Fernando Machado

Blog

Tag imigração

Anotações do Cotidiano

Hoje, às 12h, o encarregado interino do Escritório de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA, Mark A. Morgan, fará uma atualização dos esforços da CBP para lidar com a segurança e a crise humanitária na fronteira sudoeste dos EUA, falará sobre a facilitação do diálogo para fortalecer as parcerias dos EUA em toda a América Latina para enfrentar a migração irregular e ilegal na fonte, e sobre implementação de vários programas de fortalecimento das fronteiras.

A partir do próximo dia 21, o Museu de Arte Moderna de São Paulo apresenta a instalação roçabarroca (2018/2020), do artista mineiro Thiago Honório, no Projeto Parede. O artista veste as paredes do corredor do prédio reformado por Lina Bo Bardi com taipa de mão e pau a pique, deixando-as em carne viva. O título da obra é inspirado no livro Roça barroca, da poeta Josely Vianna Baptista.

De volta para o passado

Há 115 anos, nascia nos Estados Unidos, a atriz Jeanette Macdonald, que morreu no dia 14 de janeiro de 1965.

Há 110 anos, era iniciada a Imigração de Japoneses para o Brasil.

Há 95 anos, morria em Pernambuco, aos 22 anos, o jogador Nequinho (Manoel Novaes Dias), do Náutico.

Há 70 anos, chegava ao Recife, de Paris, o pintor Cicero Dias.

Há 55 anos, chegavam ao Recife a cantora Nara Leão e o compositor Antonio Maria.

Há 35 anos, o colunista social Ricardo Ferreira Pinto movimentava na Boate Champagne, a eleição da Senhorita Recife. A vencedora Juliana Reis, em 2º ficou Nereira dos Santos Coelho e em 3º ficou Andrea Bonfim Larocerie.

Há 20 anos, morria em Pernambuco, o artista plástico Elezier Xavier, que nasceu no dia 5 de fevereiro de 1907.

Há 10 anos, morria em Pernambuco, o compositor Genival Macedo, que nasceu no dia 29 de março de 1921.

Cristina Freyre homenageia o Japão

Um daqueles jantares imperdíveis aconteceu terça-feira, em Apipucos, na legendária residência da senhora Cristina Freyre para encerrar os 100 anos da Imigração Japonesa no Brasil. Foi um encontro dos mais agradáveis quando reuniu as amigas do curso de ikebana, que tem à frente a mestre Yoshe Wakiyama. Na ocasião Cristina, que recebia ao lado dos filhos Kika, Gilberto e Fernando, comemorava sua nacionalidade portuguesa, com direito a passaporte e tudo.

c-kika-gilberto-cristina-fernando-freyre
Cristina ao lado dos filhos Kika, Gilberto e Fernando (Fotos: Fernando Machado)

Tivemos quatro falas: a da anfitriã é claro, a do cônsul geral Toshio Watanabe, a de Valter Kuae e da ex-consulesa de Portugal, Fátima Bastos de Almeida, que ao se aposentar fixou residência em Pernambuco. A colônia nipônica estava feliz porque as comemorações do centenário da imigração japonesa no Brasil foram perfeitas, graças ao trabalho de Toshio Watanabe e Valter Kuae.

c-walter-kuae-tadao-nagai
O coordenador do centenário da imigração, Valter Kuae e Tadao Nagai

O bufê estava uma maravilha quando lembramos salada de pepino com kani kana, peru à Califórnia, filé ao molho de madeira, rotoloni com recheio de amêndoa, canelone com fiambre e queixo, nhogue aos quatro queijos, batata gratinada e penne com tomate e queijo. A sobremesa foi em homenagem a Portugal. Uma torta chamada Safo trazida da terrinha no inicio do século passado por dona Guilhermina, já falecida.

c-keiko-toshio-watanabe-cristina-freyre
Cristina ao lado da consulesa Keiko e do cônsul Toshio Watanabe

A senhora Laura Kuae, esposa de Valter, durante as comemorações, fundou o coral Haru, que em português significa Primavera. Ele se apresentou em vários eventos. Entre as presenças destacamos Edite e Tadao Nagai, Maria e Takishi Komuro, Naruko e Mosashi Okazaki, Célia e João Suassuna, Marilia Almeida, Silvia Kondo, Kazuko Kenishe, Yoshe Wakiyama, Tomiko Matsunoto, Akie Hamamoto, Ermelinda Tavares de Mello, Maria do Socorro Ferreira e Maria das Dores Maranhão.