Fernando Machado

Blog

Tag itália

Retrospectiva de 2017

Continuando com a retrospectiva das festas que marcaram Recife em 2017, vamos focar hoje o mês de Maio. No dia 11 Carmen Peixoto recebeu o titulo de Cidadã do Recife. No mesmo dia Clementina Duarte fazia um showroom de suas jóias no apartamento de Fana Mendonça. No dia 26, temos a comemoração da Data Nacional da Argentina e no dia 31 a da Data Nacional da Itália.

Carmen Peixoto entre Auxiliadora Paes Mendonça e Geralda Farias (Foto: Fernando Machado)

A jornalista Carmen Peixoto recebeu no dia 11 de maio, na Câmara Municipal do Recife, o titulo de Cidadã do Recife, proposta pelo vereador Carlos Alberto Gueiros. A cerimônia foi presidida pelo vereador Chico Kiko. Enquanto Carmen Peixoto discursava, Lúcio Azevedo ao teclado tocava a música Recife Manhã de Sol, de autoria do compositor Jota Michiles.

Carlos Alberto Gueiros e Magaly (Foto: Fernando Machado)

Fana Mendonça e Clementina Duarte (Foto: Fernando Machado)

Também nesta mesma data, no bonito apartamento da Avenida Boa Viagem, da senhora Fana Mendonça, tivemos um showroom da joias de Clementina Duarte. Foram mostradas 150 peças. Muitas mulheres elegantes tiveram a oportunidade de assistir a exibição de um vídeo sobre Clementina Duarte, elaborado pela produtora Malu Viana. Também estavam no encontro o marido Nelson Franca Ribeiro e a filha Isabel Duarte.

Marta Freire e Clementina Duarte (Foto: Fernando Machado)

Patricia e Jaime Beserman (Foto: Fernando Machado)

No dia 26, tivemos a comemoração do 207º Aniversário da Revolução de Maio, Data Nacional da Argentina, no Sheraton Reserva do Paiva, promovida pelo cônsul geral da Argentina, Jaime Beserman e a consulesa Patrícia. A recepção foi impecável. Tivemos a execução dos hinos do Brasil e da Argentina, as falas do vice-governador Raul Henry e de Jaime Beserman. Também a Orquestra de Câmara de Pernambuco, do Conservatório Pernambucano de Musica, sob a regência do maestro José Renato Accioly, composta de 20 músicos, deu um recital.

Raul Henry e Ana Luiza (Foto: Fernando Machado)

Richard Reiter e Valéria ao lado de Gabor de Zargon (Foto: Fernando Machado)

 

No dia 31 de maio, na Arcádia de Boa Viagem, o cônsul da Itália no Nordeste, Gabor de Zargon, depois de um hiato de quatro anos, retomou a festejar o Dia Nacional da Itália, no Recife. Tivemos a execuções dos Hinos do Brasil e da Itália, cantados pelo tenor Jefferson Bento, acompanhado do pianista Ednaldo Neves. Na sequencia tivemos as falas de Gabor de Zagon, elegantérimo by David Saddler, e do fundador da Fundação Giacomo e Lúcia Perrone, a festa teve um cunho filantrópico.

O tenor Jefferson Bento, a cantora Tarciana Damião e o piansita Ednaldo Neves (Foto: Fernando Machado)

La Serata Bellissima

Ivan Ariberto, Giorgio Rossi, Gabor de Zagon e Don Michele Perrone (Foto: Fernando Machado)

A vice-cônsul da Argentina Alejandra Bomben e Vera Priori (Foto: Fernando Machado)

Graças a um referendo realizado em 2 de junho de 1946, a Itália se tornou uma república e a partir a data virou o Dia Nacional da Itália. Foi neste dia que as mulheres italianas tiveram direito a voto. Por conta disso, Humberto II, o filho de Vitor Emmanuel III, foi forçado a abdicar o trono e se exilasse. A Constituição Republicana começou a vigorar em 1 de janeiro de 1948. Nos termos dos Tratados de Paz de Paris de 1947, a região oriental da Itália foi perdida para a Iugoslavia e, mais tarde, o Território Livre de Trieste foi dividido entre os dois Estados.

Andrea Berenguer de Barros e Silva e o vice-cônsul de Portugal Marco Ferreira de Melo (Foto: Fernando Machado)

O medo no eleitorado italiano de uma possível tomada comunista provou ser crucial para o resultado da primeira eleição com sufrágio universal em 18 de abril de 1948, quando os democratas-cristãos, sob a liderança de Alcide De Gasperi, obtiveram uma vitória esmagadora. Consequentemente, em 1949, a Itália tornou-se membro da OTAN. O Plano Marschall ajudou a reavivar a economia italiana, que, até final dos anos 1960, desfrutou de um período de crescimento econômico sustentado, o que foi comumente chamado de Milagre Econômico.

Cônsul geral dos Estados Unidos Richard Reiter e a consulesa Valéria com Gabor de Zagon (Foto: Fernando Machado)

Em 1957, a Itália foi um membro fundador da Comunidade Economica Europeia (CEE), que posteriormente se tornou a União Européia (UE) em 1993. Pois para comemorar da data, o cônsul da Itália no Nordeste, Gabor de Zargon, depois de um hiato de quatro anos, retomou a festejar o Dia Nacional da Itália. A reunião aconteceu na Arcádia de Boa Viagem, quarta-feira, numa noite de muita beleza e música errudita. A decoração estava simples, mas bonita. Do teto caiam 18 lustres de Anderson Barbosa e sobre as mesas repusavam arranjos de flores tropicais da Katu Flores.

Roberto de Siqueira Regueira, a consulesa Dominique e o cônsul geral da França Romain Louvet  (Foto: Fernando Machado)

A mestre de cerimonia foi a secretária do Consulado, Vera Priori, que convidou a todos a ficarem de pé, para escutar os hinos do Brasil e da Itália, cantados pelo tenor Jefferson Bento, acompanhado do pianista Ednaldo Neves. Na sequencia tivemos as falas de Gabor de Zagon , elegantérimo by David Saddler, e do fundador da Fundação Giacomo e Lúcia Perrone, afinal de contas a festa teve um cunho filantropico. Não foi obrigado, mas quem quizesse colaborar seria muito bem aceito.

Gabor de Zagon, Rosângela Barros, Don Michele Perrone e José Geraldo Alencar (Foto: Fernando Machado)

O discurso de Gabor de Zagon foi muito bonito e recheado de dados historicos e da economia do seu país. Lembrou que o Brasil possui a maior quantidade ONGs de origem italiana do mundo e que desde que aqui chegou, há dois meses, a Itália já injetou cerca de sete milhões de euros para o nosso país, e claro o incluindo o Nordeste. O presidente da Câmara de Comercio Italiana do Rio de Janeiro, Giorgio Rossi, subiu ao palco e doou um cheque mil reais para a Fundação Perrone.

Fábio e Elodie Clerici com Francesco Calabretta (Foto: Fernando Machado)

O fundo musical foi com o tenor Jefferson Bento e a soprano Tarciana Damião, acompanhados do pianista Ednaldo Neves. No repertorio Dio, Come ti amo (D. Modugno), Torna Surriento (E. De Curtis), O Mio Babino Caro (G. Puccini), Volare (D. Modugno), Con te Partiró (Francesco Sartori), O Sole Mio (E. Di Capua), Santa Lucia (Teodoro Cottrau), Tormento D’Amore e Brindisi da Ópera La Traviata (Verdi). Durante o brinde ouvimos Cinema Paridiso de Ennio Morricone. O cônsul italiano está mostrando para que veio. Parabéns!

O secretário Ângelo Gioia ladeado por Guilherme Mesquita e Ricardo Barbosa (Foto: Fernando Machado)

O bufê da Arcádia era de se comer rezando para Santa Cecilia. No cardápio salada do Chef, quiche de gorgonzola com peras (uma maravilha), laminas de lombo marinado ao azeite de ervas e pimentões coloridos, queijos variados (Prima Donna, Maasdam e Gruyére, rocambole de salmão com espinafre e molho tártaro, frutas secas (tâmara, damasco, nozes, amêndoa e castanha), pães (integral, ciabata, australiano, torradas, cambraias e grissinis), filetino com molho de ervas acompanhado de arroz pilaf.

A jornalista Cristina França e o filho Marwan Masri (Foto: Fernando Machado)

Ainda se podia degustar linguine Al Dente com queijo parmesão Raclete ao velouté de queijos e ervas ao molho de tomate e manjericão. A Data Nacional da Itália, leia-se o cônsul Gabor de Zagon, já está incluída entre as melhores do Corpo Consular de Pernambuco. Temos certeza que no próximo ano a recepção será tão boa ou melhor do que esta.

Os jornalistas Kauê e Milla Diniz com o fotografo Nando Chiappetta (Foto: Fernando Machado)

Jefferson Bento, Tarciana Damião e Ednaldo Neves (Foto: Fernando Machado)

Viva l’Itália!

i-palco

No palco o pianista André Mehmari e o saxfonista Javier Girottoy (Foto: Fernando Machado)

O Teatro de Santa Isabel, inaugurado em 18 de maio de 1850, foi cenário, anteontem, da comemoração da Data Nacional da Itália. Com projeto do engenheiro francês Louis Léger Vauthier este teatro representou a obra de maior vulto no projeto de modernização idealizado pelo governador Francisco do Rego Barros (Conde da Boa Vista). Para muitos é o mais belo teatro do império. No estilo neoclássico foi palco de grandes acontecimentos nas áreas política, social e cultural.

i-angelo-maria-bicciré-renata-bueno2

O cônsul Ângelo Maria Bicciré e a deputada Renata Bueno (Foto: Fernando Machado)

i-amy-reichert-alejandra-bomben

As vice-cônsules Amy (Estados Unidos) Reichert e Alejandra (Argentina) Bomben (Foto: Fernando Machado)

Ali se apresentaram, entre outros grandes nomes, o pianista Arthur Rubinstein e Claudio Arrau, o violinista Isaac Stern; dançaram as divas do balé Anna Pavlova e Margot Fonteyn. Também não podemos esquecer a passagem de Carlos Gomes, das atrizes Fernanda Montenegro e Itália Fausta, dos primeiros Bailes de Máscaras, e da cena inesquecível de Castro Alves declamando uma poesia de sua autoria para seu grande amor Eugenia Câmara, além é claro dos discursos notáveis de Joaquim Nabuco, Ruy Barbosa, Tobias Barreto e José Mariano.

i-dietmar-bock-monika

O cônsul geral da Alemanha Dietmar Bock e a consulesa Monika (Foto: Fernando Machado)

i-margarida-cantarelli-joão-bosco-de-almieda-edna

A imortal Margarida Cantarelli, o secretário João Bosco de Almeida e Edna (Foto: Fernando Machado)

O Teatro de Santa Isabel recebeu esse nome em homenagem a Santa Isabel, Rainha de Portugal. Dom Pedro II e a Imperatriz Tereza Cristina pontificaram suas presenças no local. Pois bem foi neste cenário de muita elegância e glamour que o cônsul da Itália Ângelo Maria Bicciré comemorou a Data Nacional do seu país. Primeiro tivemos no foyer do teatro um coquetel dos deuses grifado pelo restaurante italiano La Pasta, leia-se o chef André Falcão.

i-stefan-ketter-claudia

O presidente da Fiat Stefan Ketter à côté Cláudia (Foto: Fernando Machado)

i-andré-falcão

O chef gato André Falcão (Foto: Fernando Machado)

No cardápio tínhamos fatias de pão italiano com burrata, tomate confitado com pesto de manjericão, pérolas de melão com fatias de presunto Parma, tartar de mignon, crostini com patê de Gorgonzola, geleia de amora, salada de fusille com tomate seco, azeitona preta e pesto de manjericão. Tudo isso regado a prosseco Treviso e Campari, mas italiano, impossível.

i-antonio-dubeux-iara

O cônsul honorário do México Antônio Dubeux e Iara (Foto: Fernando Machado)

i-grace-rosario-wilmara-kourrowski

Grace Rosário e Wilmara Kourowski (Foto: Fernando Machado)

Depois os convidados foram para o interior do Santa Isabel, onde tivemos a parte oficial. Subiram ao palco a hostess foi Vera Priori, que anunciou a execução dos hinos do Brasil e da Itália. Depois tivemos a saudação do cônsul italiano, que mostrou um vídeo sobre a Expo 2015, que acontecerá em Milão entre os dias primeiro de maio e 31 de outubro de 2015. Também tivemos a fala da primeira deputada ítalo-brasileira no parlamento italiano, Renata Bueno.

i-jailda-vitorio-laganá

Jailda e Vitório Laganá (Foto: Fernando Machado)

i-vera-priori-francesca-matarazzo-julieta-pontes

Vera Priori, Francesca Matarazzo e Julieta Pontes (Foto: Fernando Machado)

Entre outras coisas a parlamentar confessou que o consulado da Itália no Nordeste seria fechado, mas ela conseguiu reverter a decisão. Ajudando a receber estava a vice-cônsul Francesca Matarazzo, que chegou ao Recife de São Paulo há dois meses. Francesca frisou que está adorando o Recife. Uma pena que ela não conheceu ainda o nosso carnaval. Na sequencia tivemos o concerto do Duo Mehmari e Girotto. André Mehmari ao piano e Javier Girotto no saxofone apresentaram um programa excelente, da bossa nova até canções italianas. Este concerto faz parte do Projeto Itália na Copa.

Flashes

Excelente a crônica escrita, ontem, pela imortal Marly Mota, na página de Opinião do Diário de Pernambuco.

Mariana Perylo, leia-se Perylampo, vai no dia 10 de maio até Orlando (EUA). Vai pesquisar o mundo da Disney para as suas produções.

Karyna Maranhão, chef do Club Bardot, está circulando pela Europa. No roteiro Londres, Milão, Praga, Viena e esqui em Innsbruck.

Benil lança no próximo dia 9, na Loja Passadico, em Casa Amarela, o DVD Forró de todos os tempos, gravado no Parque Dona Lindu.

Marcelle Sultanum, leia-se Rishon Cosméticos, seguindo até à Itália para marcar presença na Cosmoprof pela terceira vez consecutiva.

Hoje, Rita Tristão e Amelinha Peixoto, inauguram o espaço paralelo de visitação gratuita da Casa Cor PE 2014, no Shopping Recife.

A revista CasaCor está muito boa. Destaque-se a reportagem do Paço do Frevo e a assessoria de Imprensa de Flávia Jordão.

Hoje e amanhã, às 21h, o humorista paraibano Jessier Quirino se apresentará no Manhattan. A abertura fica os Garçons Cantores.