Fernando Machado

Blog

Tag impostos

Notícias da Paraíba

A ex-primeira-dama da Paraíba, Pâmela Bório, está envolvida numa barafunda com os parentes do ex-marido, o governador Ricardo Coutinho, ao ir na residência oficial do chefe do executivo paraibano, em João Pessoa, para ver o filho, foi agredida pela sobrinha e pela irmã do governador, Ana Carolina Coelho Coutinho e Viviane Coutinho. Ela prestou queixa na Policia. Em tempo: Uma decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba, Pâmela está proibida de fazer comentários que citem o governador Ricardo Coutinho.

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou domingo que não prevê aumento de impostos na Capital para conter os efeitos da crise financeira. De acordo com o gestor, que inaugurou o campo de futebol O Paratibão, que vai beneficiar os moradores de Paratibe e Nova Mangabeira, João Pessoa se antecipou ao cenário de maior adversidade, sendo uma das primeiras Capitais do País a anunciar cortes de despesas, ainda no início de 2015.

Noticias da Bahia

O vice-prefeito de Salvador Edvaldo Brito recebeu sexta-feira no seu gabinete uma comissão da ADEMI – BA, à frente o presidente Nilson Sarti. Na pauta, o recolhimento do Imposto de Transmissão Inter-Vivos pelos incorporadores e os problemas decorrentes. Quando o cidadão compra um imóvel, o incorporador recolhe o imposto para depois repassá-lo à prefeitura.

Atualmente depois que a prefeitura passou a outra técnica, a substituição tributária e a solidariedade, os incorporadores estão sendo penalizados, pois, como o imposto é cobrado no ato da venda, muitos compradores deixam de pagá-lo e o incorporador é acionado na Justiça, tendo até contas e bens bloqueados.

Nova CPMF está a caminho

O repasse de verbas para a saúde deve aumentar. No entanto, o governo federal pretende passar essa conta para o bolso do contribuinte, criando um novo imposto, a CSS (Contribuição Social da Saúde). O imposto foi proposto pelo deputado Pepe Vargas (PT-RS) e, caso seja aprovado, incidirá sobre a movimentação financeira. Atenção gaúchos não esqueçam este nome nas eleições de 2010.

felipe-maia1
O deputado norte-riograndense Felipe Maia (Foto: Cortesia)

De acordo com o deputado Felipe Maia (DEM-RN), a oposição já se organiza para evitar a aprovação da CSS no Congresso Nacional. A proposta do deputado é que o governo reduza os gastos com a máquina pública e com os investimentos em outros países. Dessa maneira, os recursos economizados podem ser destinados para a saúde. A folha de pagamento dos servidores contratados pela União, por exemplo, passou de R$ 53 bilhões, em 2006, para quase R$ 80 bilhões, em 2009. O pagamento de pessoal cresceu 44% em quatro anos, enquanto a saúde representou apenas 10% dos repasses, nesse mesmo período.

  • 1 2