Fernando Machado

Blog

Tag imortal

Marta Freire será Imortal

O presidente da Academia Pernambucana de Letras Jurídicas, o professor Luiz Andrade Oliveira, nos convida para a sessão solene de posse da Defensora Pública Marta Maria de Brito Alves Freire, no próximo dia 18, às 19h, na cadeira numero 52, da APLJ, que acontecerá na Academia Pernambucana de Letras, cuja patronesse é a professora Doutora Maria Bernadete Neves Pedrosa.

A defensora Pública Marta Freire (Foto: Fernando Machado)

Também serão empossados, na ocasião, os professores doutores Antônio Carlos Palhares Moreira Reis e Roberto Carlos do Vale Ferreira, nas cadeiras números 51 e 53 cujos patronos são Dr. Luiz Pinto Ferreira e Dr. José Cavalcanti Neves. Todos serão saudados pela acadêmica Margarida de Oliveira Cantarelli.

Ana Cláudia Brandão: Nova imortal da APLJ

Desembargador Eurico de Barros Correia Filho e a juíza Edina, com a filha Ana Claudia e os netos Luciano e Maria Fernanda (Foto: Armando Artoni)

A Sala do Pleno foi projetada pela Lambirsch-Hrth do Rio de Janeiro. Do teto caia um lustre de madeira, metal, e vidro, datado da primeira metade do século XX. A base circular, sustentada por quatro correntes, presas ao teto num único ponto. Atrás do trono repousa uma tela de Henrique Moser mostrando uma figura feminina de frente e de pé. Ajoelhado sobre o primeiro degrau está um homem desnudo com punhos acorrentados pelas costas e preso a uma bola de ferro.

Luiz Andrade de Oliveira, Ana Cláudia Brandão e Fernando Araujo (Foto: Armando Artoni)

Pois foi nesse cenário belo e histórico, batizado de Salão desembargador Antônio de Brito Alves, que aconteceu, segunda-feira, à noite, a posse da juíza Ana Claudia Brandão de Barros Correia, na cadeira 49, que pertenceu desembargadora e acadêmica Helena Caula Reis, da Academia Pernambucana de Letras Jurídicas. O cerimonial foi conduzido por Silas da Costa e Silva. A solenidade foi comandada pelo presidente da APLJ, Luiz Andrade de Oliveira.

Nalva Cristina, Célia Gomes e Selma Barreto (Foto: Armando Artoni)

A nova imortal foi conduzida à mesa principal pela acadêmica Nelma Maciel. Primeiro tivemos a execução do Hino Nacional e um mini show com o cantor e compositor Getulio Cavalcanti. No set list Madeira que Cupim Não Roi, de Capiba, Olinda no Meu Coração, 100 anos de Frevo e Último Regresso, compostas por Getúlio. Muito bonito e cheio de lirismo com sabor de gratidão foi o discurso da nova acadêmica, que estava muito bem num modelo preto, bordado de paetês by Isabel Cavalcanti.

Ana Claudia Brandão Barros Correia (Foto: Fernando Machado)

Coube ao presidente da Academia Pernambucana de Letras Jurídicas, Luiz Andrade de Oliveira colocar o colar acadêmico no pescoço de Ana Claudia Brandão de Barros Correia e o secretario da Academia, Fernando Araújo entregar o diploma referente à imortalidade. A cerimônia encerrou com a execução do Hino de Pernambuco. O Pleno estava lotado.

Esquinas do Mundo

Quinta-feira, Rony Meisler da @reserva e da @rony, recebeu amigos e convidados para almoço no Rodeio do Iguatemi, para celebrar o momento da marca e apresentar o novo conceito de arquitetura da loja Reserva do Shopping. A Reserva doou cinco pratos de comida por convidado que compareceu, por meio da Associação Civil Banco de Alimentos e do Projeto Mesa Brasil/SESC, ajudando pessoas em situação de vulnerabilidade alimentar, assim como seu projeto 1P=5P.

Rony Meisler e Álvaro Schocair no almoço (Foto: Nicolas Calligaro)

A mortal Nelita Piñon diante dos documentos (Foto: Divulgação)

Durante mais de seis décadas de carreira e 85 anos de vida, Nélida Piñon construiu uma vasta biblioteca, calcada na amplitude das mais diversas áreas de conhecimento, que ajudou a moldar a formação intelectual da Imortal escritora. A partir de 20 de junho, dia da inauguração do espaço, os mais de sete mil documentos de seu arquivo estarão abertos ao público no Instituto Cervantes do Rio de Janeiro, um marco de sua ligação profunda com a Espanha, de onde vem sua família, especificamente da região da Galícia.

Paulo Niemeyer é o novo Imortal da ABL  

O médico e escritor Paulo Niemeyer Filho tomou posse sexta-feira, na cadeira 12, da Academia Brasileira de Letras. O novo imortal que foi eleito no dia 18 de novembro de 2021, em sessão híbrida no Petit Trianon, sucedeu o Acadêmico Alfredo Bosi, falecido no dia 7 de abril de 2021.

O novo imortal Paulo Niemeyer Filho (Foto: Dani Paiva)

Participaram da eleição 34 Acadêmicos de forma presencial ou virtual (um não votou por motivo de saúde). Os ocupantes anteriores da cadeira 12 foram: Urbano Duarte (fundador) – que escolheu como patrono França Júnior -, Augusto de Lima, Vítor Viana, José Carlos de Macedo Soares, Abgar Renault e Dom Lucas Moreira Neves. A cerimônia foi comandada pelo presidente Merval Pereira.