Fernando Machado

Blog

Tag história

Anotações do Cotidiano

Já imaginou a história do Patinho Feio com uma criança com Síndrome Down? E se a Chapeuzinho Vermelho fosse uma criança com deficiência auditiva? Ou, ainda, se A Lebre e a Tartaruga fossem crianças com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade? Essas e outras adaptações foram elaboradas pelos alunos do curso de psicologia, da Faculdade Pitágoras, no projeto Hora da Imaginação, do professor Humberto Verona. O download gratuito está disponível em  https://drive.google.com/file/d/1-80q_9kxiJ8WSIaMmsMcvgNHWnsdabgV/view.

Deputado Ruy Irigary, Salesio e Mara Nuhs, e o deputado Airton Lima (Foto: Divulgação)

O CEO Global da Taurus, Salesio Nuhs, recebeu quarta-feira a Medalha da 55ª Legislatura da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, homenagem aos cidadãos brasileiros ou estrangeiros que, por motivos relevantes, tenham se tornado merecedores do reconhecimento do Parlamento deste Estado. O deputado Ruy Irigaray foi o proponente desta homenagem e juntamente com o deputado Airton Lima entregou a honraria. A cerimônia foi realizada na Assembleia Legislativa do Rio Grande Sul em Porto Alegre.

Noticias da Paraíba

A Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou Votos de Aplausos ao Hospital Universitário Lauro Wanderley, vinculado à Rede Ebserh/MEC (HULW-UFPB/Ebserh/MEC), pelo desempenho no combate à Covid-19. O requerimento foi assinado pela deputada estadual Pollyanna Dutra.

Na justificativa apresentada pela parlamentar, é destacado que o HULW se viu, no último ano, com uma “missão única e de relevância ímpar em sua história, de garantir atendimento de qualidade a toda a população atendida pela unidade hospitalar diante do mais grave caso de saúde pública das últimas décadas: a pandemia de covid-19 que assola todo o planeta”.

Anotações do Cotidiano

A Marinha do Brasil informa que o relatório da investigação sobre o derramamento de óleo que assolou o litoral brasileiro, entregue à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal, no final de agosto de 2020, teve o seu grau de sigilo alterado, sendo desclassificado para uso no Inquérito Criminal da PF. Esse evento, inédito e sem precedentes na nossa história, traz ensinamentos, como a necessidade de se investir no aprimoramento do monitoramento dos navios que transitam nas águas jurisdicionais brasileiras e nas suas proximidades, destacando o Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul.

A jornalista Manu Siqueira (Foto: Nathalia Sacchelli)

A jornalista Manu Siqueira lançou a História de Amor sem Ponto Final. Trata-se de uma revista, na qual o casal que a encomenda terá sua história transformada em conto e, além disso, também possui páginas em branco para que o casal escreva mensagens e recados entre si. O novo produto é entregue em uma caixa com a proposta de ser uma experiência sensorial. A visão, o paladar, olfato, audição e tato estão presentes na revista em forma de sabonetes, cremes para massagem e bombons, que vêm junto ao presente. Uma ótima opção de presente, surpreendente e criativa, para o Dia dos Namorados que se aproxima.

Noticias do Ceará

Uma história do pensamento da arte, que visa abrir caminho para novos raciocínios e instigar o público à reflexão. Esse é o fio que conduz 50 Duetos – 50 anos da Fundação Edson Queiroz, exposição que celebra os 50 anos da Fundação Edson Queiroz, cuja presidente é Lenise Queiroz Rocha, instituição sediada na Universidade de Fortaleza. A mostra segue, de forma virtual, às 19h, nos canais da Unifor no Instagram (@ UniforComunica ) e no Facebook (/UniforOficial), e fica em cartaz no espaço físico da Fundação até 23 de dezembro.

Com curadoria de Denise Mattar, a mostra reúne mais de 100 obras de diferentes artistas, períodos e técnicas, trabalhos emblemáticos que perpassam o século 17 à Arte Contemporânea, organizados em pares e dispostos lado a lado a partir de conexões diversas, desde paralelismo visuais, afinidades temáticas e eletivas, até mesmo suas oposições. A Fundação Edson Queiroz se orgulha por promover há décadas o desenvolvimento social, educacional e cultural do Estado e da região Nordeste. Criada em 26 de março de 1971, a Fundação foi uma das formas encontradas pelo industrial Edson Queiroz de retribuir, em forma de responsabilidade social, tudo o que a sua terra já lhe concedera.