Fernando Machado

Blog

Tag Hino

Abertura da Surdolimpíada

A abertura da Surdolimpíada em São José dos Campos promoveu uma inversão simbólica e conceitual da hierarquia linguística. Os cerca de 740 atletas presentes no ginásio Teatrão, na Vila Industrial da cidade paulista, vivenciaram um momento de protagonismo da língua de sinais em suas versões brasileira e internacional. Em vez da fórmula habitualmente imposta aos surdos, em que ouvintes falam em português e uma intérprete traduz na sequência para a Língua Brasileira de Sinais (Libras), o evento foi conduzido em Libras e na língua de sinais internacional e, depois, adaptado ao português. A perspectiva trouxe para o primeiro plano os surdo atletas de 18 Unidades Federativas.

A primeira dama do Brasil, Michelle Bolsonaro é a madrinha do para desporto para surdos (Foto: PR)

Outros dois momentos deram evidência à língua de sinais: o Hino Nacional foi interpretado em Libras no palco, acompanhado nos gestos por dezenas de atletas na arquibancada. Houve ainda a apresentação de um grupo de 27 alunos, entre surdos e ouvintes, da Escola Municipal Maria Aparecida dos Santos Ronconi. A performance retratou a trajetória de luta e reconhecimento da língua de sinais. A escola é referência na área em São José dos Campos. As competições em 15 modalidades mobilizam 11 instalações esportivas do município paulista de sábado até hoje. O evento tem suporte de R$ 1,2 milhão do Governo Federal, com R$ 800 mil do orçamento da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania e o restante em emendas parlamentares.

Cerimônia do Dia da FAB e do Aviador

Taciana Moury e Cesar Faria Guimarães (Foto: Fernando Machado)

General Vinicius Martinelli e Cinthia (Foto: Fernando Machado)

General Nilson Ananias e Glaucia (Foto: Fernando Machado)

Aconteceu, sexta-feira, no Pátio do II COMAR, a Cerimônia Militar Alusiva ao Dia da Força Aérea Brasileira, ao Dia do Aviador e de Imposição da Ordem do Mérito Aeronáutico, que foi presidida pelo brigadeiro Cesar Faria Guimarães, comandante do II COMAR. Foram prestadas as honras militares para o general Vinicius Ferreira Martinelli, comandante da 7ª Divisão de Exército. Tivemos a leitura da Ordem do Dia do Comandante da Aeronáutica brigadeiro Carlos de Almeida Baptista Junior.

General Carlos Machado e o colunista social João Alberto (Foto: Fernando Machado)

Os comandantes Rogério Alves Ribeiro, Marcio Rebello de Oliveira e Cassio Souza Guerra (Foto: Fernando Machado)

Tivemos a execução do Hino dos Aviadores, letra de Brigadeiro Armando Serra de Menezes e composto pelo capitão musico João Nascimento. A banda de música, sob a regência do maestro Luiz Carlos Santa Rosa, executou o Hino à Bandeira durante o deslocamento da Porta-Bandeira. Na sequencia aconteceu a entrega da Ordem do Mérito Aeronáutico. Os agraciados foram como comendador recebeu o general Carlos José Rocha Lima, na Ordem de Oficial o Coronel PMPE José Roberto de Santana, o Coronel BMPE Rogério Antônio Coutinho da Costal.

A elegante senhora Sandra Magalhães de Mattos (Foto: Fernando Machado)

Generais Geraldo Gomes de Mattos André Ribeiro (Foto: Fernando Machado)

Na Ordem de Cavaleiro receberam os coronéis Isaac Cordeiro da Fonseca Neto, Rogério Ayres Vasconcellos, Marcus Cesar de Oliveira Janotti e Jeferson Howard Paiva de Azevedo, os capitães Valmir Gonzaga Ferreira e Ana Lúcia da Silva, os suboficiais Ecivanio Cruz Cardoso, Michel Robson Monteiro da Silva, Marcos Aurélio Mendonça Marçal, Gilson Manoel de Oliveira e Eviane Brito de Assis Dias. No final a tropa desfilou em continência ao general Vinicius Ferreira Martinelli, ao som de Fibra de Herói, letra é de Barros Filho e musica de Cesar Guerra Peixe, e a Canção dos Bandeirantes.

Os coronéis Roberto Santana, Carlos José Viana e Rogerio Coutinho (Foto: Fernando Machado)

O secretário de Turismo Gilberto Freyre Neto e o brigadeiro César Faria Guimarães (Foto: Fernando Machado)

Depois da solenidade foi servido um coquetel com canapés de carne, de ricota com morango e chia, mouse de abóbora, dadinho de tapioca com geleia de pimenta, tomatilho recheado com mussarela, parmesão e orégano, caprese pops, baquinha de salpicão, canapé de queijo com goiabada, ceviche de manda, penne ao sugo com manjericão, gravata ao molho pesto e caldo de camarão. Não esquecer a mesa de docinhos (brigadeiro, beijinho, olho de sobra, ouriço, bem casa e uvinha recheda), além do bolo emblemático.

O advogado Guilherme Lima e o brigadeiro César Faria Guimarães (Foto: Fernando Machado)

Os executivos Romero Souza e Roberto Moliterno (Foto: Fernando Machado)

Brasil: O Povo quer voto Limpo

A esquerda está enlouquecida porque o Brasil está lutando pelo voto impresso e auditável. Nosso está mudando e hoje tivemos o mairo exemplo disso, com passeatas ordeiras. Idosos, jovens e crianças estavam vestidos de verde amarelo. Foi um momento deslumbrante que o brasileiro já viu. O voto impresso é uma realidade.

Um mar de manifestantes na Avenida Boa Viagem (Foto: Arthur Souza/Blog Roberta Jungmann)

Quando o Hino Nacional é executado a multidão enlouquece. Antigamente o brasileiro somente segurava uma bandeira, na Copa do Mundo, agora é diariamente. As famílias precisam lutar para o futuro dos filhos. E é isso que os petistas, socialistas e comunistas não querem, mas Deus está vigilante. Viva Bolsonaro!

 

Parabéns

Hoje, 13, Dia de Nossa Senhora das Dores e Santo Hermenegildo, do Hino Nacional Brasileiro e da Imprensa, aniversariam o advogado Heraclito Cavalcanti, os executivos Gilberto Carneiro Junior, José Carlos Oliveira e Suely Rossiter, as jornalistas Daliana Martins, Evelise Buarque e Vanessa Lins, a chef Lucinha Cascão,

A procuradora Rosa Mineiro Dias (Foto: Fernando Machado)

O médico Diego Pascaretta (Foto: Divulgação)

A graphic designer Marcela Machado Vanegue (Foto: Face)