativa é informar a população sobre a importância do aleitamento materno e incentivar mulheres a amamentar até os 2 anos ou mais e, de forma exclusiva, nos seis primeiros meses da criança, mesmo em casos de Covid-19. A publicidade será veiculada em sites, redes sociais e páginas da internet no período de 30 de julho a 15 de agosto.

Noticias do Ceará

Numa iniciativa do Governo do Ceará, por meio do Gabinete da Primeira-Dama e da Secretaria da Saúde, foi realizado ontem, o Seminário Estadual de Aleitamento Materno. A ação, que ocorreu no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Ceará, é uma atividade do programa Mais Infância Ceará, idealizado pela primeira-dama do Estado, Onélia Leite de Santana, e marca a abertura da Semana Mundial do Aleitamento Materno.

Em agosto, o Centro Cultural Belchior receberá o espetáculo Lírica Negra – Rei é Oxalá, Rainha é Yemanjá. As apresentações acontecerão às quintas-feiras, sempre às 19 horas no Auditório À Palo Seco, com entrada gratuita. O espetáculo é fruto da pesquisa realizada por Francinice Campos sobre o carnaval de rua de Fortaleza e enfoca o maracatu e o afoxé, movimentos culturais que propagam a crença ritualística na religiosidade afrodescendente e a devoção aos seus guias espirituais.

Anotações do Cotidiano

Com o tema Um diálogo entre a tradição sertaneja e a contemporaneidade, a Arte Plural Galeria dá continuidade ao Sarau Plural, amanhã às 19h. Participam do encontro rapper e declamador Clécio Rimas e coquista, violeiro, cantador, cordelista e mestre de baque solto Adiel Luna. Também por lá os escritores e jornalistas Homero Fonseca e Marco Polo.

Para celebrar a Semana Mundial de Aleitamento Materno, comemorada de 1 a 7 de agosto, o Hospital Memorial Guararapes realizará uma grande ação, no Parque Dona Lindu. O objetivo é de conscientizar a população sobre a importância do apoio à mulher que amamenta, informar sobre as vantagens da amamentação para a mãe e o bebê e sobre o que é necessário para o sucesso do aleitamento materno.