Fernando Machado

Blog

Tag literatura

Pausa Poética

“Controlar essa loucura razoável: se formos razoavelmente loucos não precisaremos desses sanatórios porque é sabido que os saudáveis não entendem muito de loucura. O jeito é se virar em casa mesmo, sem testemunhas estranhas. Sem despesas.” Lygia Fagundes Telles

Pausa poética

“Muita gente canta e fala / da saudade e ri, tranqüila; / mas uma coisa é cantá-la / e outra, bem outra, é senti-la.” Austro Costa

Pausa Poética

“Nunca se perde um verdadeiro obediente. “ São Francisco de Sales

Pausa Poética

“Um homem / De madrugada e silêncio / Caminhava / Sob as árvores do parque.” Lycio Neves