Fernando Machado

Blog

Tag mãe

Rodrigo Carneiro Leão, almoço & Tabaré Viera

O cônsul do Uruguai, Rodrigo Carneiro Leão, ao lado do pai, André e da mãe Tânia movimentaram ontem, almoço, petit comité, no seu palacete estilo colonial datado de 1875, em Olinda, em torno do Ministro do Turismo do Uruguai, Tabaré Viera Duarte, que veio participar de um encontro de Turismo no Recife. Com ele estavam o Diretor Nacional de Turismo, Roque Baudean Maddalena e a diretora de Planejamento do Ministério de Turismo uruguaio, Paola Bianchi.

Roque Baudean, Rodrigo Carneiro Leão, Tabaré Vieira, Paola Bianchi e Tânia Carneiro Leão (Foto: Fernando Machado)

O palacete, rodeado de aroeira, mangueiras, oliveiras roxas, goiabeiras, pitangueiras, cajueiros e figueiras, foi projetado pelo engenheiro francês Louis Léger Vauthier (1815/1901). No seu interior outro esplendor. Nas paredes santos barrocos, cusquenhos, Lula Cardoso Ayres, Zé Claudio, Farnese de Andrade, gravuras de Franz Post e quadros da própria dona da casa que é uma excelente artista plástica.

Paola Bianchi, Tabaré Vieira, Rodrigo Carneiro Leão e Roque Baudean (Foto: Fernando Machado)

Um grupo ficou no caramanchão coberto de bouganvilles rosa choque, com os olhos se enchendo de bom gosto, os ouvidos atentos ao bom papo e a boca se fartando de gosto bom. Antes do almoço foram servidos rissoles e coxinhas de galinhas. Depois degustamos cardápio de salada de camarão, carne de sol com filhoses de macaxeira e farofa de jerimum, além de bacalhau na nata. Como sobremesas bolo de limão, sorvete de creme, doce de caju e pudim de leite.

Tânia Carneiro Leão e Mauricio Galvão (Foto: Fernando Machado)

A comida era de a gente comer rezando para São Bento. Tânia Carneiro Leão e sua cozinheira Maria foram muito elogiadas pelo menu. Tudo isso regado a sucos de pitangas e caju, além de vinhos uruguaios, claro. Não existe coisa melhor do que comida caseira. O papo foi legal, passando pelo futebol. O ministro torce pela Peñarol e diretor de turismo, pelo Nacional. Não esquecer o famoso balneário de Punta Del Este.

De Volta para o Passado

Há 135 anos, nascia no Rio de Janeiro, o economista Eugene Gudin, que morreu no dia 24 de outubro de 1986.

Há 108 anos, nascia em Pernambuco, minha mãe Severina Modesto da Silva Machado, que morreu no dia 8 de março de 2002.

O escritor mexicano Reynaldo de la Paz (Foto: Diário da Manhã)

Há 85 anos, o escritor mexicano Reynaldo La Paz, proferiu conferencia no Clube Português, patrocinado pelo cônsul honorário do México, João Dubeux.

Há 55 anos, os jogadores Garrincha e Pelé jogavam juntos pela última vez, no jogo Brasil 2 x 0 Bulgária, na Copa do Mundo de 1966. Os gols foram de Garrincha e Pelé.

De Volta para o Passado

Há 115 anos, nascia em São Paulo, o jornalista Danton Jobim, que morreu no dia 26 de fevereiro de 1978.

Há 110 anos, nascia na Bahia, a cangaceira Maria Bonita (Maria Gomes de Oliveira), que morreu no dia 28 de julho de 1938.

Há 100 anos, nascia nos Estados Unidos, a atriz Cyd Charisse, que morreu no dia 17 de junho de 2008.

Há 90 anos, morria no Rio de Janeiro, o general Emydio Dantas Barreto, que nasceu no dia 23 de março de 1850.

Há 85 anos, o America era o campeão do Torneio Inicio, ao vencer o Santa Cruz nos pênaltis. O America jogou com Djalma, Alemão e Abelardo; Casado, Enedino e Guilherme; Aluizio, Vavá, Dide, Leo e Lula.

Há 85 anos, morria na França, o figurinista Jean Patou, que nasceu no dia 19 de agosto de 1887.

Há 65 anos, morria em Caruaru, o prefeito Pedro Joaquim de Souza, que nasceu no dia 20 de fevereiro de 1884.

Há 19 anos, morria em Pernambuco, minha inesquecível mãe Severina da Silva Machado, que nasceu no dia 12 de julho de 1913.

De Volta para o Passado

Há 110 anos, nascia nos Estados Unidos, a poetisa Elizabeth Bishop, que morreu no dia 6 de outubro de 1979.

Há 100 anos, nascia nos Estados Unidos, a atriz Lana Turner, que morreu no dia 29 de junho de 1995.

Há 105 anos, nascia na Bahia, Mãe Ondina (Ondina Valéria Pimentel), que morreu no dia 19 de março de 1975.

Há 100 anos, nascia no Rio de Janeiro, o cantor Roberto Paiva (Helim Silveira Neves), que morreu no dia 1 de agosto de 2014. (Revista Fon-Fon)

Há 75 anos, morria na Alemanha, o farmacêutico Felix Hoffmann (inventor da Aspirina), que nasceu no dia 21 de janeiro de 1868.

Há 10 anos, morria em Pernambuco, o radialista e neuro Fernando Freitas, que nasceu no dia 19 de julho de 1940.